13 de novembro de 2011 00:48

Por Renata Poskus Vaz

Quando foi exibida em 1992,  a novela de De Corpo e Alma trazia, em um de seus núcleos, o Clube das Mulheres. Na época, eu era uma garotinha com pouco mais de 10 anos e via naqueles homens musculosos e rebolativos apenas sujeitos engraçados e com sunguinhas de super-man.

Após quase 20 anos, resolvi conhecer o Clube das Mulheres. Fui com minha amiga Keka Demétrio e com uma amiga dela lá de Ituitaba.

Combinamos tudo por telefone. Eu, como sempre, estava atrasada. Peguei um táxi e pedi ao motorista para que me levasse na Rua Henrique Schauman, 517, em Pinheiros. Ok, mas tenho o dom de atrair taxistas carentes que forçam uma conversa a todo custo. E lá se colocou o adorável e falante velinho a me perguntar para onde eu estava indo. “Ao Clube das Mulheres”, respondi. Acho que não preciso nem mencionar, que os olhos azuis do quase setentão se arregalaram. Mas não parou por aí. Lá vieram mais perguntas, como por exemplo se eu já havia ido lá, se era um lugar legal, que tipo de mulheres freqüentavam aquele lugar e se os homens tiravam realmente tudo. Limitei-me a responder: “Só estou aqui por que minha amiga de Ituitaba insistiu muito. O senhor sabe como são essas mulheres mineiras do interior, né?” …. hahahaha… Sacanagem! Na verdade eu estava louca para conhecer o lugar imortalizado no imaginário das mulheres, embora ainda achasse muito bizarro homens bombados sacolejando o pandeiro como a Carla Perez.

Quando subi as escadarias da casa noturna, em meio à escuridão, senti um cheiro horrível de mofo. E eu que sou alérgica, logo senti meu nariz coçando e a garganta arranhando. O local estava vazio e não havia música. Perguntei pela Keka e o recepcionista me disse que ela me aguardava em uma mesa à direita do palco, bem ao fundo. Chegando lá, vi minha amiga toda elegante, bebericando uma… Água. Lá dentro, a visão do inferno. Um grande tapete mofado vermelho forrava uma passarela. As cadeiras e mesas eram daquelas de boteco, de metal. Nada ornando com nada. Confesso que esperava mais glamour daquele lugar, afinal, a entrada custava 40 reais, isso sem contar a locação da mesa e o preço exorbitante pelas bebidas servidas em copos de plástico.

Minha gêmea boa, Keka Demétrio, e eu

Então, decepcionada, falei: “Keka, vamos embora daqui, vamos para o Villa Country, é bem mais barato, o lugar é bonito e lá não me dá asma”. Nos levantamos e percebemos o quanto estávamos sendo egoístas com Mariana, amiga de Keka, que morria de curiosidade de ver aquele lugar fedido e ao mesmo tempo tentador em funcionamento. Então, voltamos e esperamos o show começar. Eu, sinceramente, estava achando aquilo tudo muito bizarro. Achava o level 10 da boiolice ver homens musculosos rebolando.

Eis que entra no palco um dos proprietários da casa e apresentador do Clube das Mulheres, o Manzano, e anuncia o início do show. Antes, ele fez algumas brincadeiras com as noivinhas que estavam lá na platéia. Sim, mulheres prestes a se casar visitam o Clube para a despedida de solteira. Usam tiaras com veuzinhos de noiva, todas fofas (ao menos na aparência), e se sentam em mesas na frente do palco e na lateral de uma passarela, por onde os rapazes desfilam, dançam e exibem seus corpinhos sarados.

Acontecem cerca de 9 a 10 apresentações na noite (confesso que perdi a conta). Cada dançarino encarna um personagem diferente que atiça o imaginário feminino. Primeiro o médico. O rapaz não deveria ter nem uns 20 anos, ou seja, a não ser que ele fosse um berd super dotado de inteligência e com tempo livre para malhar sem parar, como seria médico? Ok, vamos deixar toda essa análise racional de lado e ver o que o rapaz fez no palco:

Prestem atenção no local em que o médico posicionou o estetoscópio

Vendo a foto acima pergunto a vocês, carsa leitoras: “se o seu marido fosse em um centro de lazer masculino noturno e colocasse o estetoscópio dele na direção da perseguida de qualquer mulher por aí, vocês aceitariam? E se eles vissem a cena abaixo, acha que seus cônjuges, noivos, namorados, achariam algo leve, perdoável?

No coments

Após a apresentação do médico precoce, chegou a vez do Bombeiro. Mas aquela história de que bombeiro apaga o fogo é tudo mentira. As mulheres ficaram ensandecidas e, após ficar só de sunguinha e pular para o abraço, o coitado do apagador de fogo foi todo bolinado. Sim, porque a mulherada não perdoava. E lá vale tudo, menos passar a mão no “dito cujo” dos rapazes. As mais abusadas eram, sem dúvida, as noivinhas. Que lascavam a mão sem dó nos rapazes. Fiquei imaginando que seus noivos devem ignorar completamente o teor das apresentações do Clube das Mulheres.

O bombeiro e as fogosas

Legal mesmo foi quando entrou no palco o SWAT, um rapaz vestido de policial de operações especiais, todo de preto, óculos e escuros e etc. Não vou colocar a foto dele fantasiado aqui pois sei que o que vocês querem mesmo é ver o rapaz de sunguinha então lá vai:

Sabe de uma coisa? Eu que achava tudo muito bizarro, gostei pacas de assistir as apresentações. Fiquei pensando que nossas crises existenciais e de TPMs seriam muito mais brandas se nossos namorados, noivos, maridos, rolos etc, aplicassem em nossos relacionamentos 0,1% do que esses rapazes encenaram no Clube das Mulheres. Sabe aquela coisa de flertar, seduzir com os olhos, tocar, acariciar, dançar de corpos colados etc? Que muitos abandonam após os primeiros anos de namoro? Pois bem, foi o que os rapazes do Clube das Mulheres fizeram com as noivinhas safadinhas e suas acompanhantes.

Agora, meninas, imaginem ter à sua disposição um “Toninho da manutenção” como esse abaixo:

Meus personagens prediletos foram o Cowboy (lembram-se que eu queria ir ao Villa Contry antes de começar ao show?), com sua calça de montaria mega-super-hiper-ultra apertada…

… e o Gladiador, com seus quase 2 metros de altura:

Se eu pudesse dar uma dica às leitoras sobre ir ou não ao Clube das Mulheres, eu diria que talvez. É divertido e diferente e você não precisa subir ao palco ou permitir que qualquer dos dançarinos se aproximem de você com seus corpos lindos, cheirosos e musculosos. Agora, pense bem no que fará lá. Da mesma forma que você não gostaria que seu amor se esfregasse em uma stripper, não deveria ir no Clube das Mulheres que, aos olhos de outros parece inocente, mas eu bem vi que lá o negócio é mais quente do que se pensava.

Um abraço!

  • Otima matéria amiga linda….
    vlw por compartilhar, ja ñ tinha vontade de ir agora virou uma decisão…kkk
    🙂

  • Tatiana

    Gostaria de ir, aproveitando a solteirice, só p/ ver qual é, mas tenho medo de achar vulgaróide demais. kkkkkkk Sempre declinei do convite.

    • Na pior das hipóteses, vc vai rir muito. 🙂

      • karina

        Gente se tem vontade vá.. eu fui matei a curiosidade, ri muito na realidade fui 2 semanas seguidas kkkk, na primeira fiquei mas na minha meia timida, mas não deixei de dançar com o Cowboy kkk na segunda vez ja me diverti mais..na terceira ja fui ficando mais intima do local e dos rapazes..que são muito simpaticos..mas se tem vontade ou curiosidade como sempre tive, vá ninguém vai fazer nada que vc não queira

  • eurltakbou

    un bon pohos bissou

  • Bom, minhas amigas…..Há gosto e curiosidades para tudo….

    Sou mais o lado racional da coisa mesmo…para mim fora de cogitação, além de gastar uns dinheirinhos, iria apenas ver um belo homem rebolar na minha frente ….
    BJúx da geisha Ká

  • Rê, quando for em Curitiba, vá conhecer o de lá que é muiiiiiito mais legal e limpinho….hehehehehe

    • Hummm, isso muito me interessa. hahahaha Apenas para fins puramente científicos. hahaha

    • Luiza

      onde eh o d curitiba? tenho muita vontade de saber como eh!

  • mikamap

    Adorei a matéria…me diverti mmuito aqui no meu trabalho…kkkkkkkkk…

    Eu quero irrrrr!!!!!!!!!!!! hahahahaha….

  • sempre tive a curiosidade, quem sabe um dia né? kkkk

    • Vamos fazer a excursão da Titia Renata 🙂

  • ana claudia

    re vc e´muito louca kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk,mais eu acho que eu ia preferi colocar uma roupa de cowboy no meu marido e aprecialo sozinha em 4 paredes beijocas meninas

  • Patty

    Oi meninas!!
    Eu fui com algumas amigas deficientes cadeirantes como eu, vencendo minha vergonha, conceitos…e me surpreendi muito mais com as mulheres exitadas e loucas q estavam lá se descabelando pelos meninos semi pelados do que com os meninos que foram muito atenciosos com as novatas….
    Gostei, mas me senti meio..o q estou fazendo aqui????
    e foi legal ver as caras de surpresa das outras mulheres e dos proprios meninos ao verem mulheres deficientes nesse tipo de evento…
    Para saciar a curiosidade, recomendo mesmo……

    • Então… Os rapazes são muito delicados e gentis, mesmo. O problema são as mulheres… hahaha

  • E nem me chama dona Renata???!! rsrsrsrrs

    bjus amore!!!!

    • Vou te chamar sim, pra excursão da Titia Renata.

  • Regina Portela Torres

    Amei Renatinha…..Nossa concordo com suas palavras…..Precisamos pensar se o outro estivesse ali se ele iria gostar de te ver fazendo aquilo e se voc~e gostaria de ver o outro realizando as mesmas coisas….Precisamos pensar……Cada ação a uma reação….

  • Putssss sei bem o que aquela moça passou com o médico…aconteceu o mesmo comigo #Gjuiz

  • KKKKK…
    ADOREI RELEMBRAR TUDO ISSO!
    COMEMOREI MEUS 18 ANINHOS NESTE RECINTO!
    NEM PRECISAMOS COMENTAR QUE JÁ SE PASSARAM 11 ANOS!
    NOSSA, COMO TÔ VELHA!
    E O LOCAL MAIS AINDA NÉ!!!
    NÃO MUDOU NADICA DE NADA!!!!
    QUER DIZER, OS PERSONAGENS MUDARAM SIM!
    CONHECI MUITO BEM O MÉDICO!!! E O DR. NÃO ERA ESSE NÃO!
    TB ACHO QUE VALE IR PELA CURIOSIDADE E DIVERSÃO!
    DAR RISADA VENDO A MULHERADA ENLOUQUECIDA É MUITO BOM!

    BEIJOCAS, BIA

  • Paula Regina

    Se é divertido à pessoa, não vejo nada demais. Sinceramente.

    Confesso que não faz meu gosto tal local (e que se meu maridonis fosse num desses versão by men, ele iria dormir no sofá por dias…) ainda mais vendo aquela foto que a Renata, sutilmente, colocou o adendo “No coments” e a carinha amarelinha bastante sugestiva ao que simulava ali ahahahahhahahahaah.

    Morri de rir foi com a carinha amarela ahahahhaha.

    bjks, meninas.

  • Devo dizer que o do RJ é bem limpinho, mais barato e o lugar é legal. Fica no Dito e Feito, na Praça XV. E tem o famoso Tony Tripé… rsrsrs. Eu já fui mais de uma vez com as amigas qdo estava solteira, mas nunca (jamais!) subi no palco! Mas recomendo às meninas, é bem discontraído. Qdo vc estiver no RJ, faça uma visita. rs. Bjo.

    • Concordo , aqui no rio de janeiro e mas organizado … bem mais limpinhoooo, eu já fui e é muito legal , ir com as amigas pra zuar ou em caso de uma despedida , qdo fui tinha uma senhora comemorando 65 anos , porém chega uma hora que perde a graça , pq sem os motivos acima , não tem graça mesmo…rs

      • Verdade! Tbm acho que tem uma hora que perde a graça. O legal é ir pra zoar com as amigas mesmo.

  • diversão ? aonde?
    mais ridiculo que isso só o pseudo funk!
    uma enorme babaquice!
    nunca iria me “divertir” num puteiro!

  • Sharon

    Ai pelo amor de deus…..achei o post super preconceituoso e recalcado!!!!Acho q cada um tem o direito de se divertir do jeito q quiser!!!!E se a mulher roça ou beija o quem for….é o problema dela!!!Ela já tá grandinha né?
    Acha que numa despedida de solteirO,não é mais sacana do q isso?
    Pow…se vocês acham isso babaquice isso, imagina vcs julgando quem é adepto de swing ou orgia ou que for!!!
    Não sou adepta de o monte de coisa…mas, sou adepta de tentar não julgar ng e só quero q todo mundo ache o caminho da felicidade em tudo que é direcionado a sexo ou o que considera sexo…que não seja tão doentio!!!!
    Cada um tem um jeito de imaginar o seu último dia de solteira!!!!Acho que clube vale apenas pela diversão….
    E olha q eu até gosto do site de vcs….mas, olho mais para achar lojas legais ou outros blog….mas, tem alguns posts q são dispensáveis!!!!

    😉

    • renatavaz11

      O post do swing faremos semana que vem. 🙂

  • waldo barreto junior

    Cara Renata pelo que li da reportagem, voce mais gostou doque não gostou!adorou o cowboy o da manutenção o swat e o gladiador.Achou o medico meio jovem, talvez voce seja um pouco velha!Quando crei o clube das mulheres(e fui tema da novela de corpo e alma) queria acreditar que as mulheres tivessem o mesmo direito que os homens, de fazerem suas despedidas de solteira..O lugar é sadio, tanto que as noivas levam suas mães sogras e avós.Achei voce um tanto preconceituosa, E como uma mulher moderna, devia apoiar mais pessoas que vivem em função de fazer as mulheres um pouco mais felizes, e darem a elas oportunidade de se divertirem um pouco, já que quase tudo só é feito pro divertimento dos homens.Mesmo assim obrigado por ter ido lá assistido e de dar a sua opinião, que eu respeito.

    • renatavaz11

      Focca,

      Do alto dos seus 60 e tantos anos você deveria aprender a ler críticas e respondê-las sem represálias. Não tome nada como pessoal.

      É claro que eu gostei do Show. E eu deixei isso bem claro no texto quando disse, no final: “É divertido e diferente e você não precisa subir ao palco ou permitir que qualquer dos dançarinos se aproximem de você com seus corpos lindos, cheirosos e musculosos”. Não fiz uma crítica à idade do jovenzinho, foi apenas uma descrição para que minhas leitoras pudessem perceber que lá há homens fantasiados de todos os biotipos e idades. Eu não gosto de jovenszinhos, mas tenho muitas amigas que adoram. Questão de gosto, apenas isso. Meu namorado tem 32 anos e já acho difícil d+ lidar com ele. Ia preferir o vigilante rodoviário, que deve ter a sua idade. hahahaha. Quanto a questionar minha idade, tenho 29 anos. E achar que sou velha depende do seu ponto de vista. Mas vamos dizer que meu pai, nascido em 1956, não foi um pai precoce e mesmo assim é bem mais jovem do que você.

      Sobre me julgar preconceituosa, não sou. “PRÉ CONCEITO” é uma idéia pré estabelecida e eu só tirei minhas conclusões sobre o Clube das Mulheres depois de visitá-lo. Antes disso não fazia nenhum juizo de valor às suas visitantes ou à atração em si. Ser uma mulher moderna, na minha opinião, é assumir que tenho o direito de frequentar esses lugares e me esfregar nos lindos homens que lá trabalham. Mas da mesma forma que como mulher moderna tenho a consciência de que meu namorado e futuro marido tem os mesmos direitos. E, confesso, não quero ne pensar em vê-los e esfregando em uma popuzada em um Clube para Homens. Ou seja, não julgo as mulheres que fazem isso, mas defendo meu direito moral de não fazer o mesmo.

      Sobre apoiar os rapazes, dou o maior apoio mesmo. Em nenhum momento eu disse nada que os ofendesse. Muito pelo contrário. Disse que são respeitosos e não agarram nenhuma mulher contra a vontade delas. Elas sobem na passarela porque são sem-vergonhas mesmo. hahaha

      Beijos, Renata

  • waldo barreto junior

    ahahahaha Relendo a materia, eu percebi uma coisa!Apesar do pãodurismo, achou caro 40 reais e sua alergia ao môfo?????(não tem cheiro de mofo), ahaha voce adorou o show, adorou os personagens, só não quis descer do salto, e dizer que ficou com vontade de ser “pega” pelos dançarinos,,mas não quiz dar o braço a torcer!sabe aquele tipo de gente, que fala mau dos outros ,mas adoraria fazer igual???
    no fundo no fundo, voce sentiu um “calorzinho” ahahahahahahaha

    • renatavaz11

      Tá vendo, Focca? Mais uma vez você mostrou que como empresário não sabe lidar com as críticas e sugestões de suas visitantes. Tenho um grande evento de moda e sempre que recebo críticas sobre meu evento, tomo nota e analiso se aquilo que está sendo dito condiz ou não com a realidade e se pode ser ou não aplicado para o aprimoramento do meu evento.

      Mas, vamos lá:

      Nçao sou pão dura, só não gosto de jogar dinheiro fora. Acho que por R$40 eu vejo uma bela peça em um lindo teatro teatro, ou vou em uma bela danceteria. Por R$50 eu entro na The History, uma das mais prestigiadas baladas de São Paulo (que você conhece bem porque já te vi diversas vezes tentando entrar VIP lá). Então, vendo o show do Clube das Mulheres, que é divertidíssimo, acho sim que merece R$40 de entrada, mas o local poderia ser melhorzinho. Isso que nem falei do banheiro, sem trava na porta. Você faz xixi de porta aberta. E ai da coitada que precisar fazer o número 2 por lá. Seus próprios funcionários, que me socorreram em uma crise de rinite alérgica e asma, antes do show, disseram que realmente o local é ruim e trata-se de um espaço locado. Ou seja, talvez suas narinas já tenham se acostumado, mas lá precisa sim de melhorias.

      Como disse anteriormente, achei o show divertidíssimo. E não fiquei com vontade de ser pega pelos dançarinos, pois não sou mulher de passar vontade. 🙂

  • regina

    ta acho q depois que a pessoa saiu de casa pra ir a um lugar desses.. não ta querendo outra coisa se não se liberar…
    quanto a pensar no q o namorado faria no mesmo lugar
    pode apostar Renata quem gosta de preliminar é a mulher..
    os caras que vão nos nigts clubs da vida vão pra tudo mesmo
    quem quer comer pizza vai na pizzaria…

    • renatavaz11

      Mentira, Re. Tem vários amigos meus que parecem cachorro na frente de máquina de frango assado. Vou ao Night Club e só olham pq não t~em grana para levar as meninas para os finalmentes. hahaha

  • Mari

    Como frequentadora do Clube, não pude deixar de ler a matéria e os comentários.
    Frequento a casa há 1 ano. Digo que adoro o local e os rapazes. Fui sempre muito bem recebida e tratada por todos lá.
    Respeito sua opinião, Renata, mas chamar a mulherada de “safadinhas” é um pouco demais.
    Concordo que tem uma galera que exagera… Estou sempre lá e já dei boas risadas com algumas atitudes de algumas. Mas, cada um cada um.
    Os meninos são todos super profissionais. Cansei de ver senhorinhas se divertindo horrores lá dentro.
    Quanto ao ambiente realmente não é dos mais requintados, mas quando a intensão é se divertir, na minha opinião isso é uma das coisas que menos importa.
    A casa está lá para distrair e divertir mulheres bem resolvidas. Os meninos fazem o trabalho deles muito bem feito e com respeito. Se não fosse desta forma eu não teria levado minha mãe e não frequentaria o local.
    Cada um tem a sua opinião, mas às que não conhecem, acho que vale a pena tirar suas próprias conclusões.
    À vc Focca e ao Manzano, só tenho de dar os parabéns pela iniciativa e dedicação ao clube, um dos locais que mais gosto de frequentar.

  • ana claudia

    gente voceis estao falando de preconceito mais e´justamente o que voceis estao fazendo com a renata que so deu a sua opiniao isso e´democrasia cada um tem a sua opiniao uns gostao outros nao ,o que seria do amarelo se todos gostasem do azul ,galera o importante e´viver a vida sem julgar as pessoas bjs meninas e meninos

    • renatavaz11

      Isso aí, Ana Claudia. Defende a jornalista que vos fala. Se não, nunca mais eu vou fazer o “mulherão visita” pra vocês. hahaha

  • De cara eu achei absurdo mas relendo entendo totalmente as mulheres que visitam esse lugar. Solidão e fantasia reprimida é muito triste.

  • Mônica

    Infelizmente, não consegui ficar quieta depois de ler determinadas coisas…Faz mais de dois anos que frequento o Clube com minha mãe que tem 71 anos e minha filha que tem 20 (na época com 18). Em primeiro lugar, só queria deixar claro que somos muito bem resolvidas na vida e solidão não cabe na nossa vida.
    Em relação ao lugar, prefiro não comentar, pois a partir do momento em que saímos para nos divertir, estamos sujeitas a qualquer coisa. Já frequentei lugares que se dizem “chiques” e eram horríveis, Mas afinal, eu estava lá para me divertir ou reparar no que não prestava para depois sair por aí falando?
    Quanto ao show, pelas fotos aqui postadas do médico, percebe-se uma situação que não é a real. Jamais houve falta de respeito, insinuações ou qualquer coisa parecida. O estetoscópio não chega nem perto da ” perseguida” como diz nossa amiga…E quando a garota está abaixada, ele coloca a cabeça dela na barriga dele…Só isso!!!
    Não tenho absolutamente nada a ver com isso, mas não consigo engolir inverdades colocadas por uma pessoa que tira fotos de uma posição que pode causar uma dupla interpretação.
    Acho que todo mundo deveria conhecer o Clube das Mulheres! Os meninos são profissionais demais, dançam como ninguém, tem carisma e são pra lá de educados e atenciosos.
    Acho que as pessoas deveriam pensar um pouco antes de falar sobre coisas, fatos e pessoas. Nós que somos assíduas frequentadoras do local podemos dizer que nunca sentimos cheiro de mofo…..
    E Focca….Concordo com vc…..Sempre!!!

    • renatavaz11

      Desculpa Mônica, você pode estar sujeita a qualquer coisa quando sai para se divertir, mas eu não. Não gosto de sujeira e desleixo, muito menos quando estou pagando por isso. Contentar-se com pouco não é comigo. Posso ir em lugares chiques e ao mesmo tempo acessíveis financeiramente, limpos, com trava no banheiro e circulação de ar adequada e me divertir. Não precisava ser muito exigente naquele lugar e nem reparar muito para perceber que precisava sim de um trato.
      Quando diz que a situação não é real, está me chamando de mentirosa. E em quase 6 anos de carreira nunca fiz uma matéria que contivesse mentiras. Então, eu não teria o pq de inventar uma situação que não existiu tampouco perder meu tempo criando angulos desfavoráveis para o show do médico. Ele mirou o estetoscópio na perseguida da garota sim. E ela adorou, pombas. Dói admitir isso? E óbvio que a outra menina não fez um sexo oral no cara. Mas simulou. E, te garanto, se meu namorado me visse simulando sexo oral num cara, tiraria meu coro, e com razão. Se o seu marido não liga, fica passivo diante disso, é um problema de vocês. Não os julgo, mas não me culpe por não querer subir num palco, dançar o caracarambacaraô com os musculosos, simulando atos sexuais. E por respeito às frequentadoras escondi os rostos de todas por trás de divertidos smiles.
      Já disse que não sou mulher de passar vontade e tampouco simulo coisas. Se é pra fazer, já parto para os finalmentes. hahahaha
      Assim como você, também acho que outras mulheres devam conhecer o Clube das Mulheres. É engraçado. Quase como ir num circo, mas com artistas mais apetitosos. Agora, exigir que as visitantes achem tudo aquilo lindo, maravilhoso, cheiroso, e as mesas de boteco capengas a última moda em design de Paris é o fim da picada.
      Respeito o seu direito de amar aquele lugar, mas respeite o meu de ter gostado de uma forma diferente da sua. Achei gozadinho, só isso.

  • ana claudia

    re deixa tudo isso pra la ,vc e´muito mais que isso por uma bobeira saiu cada coisa fala serio ninguem fala que vc esta mais bonita com esse cabelao que estou morrendo de inveja pq fiz uma burrada no meu e tive que corta curtinho niguem fala que suas materias estao mais maduras e como nosso amigo falou so pode ser mulheres reprimidas falando mal de vc minha filha e eu te adoramos beijocas bem grandes quero muito mais novidadeskkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Aline

    Hahahahahahaha!!!!! Ri muito!
    Aqui no Rio tb tem ao menos um clube q eu já frequentei muito!
    Me divertia mais rindo da mulherada do que com os rapazes no palco…È mto legal, vc conhece mtas pessoas descoladas, bem resolvidas. E ia lá para curtir, nunca subi no palco…Só via mesmo e ria muuuuuuuito! Minha última ida lá foi na despedida de solteira, há dois meses atrás!
    Eu indico, é uma ótima diversão com as amigas! Sou doida para levar mammys e minha sogra lá…

  • karin

    quantas discussoes kkkkk quero mais é ver os homens lindoes hehehe sonhar faz parte pagar por isso também uma vez só nao da nada uhullll sem estresseeee kkkk

  • Karoline albuquerque

    Olha, já fui sim e não pude resistir… Tinha 2 anos de casada e fui com minha amiga. Durante a dança um negão me chamou a atenção (de todas, aliás) e um outro moreno lá… Nesse dois eu avancei e fiz o convite no pé do ouvido… Disseram apenas: espere o show terminar! De lá mesmo fomos para o motel e foram 2 horas de muito sexo, como nunca tínhamos feitos com nossos maridos nem com a gente mesmo. Minha amiga e eu… Nem acreditava, mas o tesão falou mais alto. Muita DP…e gozos depois, saímos de lá e voltamos para casa… Foi só essa vez. Marido até hoje acha que o trânsito estava ruim naquele dia… Se não pode resistir, não vá.. Nunca mais voltei… Matei minha curiosidade… E está bem morta!

  • ola boa tarde ! a todas as mulheres que deixaram comentários as que curtem o club das mulheres, queria dizer a vcs mulheres tem que ir mesmo e se divertir a vida não e so trabalhar e cuidar dos a fazeres domestico. eu danco num club e la no club também e um lugar de descontração também. parabéns a todas vcs mulheres me