31 de julho de 2009 13:01

Lu

Por Luciane Russo

Cada dia mais me convenço da crueldade da sociedade em relação as pessoas tidas como fora dos “padrões”. Ao folhear as revistas, nunca nos deparamos com imagens de pessoas comuns, aquelas como nós, que andam pelas ruas e que cruzamos todos os dias.

Concordo que para vender sonhos e desejos é necessário despertá-los, mas porque não com pessoas normais? Claro, bem arrumadas e produzidas, creio que nenhum de nós faria feio ou deixaria a desejar aos modelos. Com a diferença, de que, pessoas normais, você conhece e se identifica. Ao contrário dos modelos, que são padrões quase inalcançáveis pela grande maioria, não por falta de vontade, mas sim porque cada um tem seu biotipo que nunca será idêntico ao do outro. E aí está a beleza da coisa.

Já imaginou se todos fossemos altos, corpos malhados e louros de olhos azuis? Que graça teria? Seríamos um bando de robôs, sem diferença nenhuma. Sendo assim, se você  ficasse com fulano ou beltrano, daria na mesma, por isso Deus na sua imensa bondade, fez-nos diferentes, únicos, nem mesmo gêmeos idênticos são iguais, só na aparência, porque o que conta de verdade é o interior. Seremos mais ou menos bonitos, dependendo daquilo que temos em nosso interior.

Sendo assim, o que eu aconselho é que nos amemos, mas de verdade. Não da boca pra fora, com o intuito de encobrir um grave problema de auto-estima.

Cuidemos de nosso jardim para que as borboletas venham. Só seremos felizes com alguém, quando aprendermos a ser felizes com nós mesmos, quando tivermos prazer em nossa prórpia companhia, quando nos olharmos no espelho e enxergarmos uma criatura divina, com defeitos sim, mas cheia de virtudes e beleza também.

Aprendamos a nos valorizar como pessoa, profissional, namorada, noiva, esposa, mãe, avó,enfim, como um ser humano que merece todo amor e respeito, de quem quer que seja, mas só teremos isso se primeiro o fizermos com nós mesmas.

Estar fora do padrão não é crime nenhum, e por isso temos de abrir os olhos das pessoas para que elas enxerguem a realidade e se valorizem como são, não como os outros querem que ela seja, só assim teremos um mundo mais belo e justo.

Então, comecemos abrindo os nossos olhos.

Pense nisso. 

 

  • Glaucia

    Se valorizar tem sido a palavra chave na minha vida…
    Me redescobrir como mulher sexy e sensual mesmo com o corpo que tenho….
    Nao me abalar com o preconceito alheio, principalmente em relação a emprego… vcs ja viram qto preconceito pra contratar uma pessoa fora do “padrao”???
    Mais tudo bem… isso infelizmente faz parte… sofrer e se amargurar por isso que nao da nao eh?
    Vida pra frente, cabeça erguida que a felicidade existe e o sol nasce pra todos.

  • Keka Demétrio

    Padrão?!?!?!?!?!

    Nunca digo que algo ou alguém está fora dos padrões…
    Pra mim, fora dos padrões, é quem mergulha em algum tipo de padrão para viver o que lhe é imposto por uma sociedade que nem mesmo sabe o que quer…
    Quem pode saber, a não ser eu mesma, que padrão eu quero pra mim???
    Quem pode saber se adoro misturar roxo com laranja porque chama à atenção ou porque a moda definiu estas as cores padrão do próximo inverno??? Sim, inverno, já que de acordo com as tendências para o próximo verão, as cores predominantes serão o marrom, o verde e o cinza. A moda também é socialmente responsável (marrom e verde pelas matas e o cinza pelo efeito estufa)… afff!!! Mas se eu quiser inverter tudo, e assim me sentir feliz, eu devo sim inverter.
    Pessoas que invertem os padrões têm consciência de que o que incomoda não é estar fora do maldito padrão. O que incomoda as pessoas é que você simplesmente não se enquadra na manipulação de conceitos, você cria seu próprio conceito. E é feliz assim. Sem imposições, sem amarguras, olhando a vida em outras nuances…
    E daí?? E daí que venham todos os padrões que insistem em nos excluir, e que nós, MULHERÕES, possamos banir todos e criar muitos outros, e incomodar muitoooooo!!!!

    Bjoss,
    Keka

  • Olá queridas… Eu tenho passado por tanto preconceito por causa do meu peso, e dentro de minha própria família. Meu marido não liga para o meu peso, muito pelo contrário, ele adora as minhas gordurinhas.. hihihi…

    Mas dentro de minha família é onde eu sofro mais… Não chego ao ponto de entrar em depressão como amigas minhas já sofreram, mas como isso magoa. E o que mais me magoa é ouvir: “Nossa como vc é linda!!! Pq se estragou desse jeito?!” Gente, por DEUS, é o que eu mais escuto das pessoas que me rodeiam….

    Ai ai .. Queria apenas desabafar lindas!

    Um ótimo Dom, beijos, Samira

    PS. Aqui no Rio não existem lojas que possuam roupas adequadas à minha idade (28). Se alguém souber, podem me dar um toque?! Bjuxxxx

    • Heloísa

      Samira, sabe o que eu faço quando alguém fala alguma coisa sobre o meu peso? Eu pergunto na maior cara dura, bem séria:
      – E o que é que você tem a ver com isso? Está se sentindo incomodado(a)? Problema seu, pois eu estou feliz da vida! E você?
      Veja: não fique com medo de magoar alguém da sua família ou algum amigo ao responder comentários sobre seu peso, pois a outra pessoa não pensou duas vezes em meter o dedo na ferida, sem dó nem piedade. Então, fale mesmo!
      Comigo deu certo, e as pessoas que falaram coisas desagradáveis, nunca mais se meteram à besta comigo.
      Eu falo na lata, mesmo quando alguém chega de mansinho dizendo que soube de uma chá “trocentas ervas”, que emagrece ‘X’ kg em 1 mês. Comigo é na hora! Não deixo prá depois.

    • KELLY

      Oi
      Samira, não fica triste, a verdadeira felicidade não está em um corpo perfeito ou esbelto e sim no valor que a mulher se dám pude viver isso ate pouco tempo atras sempre tive um marido que me humilhou por muito tempo só sabia me colocasr defeito e pulga atras da minha orelha cheguei a fazer plastica no meu nariz coloquei sicilone e fic uma lipo sem ter a maior necessidade hoje que resolvi me dar o valor devido me separei dele e como eu pude ser tola de amar mai a ele do que a mim mesma, hoje estou linda e me curando da baixa auto estima que ele conseguiu me incubir, graças a Deus estou na lutam vejo vc uma pessoa feliz ao lado de um marido que te valoriza pelo que vc é boa sorte e se precisar de algo estarei por aqui.

      grande abraço.

  • GarethWyett

    Elo, I am a newby. Better had say howdy.

    See ya! 🙂 and Thankyou

    (apologise if the wrong thread to put this post)

  • Vanessa

    Isso é uma Vdd..
    Falo por mim.. Sou gordinha e não aceitava o fato de ser gorda..
    me sentia feia em relação as minhas amigas,primas etc..
    Tentava varias coisas pra melhora, mas tudo em vão…
    Depois que vi vocês no programa da Eliana.. Parece q Caiu minha ficha..

    Hoje consigo olha pro espelho e me sentir bem com meu corpoo gordinho..

    🙂