26 de dezembro de 2009 20:33

Por Dani Lima

Esta é a manchete do preview que está disponível no Models.com, da edição de Janeiro  da revista V Magazine, que tem as modelos plus size como tema para a matéria de capa.

O editor da revista, Stephen Gan, diz que “Todo corpo é bonito e essa edição vem para provar isso“.

Nas fotos do preview, que correspondem ao primeiro dia da sessão de fotos, encontramos Crystal Renn e a modelo-magrinha-convencional Jacquelyn Jablonski, clicadas por Terry Richardson, em poses parecidas e roupas iguais, atendendo basicamente – e em tese – ao que clama a manchete (um tamanho veste à todos os corpos – numa interpretação livre, são looks descolados e bacanérrimos de primavera que funcionam para uma gordinha tanto quanto para uma magrinha! )

(clica que aumenta!)

Eu acho a idéia da revista bem digna e válida, talvez até necessária, já que nem é preciso dizer o quão desagradáveis são as revistas com moças-sacos-de-ossos nas capas. Porém, mais digno e válido ainda, seria se isso não acontecesse apenas vez ou outra, e as plus size conseguissem um espaço merecido e grandiiinho em edições de outras grandes magazines com frequência!

A revista chega nas bancas dia 14 de Janeiro e eu volto pra mostrar à vocês o resultado! 😉

Como é de costume, muitas de vocês vão olhar pra foto, achar a Crystal magra e vão ficar revoltadas comigo falando que tô fazendo apologia ao pseudo-plus size! rs Pois bem, também não acredito que ela seja  gorda e com certeza está bem longe de ter o meu corpitcho – embora trabalhe como e seja uma conceituada modelo plus size internacional – mas a grande sacada que podemos ter ao encarar essas matérias, é a abertura que as meninas mais cheinhas estão tendo, à um mundo em que eram excluídas. A Crystal pode – e é – magra para o que conhecemos como gorda, mas ela é gorda para o que a moda conhece como modelo ideal. E participar de uma matéria de capa para uma conceituada revista, com direito à recheio-editorial, não deixa de ser uma quebra de padrões. E não é “se contentar com pouco”… é ver um avanço satisfatório para alcançarmos nosso lugar!

  • Tudo de bom esse início né?
    Falei sobre isso outro dia no blog tbm , não com tanto glamour como vc fala huahaua + deixei o recado que estamos ganhando espaço sim.

    Quem achar Crystal magra demais para ser Plus Size, é interessante saber que ela já sofreu com anorexia, e hoje é 20 quilos mais gorda do que precisaria ser para ser uma modelo padrão.

    ela escreveu um livro cujo nome é HUNGRY [faminta] onde ela conta o que passou para ser uma mulher magra.

    E neste livro essa TOP MODEL PLUS SIZE [que não curte essa nomeclatura pois acredita que todas são modelos indepedente do tamanho]
    Faz um alerta a nós :

    A felicidade não está na balança.
    Menos peso não significa mais alegria de viver

    Eu mesmo antes de ler sobre ela, sempre disse que se minha felicidade for ser medida na balança eu sou muitoooo feliz 🙂

  • Thais

    “Eu acho a idéia da revista bem digna e válida, talvez até necessária, já que nem é preciso dizer o quão desagradáveis são as revistas com moças-sacos-de-ossos nas capas ”

    Acho a expressão “moças-sacos-de-ossos” particularmente desrespeitosa. Se a contrapartida (saco-de-banha) é absurdamente grosseira , não deveríamos adotar dois pesos e duas medidas.

    Não me parece razoável pregar o respeito e a coexistência de diversos se são usadas as mesmas formas de desmoralização.

    Não entendam como uma provocação, absolutamente não se trata disso, só acho que incorreriam nos mesmos erros que há tempos vêm cometendo o pensamento massivo, sobre o qual se sustentam os paradigmas estéticos atuais.

    Abraço

    • Dani Lima

      Thais, tudo bem, bonita?
      Pode ficar tranqüila porque nunca encaro nada como provocação… a não ser que me chamem de feia, boba, chata… rs

      Acredito que você deva ter conhecido o blog recentemente e não costuma acompanhar meus posts, em específico. Prego uma forma mais aberta e menos – bem menos – convencional de expor assuntos corriqueiros ou até mesmo polêmicos. Gosto de exaltar o bom humor sempre, e justamente por isso, editei a expressão que você citou em itálico, para que não entendessem como ofensadescarada, mas ainda assim como protesto, numa forma despretenciosa, às capas usuais de revista, com suas modelos convencionais.

      Mas todos temos nossos direitos à interpretações diversas!

      Caso se sinta à vontade, continue visitando o blog que vamos adorar sua presença e seus comentários! 🙂

  • Flávia Guedes

    Bom, sou nova nessa coisa de blog, mas estou fascinada por td que leio aqui!!! rsrsrs…
    Finalmente encontrei um espaço onde me sinto igual a todas.
    Quanto a matéria, quebrar padrões não é uma coisa muito fácil e qualquer iniciozinho já um passo enorme! Realmente se fomos comprar ela com várias mulheres por ai ela parece ser magra, mas imagino o quanto deve ter sido discriminada no meio de tantas modelos magrinhas e consideradas dentro dos padrões.
    Na verdade aos poucos vamos ganhando nossa espaço!

  • Silvia Neves

    Isso só vem nos provar que podemos todas as coisas. Não devemos deixar que outras pessoas digam o que podemos ou não fazer, podemos ou não vestir e por aí vai…..
    Somos pessoas normais, só que temos mais recheio, e cá entre nós, o recheio é que é o melhor de tudo.
    bjokas a todas

  • regina rios

    Adorei ver seu depoimento no final da novela viver a vida.Já fui gordinha, sei como é o preconceito.Mas tem que passar por cima disso e ser feliz.

  • Olá meninas, tudo bem?!

    Entro sempre no blog, mas confesso que essa é a primeira vez que comento.

    Gosto MUUUUITO de tudo que leio e sinceramente gostaria de pensar como vocês [ me refiro à questão de aceitação ], mas isso ainda é muito difícil para mim!

    É bacana saber que as roupas para as gordinhas estão sendo mais ‘elaboradas’, é interessante perceber como o mercado começa a nos olhar como um público em potencial [ e de bom gosto! ], mas ainda assim acho que a discriminação é muito grande [ aliás, sempre vai ter, né? ] – e os preços também! 🙂

    E sinceramente? A roupa ficou BEM MELHOR na Crystal…espero que essa moda pegue ! rs*

    [ posso sugerir um tema para um post? ” A discriminação dentro de casa ” – talvez vocês já tenham falado sobre isso, mas seria interessante abordar esse tema de uma maneira mais profunda…é triste viver ‘o quanto você pesa vale mais do que o seu carater ‘… falo isso por mim, onde por algumas vezes já ouvi de meu irmão mais velho ‘ você não presta nem pra ser p$@%ta , gorda desse jeito ‘… Aliás, hoje foi um desses dias… ]

    Um grande beijo para TODAS e TODOS !!!!

    obs: não vi o depô na Globo, mas fiquei super feliz em saber que houve um retorno tão grande!!!!!

    É isso aí !!! Felicidades à todas nós !!!!

    Shalom.

    • Lê, nem liga não para seu irmão tbem tenho um com 16 anos, quando brigamos e ela começa me chamar de gorda se acha ke fiko kieta, vou e retruco msmo eu ainda vixiii, mas não ligue seja mais vc , hj em dia meu irmão não faz mas isso mas , é só as vezes ai brigo com ele pq não somos obrigadas á escutar o ke nos aflinge aliás o ke não queremos vc sabe disso , então sempre seja vc msma e se imponha …
      bjokas dri!!

  • Liria

    A MODELO CRYSTAL É UMA VITORIOSA, PORQUE VENCE A ANOREXIA É UMA GRANDE VITÓRIA…ACHEI ELA LINDA TEM PERNAS LINDAS….
    QUE MARAVILHA TER MODELOS MAIS CHEINHAS NA CAPA DA REVISTA….E QUE VENHAM MAIS E MAIS CAPAS DE MODELOS PLUS SIZE…
    BEIJOS

  • Realmente este assunto está cheio de polêmica. Modelo GG MAGRA? Esquisito, né? Acho que elas começaram plus size, mas, não aguentaram a pressão e acabaram fazendo regime para emagrecer, e agora estão com corpo de modelo normal. É a minha opinião.
    No meu blog tem até uma matéria sobre isso: REVOLUÇÃO DE IMAGEM CORPORAL.

    ADORO VCS!!!!

    Passa lá:

    http://garotaglamourosa.wordpress.com

  • Olá
    Primeiro gostaria de falar que adorei o depoimento na novela. Foi emocionante, me identifiquei bastante. Acho que já tinha ouvido falar do blog Mulherão pela Veja e depois do depoimento, como blogueira de plantão, fiquei tentada a ver esse trabalho.
    Adorei o blog, toda a idéia por traz dele, enfim tudo. Vocês estão de parabéns pela iniciativa!
    Inclusive, adorei o ensaio fotográfico, a Crystal é linda demais, em todas as fotos tive uma certa impressão que ela estava mais bonita que a modelo magra.
    Sem preconceitos. 🙂
    Beijos

  • À sim amei , pq tem que sim haver quebra de padrões imposto pela sociedade, pois achei mtu legal, pois quem diria que colocaria uma modelo Plus Size , aliás ke não acho ke é mas , como no mundo de modelos magras ela ta gorda né?? mas enfin achei essa iniciativa mtu legal, parabéns p o mundo, pois somos tdos iguais independente do nosso peso, pois não devemos nos sentir diferente de ninguem somos lindas msmsoGG salve , salve mundo Plus !!!
    bjokas

  • Kamila

    Dani,
    que bom que este “abrir de portas” para uma nova estética sem esteriótipos! Realmente a modelo gordinha me pareceu magra … (você sabe qual o manequim ela veste!) Mas que bom este espaço e que bonita as roupas da foto.
    Sem querer cobrar…mas já cobrando: estou ansiosa pelo segundo post moda praia que foi prometido,
    Té mais.

  • Liria

    DANI,
    É A MODELO GORDINHA PARECE MAGRA, MAS COM CERTEZA COM BEM MAIS CURVAS QUE A MODELO MAGRA….QUE PERNAS LINDAS ELA TEM MAIS CHEINHAS….BEIJOS E AMO AS MATÉRIAS DO BLOG…
    LIRIA

  • Lali

    que demais!

    Danii!
    eu queria pedir uma matéria sobre moda! sobre calça saruel para gordinhas! pode? fica legal desde que com a blusa certa? vi no site da kauê a modelo usando, me encantei! deve ser maravilhosa aquela calça! Obrigada desde já lindinhaaa! adoro o blog!
    beijos

  • alexandra

    Só uma obs… não dá vontade de dar um dinheiro pra a modelo magrela e mandar ela ir comer alguma coisa??? gente, parece q ela tá doente!!
    A crystal, mto mais saudável… não vi o plus do size dela, mas fazer oq… a moda tem um padrão totalmente diferente do nosso, ne?
    bj

  • Dani, apoiadíssima no discurso da caixinha cinza!
    As pessoas não entendem que no exterior, uma modelo plus size é no máximo manequim 48! A Fluvia Lacerda é uma das grandes, porque a maioria é manequim 44/46.

    E esquecem também que é um processo, não dá pra tacar uma mulher de 120kg direto. As pessoas que acham bonito ser magros precisam de uma transição suave, coisa que a Crystal oferece. Se tivessem colocado uma mulher realmente gorda, muita gente ia ter ficado com nojo (desculpa a franqueza, mas é a mais pura verdade). Espero que tenha cada vez mais modelos plus size, pro povo começar a achar normal não ser magra, e aí poderemos ter modelos de todos os tamanhos nas revistas.

  • Carol

    Vi uma matéria com modelos plus size gringas que lá fora quem veste a partir do tamanho 6 ( o nosso manequim 40) já é considerada plus size. A Crystal se diz ser tamanho 12 ( ou maneq. 46). É óbvio que as poses e as a modelagem das roupas criaram uma Crystal mais magrinha ( o que é ótimo, não?), mas quem quiser pesquisar outras fotos da moça vai ver que esta ainda tem bastante ‘recheio’ :).
    Concordo com o q a Litha disse aí em cima. Realmente é preciso ter uma transição suave. Colocar uma modelo super magra ao lado de uma super gorda iria contra o título do editorial ( um tamanho veste todas) pq seria bem dificil achar roupas que valorizassem os dois corpos.

    Eu acheio o ensaio bonito e entendo a jogada de marketing da revista, mas o que seria legal mesmo seria o uso de modelos Plus size em editorias sem precisar deste estardalhaço todo. Tipo: ‘quem perceber que ela é plus size percebeu, se não perceber tbm tá ótimo, sabe?’

  • Adriana

    Olha, meu marido morou em Connecticut-CT dois anos, disse que lá nos EUA é muito comum ver outdoors com modelos plus lindíssimas. Alias nos Shoppings tb é comum vê-las nas campanhas das lojas. Ele até ficou admirado com a atitude das lojas justamente colocarem suas campanhas ao lado das campanhas de modelos como Gisele Büdchen, e sem exagero nenhum, o sucesso era igual! Ele e muitos colegas ficavam de queixo caido com a beleza das modelos plus.