17 de março de 2017 02:07

Vai chegar o momento em que teremos um dia só com grifes plus size masculinas se apresentando no Fashion Weekend Plus Size. Por enquanto, a oferta de produtos no mercado plus size cresce, mas os homens ainda sofrem mais para encontrar roupas com estilo. Uma grife que vai na contra-mão, investindo em novas estampas, modelagens e aumentando sua grade de produtos para o público masculino, é a UMEN. E é um sucesso!

A UMEN se apresenta pela segunda vez no Fashion Weekens Plus Size que acontece no próximo domingo, 19 de março, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. A UMEN tem DNA, estilo e faz grande sucesso. Calças e camisas slim, também fazem parte da coleção. Para o FWPS a equipe de estilo promete levar calças coloridas e camisas estampadas com uma pegada rocker e vintage.

Na seleção de modelos  da UMEN brilham mais de 10 rapazes. Convidamos 5 deles para o primeiro editorial de divulgação  com modelos masculinos do Fashion Weekend Plus Size, e looks da UMEN. Os cliques são da fotógrafa Adriana LibiniO local escolhido para as fotos é a Barbearia & Bar Nostra Máfia, que fica na Rua Padre Estevão Pernet, 699, no Tatuapé. Não podia ter cenário melhor para esse nosso time de barbudos, não é mesmo?

Conheça os rapazes:

Roberto Labate, casado, 36 anos, 1.80m e 130kg.

Atuando como modelo plus size desde 2010, Roberto já participou de campanhas para grandes lojas como Marisa, Prernambucanas, Besni, Malwee, entre outras. Participou de 4 edições do Fashion Weekend Plus Size, sendo um dos primeiros homens a desfilar no evento. Roberto é empresário, Diretor Executivo da Braavo E-commerce, plataforma profissional para lojas virtuais. “Hoje sou muito bem resolvido com meu peso, sou gordo desde pequeno e já tive fases em vários tamanhos, às vezes mais, outras, menos gordo”, declara.

Edu Rodrigues, 25 anos, 1,81m, 120 Kg, modelo plus size, solteiro
Trabalhando exclusivamente como modelo, é um dos plus size mais requisitados no mercado. Sua carreira é recente, apenas 2 anos, mas ele se dedica para expandir sua carreira e sonha em poder representar o Brasil em trabalhos como modelo no exterior. Sua dedicação à carreira o leva a uma rotina de exercícios físicos e alimentação balanceada.  “Até os meus 19 anos eu tive muitos problemas em saber lidar comigo mesmo.Por não me aceitar gordo, escolhia sempre me isolar do grupo, não tirava a camisa na praia por vergonha, deixava de ir a passeios escolares. Tinha muitos problemas para me relacionar com mulheres, tentava sempre me esconder. Tive muita dificuldade de encontrar o que vestir, usava sempre o que tinha na loja e não o que gostaria de usar. Sentia-me muito triste em ter que sair pra comprar uma roupa, sempre era uma dificuldade, só saia pra comprar em extrema necessidade, pois sabia que seria algo irritante. Com 20 anos eu decidi morar na Capital – SP e trabalhar,foi onde eu consegui sanar minha necessidade Social. Consegui me aceitar e fazer parte de grupos,fui muito bem aceito e vi que o problema era a forma  em que eu me olhava. Passei a resolver “problemas”. Se eu estava incomodado com algo no meu corpo eu procurava melhorar através de Reeducação Alimentar e Exercícios Físicos. Hoje tenho uma boa Estima, continuo me exercitando pois tem feito muito bem pra mim, vou a praia de sunga,não tenho problemas em me relacionar com ninguém por ser gordinho e o principal de tudo, hoje eu me amo!;, afirma.
Raul Aro, 26 anos, 115 quilos, dj e produtor de eventos, solteiro
Ele parece tímido, mas já é íntimo das câmeras. Participou de editoriais de moda plus size, filmes publicitários e  até mesmo de um desfile na  Erotika Fair, maior feira erótica da América Latina. “Depois de muito tempo brigando com a balança, sofrendo bullying na escola, entendi que eu sou saudável do meu jeito, sou bonito da forma que sou e se toda turma tem que ter um gordinho, esse sou eu! Me aceitar foi a forma mais eficaz de elevar minha auto estima”, afirma o rapaz.

Diego Capuchinho, 27 anos, solteiro, 1,75m, 130 KgMesmo usando manequim 52 e sendo gordo há um bom tempo, Diego nunca teve problemas de autoestima. Tanto é que se formou em educação física, nunca questionou seu sonho e não viu em seu corpo um impedimento. Hoje, acompanha a rotina de exercícios físicos e treinamentos de fisiculturistas, obesos, cardiopatas e idosos. Continua treinando, trabalhando e se divertindo. Entrou na carreira de modelo por acaso: “Muitas pessoas perguntavam o porquê eu não entrava no mundo da moda plus size. Pesquisando sobre a moda plus size masculina,  só via um modelo com vários trabalhos, o Roberto Labate. Encontrei -o no Facebook e ele me aceitou e passou todas as coordenadas de como ser um modelo de sucesso e me indicou o meu primeiro trabalho. Sou totalmente grato a ele, além de colega de trabalho é um grande amigo”, declara o grato Diego.

Akeen dos Santos, 24 anos, 1,96, 150 Kg.
O enfermeiro deu o que falar na última edição do São Paulo Fashion Wweek, ao desfilar para a LAB, grife de Emicida. Ele foi o primeiro gordo a pisar na passarela do maior desfile fashion do Brasil. Com pouco mais de 1 ano de carreira, é um dos mais solicitados modelos plus sizes. É a grande estrela da UMEN. “Nunca me importei com ofato de ser gordo, mas antes fugia das câmeras. Só me aceitei mesmo aos 17 anos”, conta.
Para conhecer a UMEN, acesse: www.umenloja.com.br
Mais informações sobre o FWPS: www.fwps.com.br