23 de outubro de 2012 02:46

Por Renata Poskus Vaz

Ontem recebi um e-mail longuíssimo de uma leitora, pedindo ajuda para resolver um conflito pessoal. Ela, gordinha e reclusa em casa por vergonha do próprio peso, conheceu um rapaz há mais de um ano pela internet. Sente-se apaixonada, mas tem medo da reação dele quando a conhecer pessoalmente. Segundo a leitora, ele só a viu por fotos de rosto e também se diz apaixonado e nem sabe que ela é gorda. Essa é a história resumida.

Eu fiquei um pouco assustada porque a leitora realmente se mostrou desesperada. Porém, eu pouco poderia ajudá-la com conselhos. Palavras podem entrar por um ouvido e sair pelo outro se não mostrarmos na prática que é possível ser feliz e realizada no campo afetivo, mesmo sendo gorda. Para ajudá-la neste primeiro encontro recorri ao socorro de outras leitoras. Solicitei no Fcebook que elas contassem como conheceram  e conquistaram seus maridos magrinhos. Nada como ver belos exemplos, histórias de amor que deram certo, independente do peso, não é?  Espero que sirva de inspiração!

Jobi Feschyll – ” o ex terminou comigo porque eu estava gorda, mas meu marido atual me ama como eu sou”

“Conheci meu marido Benhur por intermédio de um amigo em comum. Começamos a conversar pelo MSN e não tínhamos interesse um no outro desde o início. Na época, eu tinha recém-saído de um relacionamento cujo meu ex não aceitava gordinha. Com o tempo, eu e Benhur percebemos cada vez mais que tínhamos muito em comum e mesmo o que tínhamos de diferente completavam  um ao outro. Ele sempre soube que eu era gorda, nunca escondi dele nem em fotos, nem na webcam, em nada. Num belo final de semana chuvoso, ele foi para a minha cidade para nos conhecermos pessoalmente e logo começamos a namorar. Nos casamos dia 04/12/2011 e estamos juntos até então. Ele é magrinho e nem por isso não o amo. Sou gorda, mais ainda do que quando nos conhecemos, e nem por isso ele deixou de me amar, ou seja, não importa ser magra, “corpão malhado”, que seja! O importante é como você é de verdade!”

Kelly Medeiros – “eu pego, mas não me apego”

” Tenho 23 anos e meu namorado Leonel Silva tem 28 anos. Somos vizinhos e eu ficava olhando ele do outro lado da rua. Na época, ele tinha 23 anos e era solteiro. Eu sempre dizia para mim mesma a frase: ‘Eu pego mais não me apego’. Ele sempre me achou atraente até que um dia ele entrou na academia que eu treinava e nos conhecemos melhor. Namoramos há 6 anos e lembro de uma história que ele contou uma vez que também conversou com uma menina na internet e ela disse que pesava 70 quilos e ele não ficou com ela. Eu tenho 95 quilos e ele me ama muito!! Somos felizes e o fato de ser gordinha nunca empatou a nossa vida em nada. Tenho certeza que o problema não são os quilos a mais e sim a confiança que passamos para o parceiro. Hoje me sinto mais confiante, atraente e muito mais feliz pesando 95 quilos. “

Larissa Bovolin – “eu pensava que ele estava olhando para minhas amigas magras”

“Conheci o Junio no dia do meu aniversário de 15 anos. Eu já era gordinha e ele magro. Na ocasião, comemorava com minhas amigas em um parque de diversões no Interior de São Paulo, quando Junio passou e ficou me olhando, embora eu tivesse pensado que ele estava olhando para minhas amigas magras. Depois, ele se aproximou com sua moto e perguntou se eu tinha namorado, pediu meu telefone e ainda me deu um beijo na boca de despedida. Ele me ligou logo no dia seguinte, começamos a namorar. Muitas pessoas olhavam com estranhamento o Junio magro comigo gorda. Sou filha caçula e o Junio é 10 anos mais velho do que eu. Meu pai sentiu ciúmes e chegamos até mesmo a nos encontrar às escondidas. Estamos juntos há 7 Anos, 6 meses e 16 dias. Estamos casados há 8 meses e ele até ficou mais gordinho. Somos felizes e só posso dizer que não temos que ter vergonha de nossa aparência, o que importa é o amor que um sente pelo outro.”

Ada Cristina -” no primeiro encontro escolhi uma roupa que valorizava as minhas curvas”

“A minha história começou em janeiro de 2011, quando conheci o meu marido através de uma rede de relacionamento. Ele, atleta, praticante do ciclismo, magrinho. Eu, gordinha, sedentária, a preguiça em pessoa! No primeiro encontro fui bem bonita, com um vestido que realçava as minhas curvas protuberantes, apesar de já ter contado sobre o meu físico,não queria assustá-lo. Tudo correu bem, até que ele resolveu me apresentar à família, após três meses de namoro. Eles me trataram bem, apesar de ouvir algumas coisas sobre saúde, comidas naturais, mas preferi curtir o momento. Em julho, ele pediu a minha mão em casamento e em dezembro, dia do meu aniversário, nos casamos e estamos juntos até hoje. Ele nunca pediu para que eu mudasse. Só fiquei sabendo um pouco da resistência de seus pais após estarmos casados há três meses e hoje eles estão super felizes comigo, com a forma que eu trato o meu marido. Eu o amo demais. O que realmente vale não é o lado de fora, mas sim, o que temos dentro de nós: caráter, amor, respeito, honestidade… isso vale muito mais que os quilos a mais que tenho.”

Tatiana Almeida – “Ele largou a uma magrinha para namorar comigo”

“Namoro há 4 anos e moramos juntos há 1. Quando conheci o Odair ele namorava com uma moça magra, mas depois de um mês ele terminou aquele relacionamento e começou a namorar comigo. Ele conta até hoje que se apaixonou pelas minhas curvas e que foi amor à primeira vista. Ele é magro e sempre coloca apelidinhos carinhosos em mim como “gordinha fofuxinha da minha vida” e assim vamos levando a nossa vida felizes. Não me importo de ser gordinha, tem muita gente por aí que está em forma, mas não tem conteúdo.”

Evelyn – “meu namorado magrinho é fanático por gordinhas”

“Meu namorado é fanático por gordinhas. Bom, por eu ter dito que ele é fanático por gordinhas, vocês devem ter imaginado que ele é um gordinho, fofinho, tudo de bonitinho. Ele é fofinho e muito bonitinho, mas está bem longe de ser gordinho. Ele é muito, muito – repetindo –  muito magro! E quer saber de uma coisa? Eu amo o fato dele ser magrinho. Literalmente não atrapalha em nada. Sei lá, acho sexy clavículas e ele tem uma que… Nossa!!! E eu adoro sentir as costas dele,  que não são largas, até porque eu não gosto de costas largas. Parece coisa de louca, mas eu gosto! E ele não é meu primeiro namorado magricelo (apelido carinhoso. Nada contra, adoro vocês mesmo). Se eu pudesse dar um conselho para a leitora que está com medo de se encontrar com o rapaz magrinho, saiba que todo magrinho adora uma gordinha. Aliás, todo magrinho só não, a maioria dos homens que sabem o que é bom preferem as gordinhas. Somos boas, bonitas, gostosas, graciosas, notáveis, e todas nós temos muito, muito amor pra dar.”

Thais Guinatti – ” Não damos a mínima para o preconceito das pessoas”

“Sou casada há 5 anos com o Técio. Nosso romance começou com uma forte amizade. O Técio é bem mais magro que eu, de quebra, mais baixo, e 3 anos mais jovem. Tinha medo de que eu não fosse a pessoa ideal para ele. Além dessas coisas , eu ainda era mãe solteira na época. Minha filha tinha apenas 1 aninho quando nos conhecemos. Mas o amor tem dessas coisas, não é ? Aos poucos fomos nos envolvendo, até o dia em que ele tomou coragem e, por telefone, disse tudo o que sentia por mim. Como éramos amigos há muito tempo, já nos conhecíamos muito bem, decidimos nos casar. Em três meses estávamos oficializando nossa união. Ele assumiu minha filha e, hoje, ela o chama de papai e as fotos podem mostrar: ela se parece mais com ele do que comigo! O Técio é muito gentil, e sempre faz questão de dizer que me acha linda. Ele ama as minhas “curvas” e sinto que ele é sincero. Ele me chama de mMinha modelo plus size” … Fico toda orgulhosa! É verdade que por onde passamos chamamos a atenção. Mas não damos a mínima importância para o preconceito das pessoas. Nosso amor não está onde as pessoas procuram e podem enxergar. Nosso amor não é casca deteriorável. Nosso amor é de coração… E isso a nossa felicidade pode mostrar !”

Flávia Telles: “tinha medo que ele ficasse reparando nas minhas estrias e celulites”

“Namoro um magrinho há 3 anos. Quando o conheci fiquei um pouco incomodada e receosa achando que ele ia fosse prestar atenção nas minhas celulites e gordurinhas. Mas depois que comecei a conhecê-lo bem, percebi que ele me achava linda gordinha. Já ouvi ele falando com os amigos dele que nunca gostou de mulher magrinha. Hoje estamos muito felizes. Ele engordou um pouquinho depois que comecei a cozinhar pra ele, mas ainda continua magrinho.”

Thalita Martins – ” A gente tem que primeiro se namorar, se amar, e os outros, naturalmente, o farão.”

Tenho 25 anos, 1,53m e 98kg. Há 1 ano e 9 meses conheci meu atual namorado pelo Facebook – temos um amigo em comum que “sugeriu” que formaríamos um bom par – e marcamos nosso encontro meio às escuras, já que a foto dele era minúscula e a minha era só do meu olho. Nos encontramos, conversamos, nos beijamos e nunca mais nos separamos. No início fique griladíssima, pensando que ele era bonito demais pra mim, que ele tava passando tempo comigo, que meu peso era um incômodo pra ele. Na verdade, meu peso era incômodo pra mim, o problema era comigo e minha autoestima que havia sido mais que rebaixada pelo último namorado. Ele me mostrou que não havia nada de errado em ser quem eu era, ele me valorizou exatamente como eu sou. Aliás, me chama de “gostosa” e outras coisas impublicáveis, hahaha. Ele aprecia minhas curvas e todo o conteúdo que as preenche. Ele me ensinou a me valorizar e eu sou eternamente grata. Por ter me ensinado a me amar, por ter me amado quando eu mesmo não sabia fazê-lo é que eu o amo ainda mais. É isso. Não há problema em namorar um magrinho, um gordinho, um altinho, um baixinho. A gente tem que primeiro se namorar, se amar, e os outros, naturalmente, o farão.”

Virginia Figueiredo: “somos a prova dos opostos que se atraem”

Eu e o Dri nos conhecemos no trabalho e nos tornamos amigos. Eu estava naquela fase do “se achar, se jogar, sair, dançar, beijar”. “Após atitudes mimadas de minha parte paramos de nos falar por longos 6 meses. Chega o jantar de confraternização da empresa e quem me dá carona? O Dri, todo educado! Eis que os dias se passam e muitos torpedos rolaram, conversávamos e eu, “acelerada como sou” o convidei para um cinema e no dia 08/03/2006. Começamos nossos passos juntos, somos a prova dos opostos que se atraem: ele magro x eu gordinha, ele ciclista x eu sedentária, ele saudável x eu só como porcaria, ele caseiro x eu baladeira… E ainda com todas as diferenças, ele não me desrespeita pela forma que sou, ainda me acha bonita, até onde eu sei, hahaha, mas pega no pé para eu me manter em dia com a saúde. Hoje, tenho o orgulho de ter encontrado o meu amor, meu marido, aquele que da uma paz só de estar por perto, que me faz querer ser uma pessoa melhor, que cuida de mim, que me ama e que me faz tão feliz… E assim foi, é e se Deus permitir, será ao longo dessa nossa vida aqui!”

  • bruna

    Não entendo pq as pessoas insistem em complicar as coisas. Poxa, um ano conversando com o rapaz, o que não lhe faltou foi oportunidade de contar pra ele que está acima do peso. Um relacionamento jamais pode começar na falta de confiança. O rapaz não é obrigado a gostar de gordinhas, mas pode ser que ele não se importe nem um pouco com isso, ou até que prefira! Já conversei com rapazes pela internet, e é a primeira coisa que descrevo, minhas características físicas e gostos pessoais, para que quem tiver interesse em me conhecer, saiba como sou de verdade. Alguns acabam se esquivando e não entram mais em contato, mas posso garantir que a grande maioria continua a conversa e acaba admitindo que até gosta de uma gordinha. O que posso dizer pra essa garota, é que ainda há tempo de se abrir com ele, de confiar nesse sentimento que eles construiram durante um ano, mas sem mentiras.

    • EMERSON

      Eu adoro mulheres fofinhas e gordinhas me atrai muito….estou a procura de um lindo amor ….Essas gordinhas são tao lindas quanto as demais..

      • Roberta

        E eu aqui!!! Sou gordinha mas amo os magrelinhos to carente e precisando de colinho!!!

      • alsimar

        Olá Roberta, sou magrinho e posso te dar o colinho com muito carinho. Contate-me

      • Fabricio

        O roberta me liga q dou um monte de carinho pra vc….

  • Pena que não deu para enviar a minha história, mas eu e o Marcus estamos juntos há 17 anos e quando nos conhecemos eu estava na fase de querer ser magrela, não comer e recusar todo e qualquer programa que terminasse em uma mesa (ele adora comer e é magro de ruim, rsrsrs, brincadeirinha). Forcei ele a fazer academia junto comigo para que ele acompanhasse meu ritmo “desespero para ser magra” o que não durou muito e depois quando fiquei um pouco mais “desneurada” escutei dele que eu ficava mais bonita gordinha, que adorava minhas bochechas, fora outros lugares que o horário não permite falar,rsrsrs…. depois de 3 meses nossa primeira viagem juntos poderia ser um terror para qualquer gordinha pois fomos para a praia e não tive problema algum em colocar biquini pelo contrário ele não desgrudava de mim um só minuto (medo de perder esse peixão aqui, rsrsrs). Somos um casal lindoooo, ele com sua magreleza e eu com meu excesso de gostosura, e quer saber? Quando o amor é verdadeiro ele vence as barreiras de qualquer esteriótipo, já dizia o poeta, “o essencial é invisível aos olhos” mas há quem adore o que é muito visível também, ele adora, rsrsrs. E agora que sou modelo então vejo tanto orgulho que ele sente que fico boba, ele não perde nenhum evento e sempre me prestigia Bom, leitora gordinha, confie no seu taco, afinal ele já gosta de vc à distância imagina quando ver quanta fartura ele terá. Bjo enorme e boa sorte no namoro

  • Paula Regina

    É muito bom saber que pessoas se amam, se gostam independentemente se estão acima do peso.
    Percebi, nas fotos e relatos, casais apaixonados pelo o que um representa na vida do outro; pelo bem que um faz ao outro e por complementarem-se, unirem-se pelo carinho e amor.
    Parabéns a todos os lindos casais!

    Quanto a leitora que esta “pedindo ajuda para resolver um conflito pessoal”, fico aqui na torcida que eles se entendam e se gostem além do visual, do fenótipo apenas. e sintam que são almas gêmeas. Se ele não quiser nada, é porque não gosta dela.

    E Renata, parabéns por sua sacada arguta (envio de fotos e relatos) de fazer a leitora angustiada perceber que há pessoas que se amam independente de sua condição física.

  • Paty

    Nossa TBm sou Gordinha e Meu Maridinho E magrinho rsrsrsrsr E sou muito Feliz ao lado dele Sabe tbm tinha essa historia de nao me aceitar mas depois q conheci o Blog a mais ou menos 2 anos Me curei agora me arrumo muito mais e Detalhe sou casada a seis anos tenho uma filha de Dois,E esse ano decidimos formalizar nossa uniao pois nao somos casados no papel ,e amigas estou arrasando vou casar com tudo que tenho Direito !!!!! Bjs …..

  • Mona

    Em primeiro lugar o que uma gordinha costuma ter de vantagem é justamente a confiança,um papo legal, a vantagem de poder sair para jantar sem ter que contar cada caloria que ingere…
    Antes de namorar meu marido, namorei alguns caras pela internet, eles sempre magros, e eu ia conhecer eles na boa, e sempre deu certo, eu é que terminava porque enjoava dos carrapatos que eles se tornavam.
    *Minha história*
    Casei com um magrinho, na época que ele me conheceu eu pesava 80 e ele 65, hoje peso 76kg com 1,55m e ele pesa 60kg…
    Quando ele me conheceu ele disse que não gostava de mim porque eu parecia um machinho, eu dançava street dance… então quando ele me via eu devia parecer um sk8tista mesmo!
    Depois ele começou a me ver mais normal, leia-se: de sainha, coturno/bota, sempre de preto.
    Ele disse que se apaixonou pelas minhas perninhas roliças e bem torneadas realçadas pelas sainhas…
    Namoramos por um ano, noivamos por 6 meses, e estamos casados há 7 anos. Temos filhos humanos e alguns animais… (detalhe que ele detestava animais e eu detestava crianças)
    Somos completamente diferentes, eu sou rockeira, ele curte reggae, eu sou branca, ele é negro, eu gorda ele magro, eu flamengo, ele vasco…
    Ele era super conservador, eu sempre maluquinha, eu já tive cabelo roxo fluorescente, lilás, vermelho, loiro, preto azulado, colorido… Hoje em dia meu marido vira e diz que já teve várias mulheres… aí sai mostrando a foto da camaleoa aqui cada dia com um cabelo diferente!

    Casamento não é para unir iguais, mas pessoas que se completam de alguma forma, que geralmente apenas elas entendem.

    Eu simplesmente não crio, nem costumava criar muitas expectativas no início de um relacionamento, vá, seja você mesma, se rolar rolou, se acabar, guarde as lembranças, sacuda a poeira e bola pra frente, e se der certo, apenas aproveite!

    Não se cobre tanto, não se preocupe com a celulite, a barriga… Eles estão preocupados com Ooooutra coisa! Acredite!

    Homens que gostam de gordinhas são mais bem resolvidos…
    E se ele não gostar de você como é, simplesmente é porque não era o seu!
    Esperar o homem certo não é ficar em casa! É saber sair, se divertir, quando você desencanar e conseguir ser feliz simplesmente acontece!
    Uma mulher confiante atrai o homem que ela quiser, pode até escolher…

    Essa história acima de “pensei que estava olhando para minhas amigas magras” acontece mesmo… Você aí se achando ninguém, e o cara parado na tua. Fiz uma viagem com amigas magras, altas e lindas… e altos caras chegaram em mim!!! Eu fiquei P-A-S-S-A-D-A!

    Abra seus olhinhos!
    Saiba quais são suas qualidades.
    Quando você souber o seu valor, ninguém te tira isso!

  • Mais uma vez parabéns pela matéria Re, adorei os exemplos de gentr que sabe ser feliz sem preconceitos ou frescuraiada (rsrs). Adorei! Bjo.

  • Thalita

    Meu marido é magrinho, e eu peso 114 quilos, e ele me ama! Vou fazer a bariátrica , e ele é contra, diz que me acha linda assim como sou, e que só aceita porque eu quero muito! Temos 1 filha ,fiquei mais gorda ainda quando ela nasceu, nos entendemos muito bem em todos os quesitos e somos felizes

  • Eu tb tenho um namorado magricela, eu que já fazia dieta com 7 anos de idade (quando tive colesterol alto) e ele que tomava biotonico com fontoura, de tão magricelinho que era. Nós nos conhecemos pessoalmente então não teve todo esse sofrimento, ele me cobra muito com relação a fazer exercícios e etc, mas entendo isso mais por uma questão de saúde do que por não me achar bonita, até porque eu sei que sou uma gordinha muito bonita, modéstia á parte. rs. Estamos juntos a 6 anos e a aparencia nunca foi um elemento definidor do nosso relacionamento.

    Para a leitora que mandou o e-mail eu digo> ele provavelmente já deve saber que vc é gordinha, pelas suas fotos de rosto e etc (é raro gordinhas com rosto magro), então acho que vc não deveria se grilar com isso. Vc poderia mandar uma foto de corpo todo pra ele com naturalidade e ver o que acontece, ou aparecer na webcam e disfarçadamente levantar pra ir atender o telefone ou qualquer coisa e mostrar seu corpo logo de uma vez. Espere a reação dele e tenha em mente que se ele se afastar, é porque vc não pensou que ele era o cara legal que vc achou que era, é porque vcs não iriam dar certo de qualquer forma. Se ele continuar agindo normalmente, é porque ele não se importa, então marque logo esse encontro! Espero que dê tudo certo!

  • Ai gente, as histórias são lindas mas eu sou muito complexada, sei lá, me acho menos sexy do q as outras meninas… Olha q eu uso roupa legal, tento sempre tá cm cabelo bacana, maquiada, mas tem q vir de dentro, o q eu não tô conseguindo!!! Vida q segue… Parabéns pelas histórias, vou tentar me motivar cm elas,,,

    • Isabela

      Eu me sinto da mesma forma, acho o meu corpo muito feio e isso me deixa muito pra baixo, meu namorado (magrinho) diz que sou perfeita e tudo mais, mais tenho um receio muito grande, principalmente naqueles momentos!

      • Renata Poskus

        Ah, Isabela. Não tenha medo! Se o cara está com você é porque te ama.

  • Que pena que não consegui mandar minha história, mas vou contar um pouquinho aqui.
    Sou casada a 6 anos, conheci meu marido em uma sala de bate papo, o nickname que ele usou me chamou a atenção, “Louco por uma gordinha”, iniciei a conversa com ele e logo de cara nos entendemos bem.
    Conversamos pela internet por mais uns 6 meses e começamos a trocar correspondência com fotos e tudo, então resolvemos nos conhecer, na época eu pesava 120 quilos e ele 51, bem magrinho mesmo e eu bem gordinha, mas nos apaixonamos no primeiro encontro que ocorreu no shopping Tatuapé.
    Começamos a namorar, mesmo distante pois eu morava em Guarulhos e ele em Francisco Morato. Ele vinha aos finais de semana e eu ia a cada 15 dias.
    Enfim, namoramos 1 ano, ficamos noivos por mais um ano e em 09 de setembro de 2006 nos casamos.
    Hoje estamos juntos e muito felizes.

  • Parabéns aos casais, parabéns Renata, post muito bom, e inspirador!

    • Adriana

      Sou gordinha e tenho uma família linda,um homem magro e lindo que sempre tentaram tomar de mim,sofri muitos preconceitos e humilhacoes
      de familia dele por ser negra e gordinha,mas superamos isso com muito amor e juntos sempre e temos duas filhas lindas a mais nova tem 6meses
      e é nosso anjo de luz,oque importa e se amar para ser amada e passar isso para os outros .

  • Marcinha Brazil

    Problema que ela deixou passar muito tempo….1 ano e nao se viram por foto….dai é complicado….
    diz pra menina se amar..e se sentir linda…..sabe o que vai acontecer?
    todos olharao prela..bonita…se ela for toda complexada….ela vai transmitir esse negocio.pro homem…..
    tem que ser sorridente bonita simpatica e sexy…colocar os peitos bem sexy..pra que fique babando…..dica boa e infalivel

  • Resolvi escrever apos les esse post conheci meu namorado tb pela net em site de bate papo e disse logo de cara que era gordinha e que tinha medo de nao atingir as espectativas dele,ele disse que pra ele isso nao era problema ,nos entedemos logo de cara,trocamos telefone no inicio e após dois meses de conversa resolvemos no encontrar e isso ja faz dois anos eu moro em SP capital e ele em sorocaba nos vemos td semana e estamos vivendo um grande amor,eu tenho agora 42 anos e ele 48.Ate hoje ele brinca com essa historia de espectativas….Ele faz com que cd dia eu me sinta a mulher mais linda do mundo,nunca imaginei ser tão feliz depois de viver um casamento de 15 anos cheios de frustrações por causa do meu peso.

  • Lívia

    Gente! Que tudo de bom essas histórias!! Hahaha.. Minha preferida foi esta última, da Virgínia e do Dri. Identifiquei-me tanto pela foto quanto pela história? Rsrsrs…
    Só sei que no meu caso eu precisei me controlar um pouco por causa da saúde (minhas costas me levavam à crises horrorosas, e meu [“ex” :(] namorado me ajudou bastante), mas ainda sou uma gordinha bem feliz, e cheia de saúde.
    Esses Mulherões só me dão mais amor próprio o exemplificam o quanto algo “cute” pode acontecer com todas as mulheres.
    xX_Amo!_Xx

  • Mas uma coisa é fato, tem gente que não gosta de gordinha… e isso não é preconceito, é questão de gosto!!! Existem biotipos que não me agradam, não acho bonito… não quer dizer que eu seja preconceituosa.
    Meu namorado é magro, inclusive é formado em educação fisica, tem o corpo bem bonito… e eu peso 109kg kkkkkk Mas ele sempre gostou de gordinhas.
    Então acho que quando vc conhece alguém pela internet tem que deixar tudo muito explicito, eu mesma já conheci pessoas que quando vi pessoalmente eram totalmente diferentes, e isso não me agradou! Já eu sempre deixei bem claro tudo sobre mim.. alguns demonstravam que não curtia muito e ficamos só na amizade, já outros já diziam de cara que adoram uma gordinha! kkkkk
    Temos que deixar essas coisas claras não é pq somos gordas, mas pq pela internet as coisas são diferentes, vc não está conhecendo a pessoa pessoalmente, e mesmo vc sendo magra ou qualquer outra coisa… precisa deixar tudo muito claro p/ não sofrer decepções!
    Enfim… eu sei que a internet não me apresentou ninguém de util… encontrei o amor da minha vida na igreja! kkkkkk
    Mas boa sorte ai querida, e sinceridade SEMPRE!

  • mayara

    amei esse texto.tbm namoro um magrinho que amo muito,sou fofinha e nos damos muito bem ja faz 7 meses que estamos juntos que deus conserve e abencoe o nosso amor te amo jr.

  • Patricia

    Tudo conversa fiada
    Nenhum homem bonito gosta de gorda debocha de nos me fznd senti cm uma leproza
    Qnd entro em bate papo e fl que sou gorda desliga na minha cara e isto me fz fcr pior doque ja esto

    • Gorda Solitária

      Sou gorda, estabilizei meu peso aos 21,22 anos com dieta e exercício nos 75kgs. Conheci meu marido nessa época, ainda gordinha, e ele era um palito.
      Emagreci ainda mais no namoro, cheguei a pesar 65kg. Ele sempre odiou qualquer gordurinha minha, e olha q eu estava ótima…resultado, ele começou a não me tocar mais. A não me beijar. E eu tão triste…
      Hoje estou com 107kgs, sem sexo, sem coragem de me divorciar, sem amor próprio, me sentindo uó do borogodó.
      Ou seja: tem que casar com homem que cuuuuurte gordurinhas, que curta receber e dar prazer, pois não sou feia, sou desvalorizada. E esse é um risco que a sociedade da magreza nos induz.

      • amanda hellen

        Nossa guria,tu que tem que ti valorizar,tenho certeza que vc é linda,nao fica abatida levanta a cabeça,eu tenho certeza que fazendo isso vc vai ver como vc vai encontrar uma pessoa legal,que vai ti amar do geitinho que vc é,seja feliz e se ame,pois vc vai ver que vc fazendo isso vai mostrar que se ele neo quer tem muitos outros que querem,um bjao amiga………tudo de bom pra voce e que vc seja muito,muito,muito feliz…….

      • Angela

        sou aquela gorda psicologica primeiro ,pesava 52 kg e me achava gorda,feia etc…..dai com mais de 60kg,imagine como me achava? tive meu 1 namorado…e nao deu certo, fiquei depre e engordei mais ainda…hj fujo da balança, estou que conhecendo um rapaz, ele aparentemente parece que é magro,pelo que vi nas fotos….e eu gorda, não sei se ele vai gostar de mim,mas me disseram que qdo um rapaz realmente gostar mim, ele vai gostar do jeito que eu sou,sem por e nem tirar…quem sabe seja este rapaz magro…..quem sabe um dia possa dizer pra vcs oq virou isso …..mas queria dizer pra Gorda Solitária larga este homem e vah ser feliz oxi….ja vi garotas mais gordas q eu lindasss…

    • Mona

      Nossa Patrícia, quanta amargura… Que tal parar com as salas de bate papo e ir sair com algumas amigas? Conhecer gente legal… Ficar encanada em “desencalhar” é o melhor espanta neném que existe. Encontre uma amiga legal, vá sair só por sair, faça uma maquiagem perfeita, arrume o cabelo, as unhas, compre uma roupa… depois dessa arrumação sua auto-estima já estará melhor. Aí vc sai de boa, conversa, ri, brinca, e fica muito mais fácil encontrar um cara legal do que em casa, emburrada na frente do computador!
      E o cara não precisa também ser um Brad Pitt… menos… se o cara for legal, gostar de você, mesmo que ele não pareça nenhum modelo, pode ser que ele te faça muito feliz. Não tem que sair pegando a barangada, mas também não coloque tão altas suas expectativas Se mulheres saradas arrumam caras como o Belo… Ronalducho… Dentinho… Então um cara médio já era pra te animar né colega! Mais bom humor, e menos baixa estima!

      Agora resolvi acabar com o sedentarismo e estou fazendo uma Luta… na minha academia, nessa turma em específico só tem homens porque as gurias não aguentam … E olha minha cara de preocupada! Prefiro 20 armários no tatame que 10 magrelas me encarando na academia normal. Resultado: Não perdi uma grama (cada treino consome até 1000 calorias, eu comendo alface… e nada de perder quilinhos!!!) mas estou mais leve, menos tensa, mais radiante, e obviamente menos estressada. Sem falar que meu marido nunca mais me contrariou! kkkkkkk
      Aprenda, uma gordinha bem arrumada e feliz é mulher suficiente para derrubar muita patricinha magrela. Literalmente!

      • Marcos

        desculpas escrever no blog de vocês, vejo que fiquei na moderação enquanto outras mensagens já foram aceitas nesse tempo. Peço de desconsidere o que escrevi e apaguem. Obrigado pela atenção e boa sorte a todos.

        • Renata Poskus

          Não, querido. É que eu quero usar seu texto para fazer um post. Posso?

  • marlon alves

    Eu sou magra mas tenho amigas gordinhas e vcs todas sao um show um beijao atodas vcs sao tudo.

  • Sou gordinha tenho as costas largas e sou morena o que eu faco? Eu me acho feia, mais as pessoas me acham bonita ,o que eu faco?

  • Arachne

    Eu tenho um probleminha semelhante…para além de gordinha, o que visto é basicamente preto (tenho uma paixão por moda alternativa, principalmente gótica, mas, como é óbvio, é dificil encontrar algo que dê para mim). O meu namorado é magro, tal como neste caso. Então o que é que se sucede? Na universidade onde eu ando, já há gente a dizer (mesmo gente que não me conhece a mim ou ao meu namorado, e mesmo gente da minha própria turma) a dizer que o meu namorado se está a “desperdiçar” por namorar uma “gorda”.
    Ora, isto é uma das coisas que está mal com o mundo. Se as pessoas olhassem para a pessoa e ignorassem a aparência dela em vez de mandar bitaites, e tentassem conhecer a pessoa, as coisas andariam melhores. É por estas e por outras que grande parte das pessoas que eu conheço não me conhece verdadeiramente. Porque olha para mim e pensa algo do género “Ah, aquela é gorda, não merece o meu tempo, tchauzinho”. E não digo que são só as pessoas magras que dizem isto, atenção. São as invejosas.

  • ola eu sou o daniel solteiro estou aprocura de um grande amor face daniel.2403@hotmail.com

  • Paulo Cezar

    ola se tiver uma gordinha triste e solitaria…saiba que eu estou aqui manden-me um email .estou esperando!

    • jullyana

      oi td bem com vc ?

  • Eliana

    eu sou gordinha e meu amor é magrinho, e ele me da colinho *—-*

  • Fabio sanches

    Ola vc gordinha que esta a procura de uma pessoa para relacionamento serio stou aqui .. sou de são paulo sp z/o tenho 38 anos 1.80 70 kg se quiserem podem me add no face aceitarei com um imenso prazer bjux a todas .Bonny roots

  • Junior

    Legal esses casos. Sou magrinho e achava que as gordinhas preferiam os mais fortinhos ou gordinhos, portanto, fiquei um pouco espantado. Quando falaram em magrinhos pensei que eram os homens “normais”, mas nao, nas fotos sao cara tao magros quanto eu. Parabens aos casais, boa sorte, e nao deem importancia aos comentarios preconceituosos de pessoas que na verdade tem inveja de seus relacionamentos.

  • aline

    oii , faz mais post para meninas adolescentes que são gordinhas

  • Roselia Reis Borges de Melo

    Eu sou gorda e já sofri vários preconceitos e perdi vários namorados. mas uma coisa eu sei sou gostosa na cama.

  • Iara Oliveira

    Quando há amor, qualquer problema vira solucao. Eu amo muito as gordinhas, tenho uma em casa que me dá prazer a 30 anos. bjus lindinhas

  • Marco Paulmer

    fala sério né,so tem gostosas nessas fotos…rsr tem nada de gorda ai rsrs
    todas delicosas,minha namorada é dobro de vcs e eu peso 60kg,e nossa, a traçao é fortissima

  • Milena Ferreira

    UUhhuuuullll , três vivas para as gordinhas. Somos lindas, maravilhosas, sensacionais e beijinho no ombro dos incomodados :*

    • Iravan

      Muito bem linda, gostei.

  • Guilherme Belmont

    Por que gordinhas gostam de magrinhos? Foi até uma gordinha que me disse isso depois que lhe falei que andava recebendo cantadas de gordas.

    • Daniel Girald

      Nunca parei para pensar nisso, mas é verdade. Tem umas que já chegam naquela marcação cerrada e não tem nem como negar fogo.

  • Pingback: Sou gorda e tenho medo de "quebrar" um magrinho - Blog Mulherão()