3 de setembro de 2015 23:49

Por Filipe Aoki

Desde que o mundo é mundo, os seres humanos se relacionam uns com os outros. Começou com Adão e Eva e a coisa foi indo e hoje tá aí desse jeito que a gente tá vendo. Antigamente, nos tempos das cavernas, era mais fácil. O cara que conseguia caçar o antílope, espantar o leão e trazer carne pro jantar, era o que conquistava a garota. Fácil, né?!

Com o tempo, a coisa foi ficando mais complicada e, hoje em dia, saiu de cena a caça e entrou o Tinder. Deixamos de procurar a carne, pra oferecer selfies e curtidas no Instagram e a coisa ficou muito focada na parte visual do que na obtenção de proteínas. São os tempos modernos, a gente se adapta, né?!

A única coisa que não mudou foi que, depois que duas pessoas começam a sair, se gostam e o relacionamento evolui, um namoro acontece e, inevitavelmente, chega o momento onde você precisa apresentar sua namorada para sua família e seus amigos. É um momento tenso em que ambas as partes costumam não conter de tanta vergonha. Quem nunca passou por isso?

E se você se apaixonou por uma gordinha e quis o destino que vocês começassem a namorar, como lidar com o julgamento das pessoas?

Todos nós sabemos que a sociedade se baseia em padrões de beleza e em comportamentos de sucesso, a conquista é uma delas. Sendo assim, é esperado que você conquiste uma mulher que esteja dentro desses padrões e, assim, possa mostrar para seus amigos e sua família que você é um cara bem sucedido. É nesse ponto que você enfrenta um grande dilema, está apaixonado por uma gordinha e não sabe como apresenta-la para seus conhecidos sem que eles o julguem por isso.

Então, hoje, você vai descobrir, em quatro passos, como apresentar sua namorada gordinha para sua família e seus amigos.É simples. Vamos a eles:

 

  1. Marque um encontro entre todas as partes envolvidas. Afinal, elas precisam se conhecer, não é mesmo?
  2. Escolha um lugar agradável. Pode ser sua casa, a casa dos seus pais, dos seus amigos, um bar legal. Enfim, um lugar onde todos estejam confortáveis.
  3. Comida! Algo sempre importante, afinal, gordos ou magros todos nós nos alimentamos e, claro, gostamos de comer bem. Então, faça ou peça comida de qualidade. Nada fitness. Deixa a crepioca de atum pra outro dia. Invista em pizza, hamburguer, bacon (nunca esqueça do bacon).
  4. Por fim, prepare todos e apresente a amada da seguinte forma. (PRESTE ATENÇÃO):

– Mãe, pai, amigos. Essa é a Fulana, minha namorada.

 

Perceba que, em nenhum momento, foi citado o fato dela estar acima do peso. Sabe por que? Porque isso é irrelevante.

Eu sempre gostei de gordinhas, isso não é segredo pra ninguém e, quando mais jovem, eu enfrentei este tipo de dilema até perceber que não importa o que os outros pensam, o que importa é ser feliz, tanto você, quanto a pessoa que está com você. E, mais do que isso, cada um de nós precisa trabalhar para que as pessoas não tenham este tipo de pensamento preconceituoso.

Quantas vezes nos deparamos com comentários irônicos e jocosos de pessoas que, ao verem uma pessoa acima do peso e uma magra, insinuam que o(a) gordinho(a) deve ser rico e que a outra pessoa está com ela por interesse. Isso precisa mudar. E eu falo, por mim, quando estou com uma gordinha, eu estou porque gosto dela e não me importo com a conta bancária dela, com o emprego que ela tem, com as estrias, com a celulite ou com aquela gordurinha sobrando (até gosto, confesso rs).

Eu sempre gostei de gordinhas e eu já fui muito gordo (muito mesmo) e as pessoas insinuavam que eu só gostava delas pq eu era gordo e que, quando eu emagrecesse, eu iria preferir as magrinhas. Pois bem, surpresa, 80 kgs mais magro, eu continuo gostando de gordinhas porque eu me apaixono por pessoas e não por padrões estéticos. Eu me encanto por personalidades e não por IMCs. E as pessoas que convivem com você precisam entender isso.

Importante lembrar que pode ser que, em algum momento desse encontro, alguém faça uma piada relacionada à peso. Você tem que se posicionar de uma forma que deixe sua parceira confortável porque, pode ser que ela não diga isso, mas são grandes as chances dela estar incomodada por dentro. Tome a dianteira e mostre que seu objetivo é estar com aquela pessoa e, pra isso, você quer que ela esteja o mais confortável possível dentro de sua casa e dentro de seu círculo de amizades. Se algum amigo seu não entender isso, ele não merece sua amizade e, mais do que isso, você não deve se esforçar em manter um vínculo com alguém que pensa tão pequeno.

A felicidade reside na aceitação em ser feliz e você condicionar sua felicidade à exigências fúteis é o primeiro passo para matar sua possibilidade de ser feliz. Independente de peso ou padrão de beleza, seja feliz, com quem te faz feliz.

Foto: adipositivity.com

  • Paulo Henrique Nogueira

    Estou a 9 anos com a minha namorada, nos conhecemos desde o colégio e nunca tive vergonha de falar que ela é gordinha. Também não gosto que ela tenha vergonha do corpo dela, pouco me importa a opinião dos outros.

    Homem que é homem gosta e se apaixona pela mulher independente da forma fisica dela. Homem que é homem gosta de mulher. Você pode ter sua preferência por magrinhas ou outras, mas deve sempre tratar bem uma mulher.

    • Parabéns, Paulo. Torço pela felicidade dos dois porque o que importa é o que vocês sentem um pelo outro.