5 de outubro de 2009 19:56

Por Dani Lima

Como havia comentado aqui, a revista americana Glamour aproveitou o “ti ti ti” causado pela barriguinha de Lizzie Miller, na edição de setembro, para explorar mais o que eles chamam de “body image revolution”.

E… voilá! A capa da edição de Novembro é justamente a que esperávamos. As 7 gordinhas nuas! Achei a foto um mimo! Na minha opinião, as gordurinhas foram exploradas de forma real, sincera, sem muitos subterfúgios e ainda assim, não é uma foto pejorativa, e muito menos erótica. Elas estão alegres, despojadas, lindas, sensuais, fabulosas, poderosas e gordinhas.

glamournuas

E muito além delas serem lindas de fato, acho que o sucesso da foto, se dá pela confiança que essas sete mocinhas tem a respeito do seu corpo! Talvez aconteçam comentários que elas nem são tão gordinhas assim, como já é usual nas minhas matérias, mas eu consigo enxergar barriguinhas salientes e pneuzinhos rechonchudos; e acima de tudo, vejo mulheres orgulhosas de cada pedacinho deles.

Capturas de tela

E não é para menos! Kate Dylon foi eleita uma das 50 pessoas mais bonitas, pela revista People. Crystal Renn, que trabalhava como modelo convencional e chegou a entrar em estado patológico de anorexia, hoje deu a volta por cima, é modelo plus size, se assume como é e diz: People said I’d never be successful, but I never doubted myself (As pessoas diziam nque eu nunca seria bem sucedida, mas nunca duvidei de mim mesma”). Lizzie Myller trabalha como modelo plus size desde os 13 anos e comenta My boyfriend looks at me and just says, ‘You’re beautiful,’. He doesn’t pick and choose favorite parts—he loves the whole me, so I’ve learned to do the same. (Meu namorado me olha e diz “Você é linda”. Ele não escolhe as partes favoritas – ele me ama por completo, então, aprendi a fazer o mesmo). Amy Lemons também trabalhava como modelo convencional e assume que vivia com dieta extrema e exercícios puxados. “But my body rebelled, and I was sick all the time,” she says. “I’ve since learned that every body has its own healthy weight—it’s the one you get to by eating and exercising right, not by pushing yourself to the brink.” (Mas meu corpo se revoltava e eu viva doente. Descobri que cada corpo tem seu peso saudável – e é aí que você começa a comer e se exercitar corretamente, e não indo além dos limites). Anansa Sims, que é filha de uma famosa ex-modelo convencional,  já chegou a perder 40 kg para poder modelar. Daí largou tudo, fez MBA e agora é modelo plus size; e comenta “I did a shoot in just a bra and panties. I didn’t think much of it until my mom saw the picture and said, ‘Anansa, this is history.’” (Fiz uma sessão de fotos de calcinha e sutiã. Não “me liguei” muito na foto, até que minha mãe disse: “Anansa, isso é histórico”). Jennie Runk e Ashley Graham também assumem seu corpo e Ashley comenta feliz: “I never assume people are looking at me because I’m a bigger girl. They’re looking because I’m confident and beautiful. Why think otherwise?” (Nunca assumi que as pessoas estavam me olhando porque eu sou gordinha. Eles me olham porque sou confiante e linda. Porque pensar o contrário?)

Achei digno pra sempre tanto a foto, quanto os comentários das mocinhas!

E que fique a dica que eu super quero ser uma “plus size da capa” também!! E vocês?

Fonte. Fotos.

  • danielle

    achei muito legal a reportagem,imagino o que e ser magra para eles,pois pra mim essas modelos nao sao gordinhas rsrsrrsrsrrs

  • Taiz Marques

    Ora ora Dani é lógico que também adoraria ser capa seja com ou sem roupa!! E o mais importante é nos aceitarmos como somos, pois somos o que somos e somos lindas como somos!!!

  • Adorei a reportagem .. vi no yahoo e coloquei no meu blog…. É isso aí… eles começam a nos enxergar… que bacana!!! Somos mesmo lindas.. especiais… criativas… sensuais… charmosas… vivas… Mulheres Espetaculares!!!!
    Sempre nos aceitando como somos e explorando o que há de melhor em cada uma de nós…
    Beijos

  • Nathy

    Muito digno!!!! Diria dignissimo!!!

    Show a matéria e certamente queria ser capa tbm =)

  • super profissional e sem palavras, todas lindas sem os apelos do photoshop para se esconder…
    Adorei a materia!!!

  • Essa capa me deixa feliz e preocupada ao mesmo tempo. Feliz porque uma revista teve coragem de quebrar o paradigma das magrelas anoréxicas. Preocupada porque algumas dessas mulheres da capa que a mídia considera “gordinhas”, são mulheres normais que provavelmente estão com o IMC de acordo com o que os médicos consideram saudável.

  • marcia

    Fantástico,temos uma cantora brasileira chamada Cida Moreira que há muitos anos atras fez a capa do seu disco nua tocando um piano,é uma obra prima,se puderem publiquem porque é um luxo para nós meninas Plus!

  • Não acho elas gordinhas, acho todas normais, mas já é um avanço e todo avanço é motivo de comemoração.

    bjooo

  • Heloísa

    Gente, hoje eu ri muito com um filme chamado “Garotas Formosas” (“Phat Girls”), que passou no canal Fox.
    É a história de uma designer de moda plus size que passa por todas as agruras de estar fora dos “padrões”, até que ela encontra um homem que a ama do jeito que ela é (e ela custa a acreditar na própria capacidade de ser amada).
    Muito bom! Filme despretensioso e divertido, que critica a ditadura da magreza e os padrões de beleza impostos pela mídia, além de mostrar que a gente tem que se amar do jeito que somos, e não tentar ser como os outros gostariam que fôssemos.
    Vale a pena dar uma olhada.
    Quanto à reportagem, concordo com a Graziela. Já é um grande passo para o merecido reconhecimento da beleza plus size.

  • Pingback: Beleza natural! « Palank's Blog()

  • Maravilhoso, meus olhos ficaram cheios de lágrimas. Sabe por que? Porque o mundo tá mudando e isso é maravilhoso. A era das esquálidas tá indo embora, e a era das mulheres reais está chegando. Isso é maravilhoso. Espero que, se eu tiver filhos, eles já nasçam num mundo onde ser gordinho não é nada demais, muito menos motivo de piada ou rejeição.

  • magali fernandis dias

    se essas mulheres sao gordas imagine o que e ser magra

  • Jane Cláudia Alves Pina

    Ola meninas,

    Tenho 39 anos e peso 120kg e tenho 1,65 de altura. Estou precisando da ajuda de vocês. Vou me casar e não sei o que usar, pois não existe revista com modelos de vestido de noiva para gordinhas. Me ajudem a realizar o sonho do vestido de noiva para o dia perfeito. Se poderem me ajudar meu e-mail é janepina@hotmail.com

    Beijokas

    Jane

    OBS: estou apaixonada pelo blog

  • glorete

    Oi assisti hoje o programa mais voce,gostei muito, meu peso é 82kg, 1,65 de altura tenho vergonha de usar roupas degotadas e saias, mas depois do programa vou tentar mudar , minha alto estima não está muito boa, Moro em SC. Beijos.

  • ingrid

    as fotos sao um sucesso!!!!

    PARABENS…..

    toda mulher magra ou gorda gorda deve ser respeitada como deve …..
    pois nao ha mulher feia no mundo mais sim mulher desarrumada,porque….

    MULHER BRASILEIRA E TODA BOA!!!!

    PARABENS!!!!

    me chmo ingrid e tenho 11 anos e adorei o trabalho de vcs.

  • Pingback: Folgando na Rede # 24 » Dia de Folga()

  • raimundo felix pereira

    Isto sim é o que se parece com mulher!!!!!!!!!!!!!!

  • Isto sim é o que chamamos de mulher brasileira!!!!!!!

  • linda!

  • Oque posso dizer?