gorda 10
14 de setembro de 2015 14:28

Por Renata Poskus Vaz

Sou gorda, tenho um blog para mulheres gordas. Defendo que a beleza da mulher gorda seja valorizada. Prego que a beleza que vemos nas passarelas não seja encarada como comum de se encontrar pois, hoje em dia, mulheres com corpos parecidos com o da modelo plus size Fluvia Larcerda são mais comuns do que corpos como os da Gisele Bündchen.

Ok, mulheres magrinhas podem não ser mais a maioria no mundo inteiro, mas elas existem. Não serem comumente encontradas é diferente de não existir. E ao contrário do que defendemos até como forma de auto-consolo, nem todas as mulheres magras fazem sacrifícios para se manterem magras. Comem, comem muito, são magras e pronto. Elas existem! Estão por ai, povoando o planeta terra, lindas como nós. Então, dizer que “apenas mulheres gordas tem a beleza real”, não condiz com a realidade. Todas as belezas são reais.

Como podemos ser felizes diminuindo a beleza de mulheres diferentes da gente? Mulheres magras sofrem também, e muito! Enquanto éramos chamadas de baleia assassina na escola, lá estavam elas sendo chamadas de Olivia Palito. Enquanto, na adolescência, nossos seios eram visíveis e nossas curvas chavam atenção, o corpo de muitas das meninas magras era reto, quase infantil, e garantia piadas tão cruéis quanto a que nós sofríamos.

gisele bundchenGisele Bündchen

Se empoderar como mulher gorda deve acontecer sem menosprezar as mulheres magras. O grande segredo de todas nós é esse. Entender que todas somos mulheres, lindas, poderosas e com uma capacidade imensa de transformar o mundo. E que não devemos fazer guerra entre gorda e magra.

E por falar em piada, a gente aqui, vez ou outra, posta uma gracinha dizendo que gordas são melhores nisso ou aquilo e vemos o quanto magoamos algumas mulheres que, assim como a gente, não tem quilos sobrando, mas também busca recuperar, manter ou transbordar a autoestima. Nós estamos de olho em nós mesmas, acredite! E vamos mudar o discurso que apresente incoerência.

fluvia lacerdaFluvia Lacerda

Aproveito para pedir que as magrinhas, ao ver uma manifestação de gordinhas sem comparação com magras, que não encarem como uma ofensa. Uma gorda postar na internet: “sou gorda e linda” é bem diferente de dizer “só gorda é linda”. Aí não estamos tentando diminuir vocês, apenas dizendo: “eu me amo como sou”, apenas isso.

****

E para coroar a paz entre gordinhas e magrinhas, peço para nossas leitoras enviarem fotos com amigas/irmãs magrinhas, contando sobre a relação de companheirismo e amizade de vocês. BLOGMULHERAO@HOTMAIL.COM Assunto: magrinhas e gordinhas. Postaremos algumas aqui no Blog, dia 21 de setembro, dia da paz. 🙂

  • edilane ferreira de sá

    oi renata você viu a entrevista da atriz Betty Faria dizendo ter repulsa de mulheres gordas? vc é nossa defensora, gostaria de ver sua resposta sobre isso, um grande bjo sou muito sua fã