18 de agosto de 2015 19:28

Por Renata Poskus Vaz

Outro dia, uma jornalista me ligou para falar sobre um texto que fiz aqui no Blog Mulherão sobre a música Gordelícia, dos Raimundos.

Segundo ela, na redação, ninguém achou a música ofensiva. Então eu perguntei se havia alguma gorda entre as pessoas que não acharam a música ofensiva. Minha pergunta foi sucedida pelo silêncio. Ou seja, é claro que quem acha besteira, engraçada e até uma homenagem não está na nossa pele… Não é gorda! Então como definir se ela é ofensiva ou não se você não é a personagem ou destinatária desta mensagem/música?

Eu já disse e repito, que música é arte e liberdade de expressão. Acredito que seus autores tenham todo o direito de usar gordas como objeto de suas chacotas. E nós, exercendo a mesma liberdade de expressão, temos o direito de não achar graça disso e manifestar livremente a nossa reprovação.

Abaixo, mais algumas músicas que zombam de gordas:

Pretinho básico – RAP das Gordas

Pretinho Básico é um programa de rádio da Rede Atlântica, uma espécie de Pânico na TV versão pobrinha. Essa mesmo Rádio Atlântica plagiou um texto aqui do Blog Mulherão e usou em seu portal. Mas tudo bem, esse assunto de falta de ética e desrespeito à propriedade intelectual a gente deixa para outra hora. O Rap das Gordas é uma paródia de um rap muito conhecido, o Diário de um detento, dos Racionais MC’s. Mais um exemplo de fazer graça a todo custo.

Fred e Gustavo – Ex-gordinha

Resumindo a música EX-gordinha de Fred e Gustavo, ele fala de uma gordinha com quem ele já havia ficado e que queria ficar com ele de novo. “Ignorei e a coitadinha ficou no canto Na vontade, já tava me apaixonando”, diz um trecho da canção... Depois, a gordinha que ele rejeitou emagreceu e ele passou a correr atrás dela. Como podem notar, essa não é uma homenagem. É fato que acontece com muitas de nós. Lembrou-me, inclusive, de um fato recente na minha vida, quando um cara disse que se casaria comigo se eu emagrecesse 20 Kg e eu respondi: “eu também caso com você se seu pinto esticar mais 10 cm”.

Zé Fortuna e Pitangueira – Moça Gorda

O início do bullying com gordas no cenário musical se deu com essa dupla sertaneja das antigas, Zé Fortuna e Pitangueira. Não vou comentar muito porque um deles já foi para o céu e eu não falo de pessoas que não estão presentes para se defender. hahahaha

Mc Mestre do Nada – Senta comendo mingau

MC Mestre do Nada – Que é isso gordinha

MC Mestre do Nada… O que tenho a dizer desse cara? Nada, nada, nada! Tá, rimou. Bom, o cara canta funk e tem alguma obsessão com gordas e comidas. Na música Senta comendo mingau, uma sucessão de imagens grotescas das 3 gordinhas se empanturrando de comer (deve ser uma tara desse funkeiro). O que me deixa super triste é saber que essas meninas se sujeitam a isso.

Na música O que é isso gordinha, a menina pedindo comida o tempo todo.

O que acho mais engraçado em funkeiros que zoam gordas é que nos morros, comunidades, favelas a maioria das mulheres é gorda. O que custa mais barato, um pé de alface ou um pacote de macarrão? Quem não tem grana come coisas não muito saudáveis e mais baratas para sobreviver. Não significa comer mais, mas comer pior. Isso leva à obesidade. E alguém da comunidade zuar essas mulheres é muito cruel.

MC Dido – Gordurosa

Não vou comentar nada sobre a música Gordurosa do MC Dido, do Borel. Para ele, essa música é de uma fase light. As proibidonas faziam apologia ao tráfico de drogas. Foi preso várias vezes e fazia o maior sucesso, quando a internet e o funk ainda nem tinham essa potencia toda. O cara hoje se autointitula Dido de Deus, virou pregador. Segundo suas palavras: “a língua tem o poder de beatificar e destruir”.

Raimundos – Gordelícia

A gente já falou sobre a música Gordelícia aqui no Blog Mulherão. Clique aqui e relembre.

Os Pedrero – Pin Up Gordinha

Mais uma música dessas que falam que gordinha se entope de comer e bla bla bla. Qual a dificuldade dos caras fazerem uma música sem descera lenha em mulher? Sim, não estou falando só de gordas. De forma geral, os caras curtem acabar com mulheres em suas músicas.

E você, leitora, conhece alguma música que ofenda as gordinhas? Comente!

  • Thaísa da Silva

    Confesso que essa música ”Fofinha linda” do Sorriso Maroto, desde que surgiu me incomoda muito. Entendo que de alguma forma, ele quis fazer uma homenagem, e sei que muitas meninas gordinhas gostam, no entanto não gostei.E acho esse trecho machista: ”Ainda por cima é moça
    Essa bicicleta ninguém pedalou
    Dá tudo errado
    Sempre que ela vai fazer amor…”
    Quem quiser ver a letra inteira, aqui está o link: http://letras.mus.br/sorriso-maroto/fofinha-delicia/

  • Bruna Oliveira

    Adooooreei!
    “eu também caso com você se seu pinto esticar mais 10 cm”
    kkkkkkkkkkk!!

  • jess

    Foi exatamente isso que falei no post sobre gordofobia no meu blog. A musica do Fred e Gustavo não me ofendeu pelo fato de eu ser gorda, mas pela forma preconceituosa como fomos retratadas…

  • Ei Amiga

    Total absurdo. É exatamente como você disse, quem acha graça, ou acha que não tem problema nenhum esse tipo de coisa, é porque não vive essa realidade.
    Beijos!
    https://eiamiga.wordpress.com/