19 de abril de 2010 03:54

Por Renata Poskus Vaz

Na fase do namoro, a maioria dos jovens casais mora em casas separadas e a distância e expectativa pelo reencontro faz com que o eles praticamente entrem em ebulição quando se vêem. Neste caso, a saudade é praticamente um elixir da sexualidade. E é por isso que vemos tantos jovens casaizinhos no agarra-garra em pleno shopping Center, ou aquela fila de carros com vidros embaçados nas pracinhas… Eles têm pressa! Pressa porque sabem que logo cada um terá que voltar para a sua casa e só se reencontrará após dias.

Até que o casamento os separe

Com o casamento, a primeira idéia que passa por suas mentes é que poderão, finalmente, ficar sozinhos. Mas junto com a liberdade e privacidade, surgem novas responsabilidades e a correria do dia-a-dia. Com a falta de tempo, o casal deixa para fazer depois algumas coisas como: arrumar o armário, passar roupa ou, até mesmo, manter relações sexuais. Não que falte desejo… Falta tempo!

Sem perceber, passa em suas cabeças que agora que estão casados e vivendo sob o mesmo teto terão todo o tempo do mundo para transar. Para eles, adiar isso em horas ou dias não gerará prejuízo ao relacionamento. Acontece que, às vezes, os dias se transformam em semanas, depois em meses e até anos. E o casal se transforma em apenas “bons amigos”.

Quando a vida sexual da gordinha passa por crise

 

Uma de nossas leitoras escreveu a seguinte mensagem: “Enfrento uma crise em meu casamento. Meu marido perdeu o interesse sexual por mim. Por ser gordinha sou meio sem jeito pra essas coisas. Por favor, me ajudem. Estou desesperada e minha autoestima virou pano de chão.”

Temos a mania de achar que tudo o que dá errado em nossas vidas é pelo fato de sermos gordas. Como descrito no começo do texto, muitos casais, compostos por parceiros gordos ou magros, após os primeiros anos de casamento, passa por uma crise sexual. E quando se fala em crise não quer dizer que aquela situação esteja fadada ao fracasso. Muito pelo contrário. Crises acontecem para que se reveja a relação e adote medidas para recuperar o mesmo vigor de quando se era apenas um casal de namorados.

Dicas para recuperar o relacionamento

 

Diálogo, diálogo e diálogo. É necessário deixar a vergonha e constrangimento de lado para salvar uma relação. Às vezes a mulher se culpa pela diminuição do interesse sexual do parceiro, mas se conversar direitinho com ele, pode descobrir que o problema seja outro. Afinal, fatores externos também podem atrapalhar a relação. Já pensou, por exemplo, se ele estiver passando por dificuldades financeiras ou desentendimentos no trabalho, que inibem o desejo sexual masculino, mas está com vergonha de dividir isso com você? Por isso, converse.

Em contrapartida, vale investir em alguns truques para apimentar a relação. Faça a sua parte, não espere que ele tome o primeiro passo:

–  Cuide mais de você: uma mulher bem arrumada, que está sempre cuidando da saúde e da beleza, mostra que se valoriza e que também merece ser valorizada. Você pode ser gordinha, mas largada nunca! Nem sempre se pode renovar o guarda-roupa, mas não custa nada aposentar o moletom e as calcinhas rasgadas e colocar uma roupa bonitinha e uma lingerie sensual, igual você usava no namoro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Onde comprar: 1. Cinta da Camomilah/ 2. Sutiã da Yasyl/ 3. Calcinha da GG Sexy Lingeries/ 4. Camisola do Clube da Lingerie/ 5. Conjunto da Daira.

 

– Seja mais agradável: Tanto as mulheres que trabalham fora, quanto as que são donas de casa, com a correria do dia-a-dia, têm muitos problemas para contar. Aí, é só o maridão chegar em casa que logo mandamos que ele tire o lixo de casa, que coloque o filho de castigo e que ligue para cobrar favores à sogra. Tudo isso enquanto desabafa as mazelas de sua vida para ele. Ninguém agüenta tanto baixo astral! Prepare um bom jantar, esqueça algumas horas dos problemas, pergunte como foi o dia dele. Este já é um bom começo!

– Não se deprecie: Pare de dizer que é feia e gorda a todo o momento. Se reparar bem, seu marido também envelheceu, ficou careca, barrigudinho… O tempo chega para todos. Sensualidade, carisma e charme não se perde nunca. Basta apenas você reencontrar tudo isso dentro de você e colocar para fora.

Prontinho! Você pode ser uma gordinha feliz em todos os aspectos de sua vida, inclusive no seu casamento. Coloque essas dicas em prática e depois volte aqui e nos diga como está o seu relacionamento.

 

  • Uauuuuuuuu
    Renatinha vc é uma luzzzzzzzz na minha vida !!!
    Sabe estou vivendo uma nova fase na minha vida, estou conhecendo um cara que além de lindo e super carinhoso é GORDINHOOO, pois é, nunca me relacionei com um homem assim como eu, não por preconceito, nada disso, mas nunca aconteceu. Ele é lindo demais, e já me disse várias vezes que adora mulheres assim como eu, mas que se interessou por mim pq viu que sou muito vaidosa e que estou sempre bem arrumada.
    Isso claro me deixou super feliz, pq graças ao seu blog, ops o nosso blog mulherão que mudou a minha vida, meus conceitos e o modo de me amar, estou mais vaidosa sim, mais feliz e isso me aproximou dele, acho que vai dar namoro rsss
    É muito complicado viver relacionamento onde o interesse sexual acaba conforme se ganha peso, isso acontece e muito, até já vivi isso, mas é exatamente o que vc disse não é pq vc é gordinha que não pode ser sensual, e ter uma vida sexual ativa bacana com seu parceiro, é preciso diálogo e mais diálogo. Se colocar para o parceiro de verdade, sem medo, não se sentir inferior pq está gordinha, não.
    Vale a pena investir sim nas dicas que a Re nos deus meninas, sou a prova viva e feliz de que se valorizar, se amar, se colocar como uma pessoa linda por fora e por dentro e não permitir que NINGUÉM diga o contrário nos traz e nos aproxima daquilo que desejamos.
    Re vc é lindaaaaaaaaaaaa que Deus abençoe sua vida sempre.
    Todos os dias pela manhã acesso o blog, faz parte do meu café da manhã, não vivo sem !!!
    Beijos linda semana pra todas nós

    • Fabi,

      Que legal saber que temos mulherões muito bem-resolvidas por aqui. Continue sempre dividindo sua experiência de vida com nossas amigas. Desta forma, elas conseguem perceber que as dicas que damos são perfeitamente possíveis de serem aplicadas na vida real.

      Um grande beijo,

      Renata

  • Olá, Tive um bebê recentemente. Eu sempre fui gordinha desde os 13 anos, meu marido já me conheceu assim. Porém antes de nos casarmos era diferente, eu sentia que ele me deseja mesmo. Mas ai engravidei, casei gravida de 4 meses, então nossa vida de casados já começou meio devagar, nem lua de mel tivemos. E apesar de fazer sexo pelo menos uma vez por semana quando eu estava grávida, já não era tão intenso como antes da gravidez. E depois que o bebê nasceu, esfriou mais ainda… No começo não faziamos porque minha cesária era muito recente, depois quando decidimos voltar a fazer quase 4 meses depois, parece tudo muito estranho, meu corpo mudou muito, elém de uns quilinhos a mais do que os que eu já tinha, está muito dificil de eu me entregar… não sinto as mesmas coisas. Já chegamos a ficar mais de um mês sem fazer nada. Conversamos, pois eu estava ( estou ) muito encanada que seja por causa do meu corpo. Parece que perdeu o encanto, o desejo… sei-lá. Mas ele diz que não, que é só cansaço, e que as preocupações do dia-a-dia… Dai então fazemos amor, mas mesmo assim, tudo muito rápido… muito parecendo ser por obrigação.
    Nos amamos e nos respeitamos muito. Ele me ajuda em tudo o que pode, me apoia, pois eu trabalho durante o dia e faço faculdade à noite. Então é ele quem mais fica em casa e cuida do bebê. Eu entendo o cansaço dele, mas não entendo que chega fim de semana, ele fica jogando video game, ou navegando na net, até altas horas da madrugada, e prá termos um momento intimo é sempre no maximo 1 hora… ( e olhe-lá) porque está muito cansado e prefere dormir…
    Bom é complicado… Não sei muito bem o que fazer, apesar de todas as dicas, e de tudo o que leio. Na prática fica bem dificil!
    Abraços à todas!!!

    • Kzinha,

      Vc disse que vocês dois se amam e se respeitam muito. Há coisa melhor do que isso em um relacionamento?
      Sobre ele não ter disposição para transar., será que é desinteresse por você ou apenas complicações no dia-a-dia que o deixam meio borocoxô?
      Olha, estamos muito acostumadas a dizer para eles: “hoje não quero”, “amanhã a gente faz” e mais um monte de desculpinhas para não transar. E isso não significa que não os amemos, né? Pois bem, eles também têm o direito de não querer transar de vez enquando.
      Que tal deixar as crianças com sua mãe e convidá-lo para ir ao cinema?

      Beijos,

      Renata

  • Deyla Cerqueira

    Nossa kzinha me identifiquei um pouco com a tua história,casei-me há 10 meses e não temos ainda filho nenhum,mas as vezes sinto que ele perdeu algum interesse em mim,quer está sempre no playstation ou na net,mas temos uma vida sexual ativa não é todos os dias é claro,mas já passamos de 10 dias sem fazer amor.Pronto,acho que as vezes é um pouco de encanação de nossas cabeças,ele me conheceu gordinha e casou comigo assim,o casamento depende muito de nós mulheres para apimentar a nossa relação as dicas da Renata são maravilhosas de lingerie,acho que pelo fato de sermos Mulherões não devemos ter vergonha de ousar,por achar ridiculo ou coisa do gênero,somos lindas e devemos lutar pela nossa felicidade!!!
    bju a todas!

    • Deylinha,

      Isso mesmo, não podemos ter vergonha. No dia-a-dia gosto de lingeries confortáveis. Mas na hora de sair com meu gato…. Ai, ai, ai, ui, ui. Uso tranparências, fio dental e não estou nem aí.

      Beijocas,

      Renata

  • Ana

    Bom eu sempre passo aqui de curiosa, não acho que seja gordinha, mas também não sou uma modelo, hehehe, muito longe disso….
    Mas enfim, voltando ao assunto casamento, meu marido é sincero sempre, demais até….
    Estou casada a cinco anos e há uns meses atrás ele me reclamou: poxa vida, tu nunca me procura, nunca me ataca no meio da casa, sempre sou eu a fazer essa parte. Te manifesta mulher!!!
    Sério, nunca tinha me dado conta disso, reclamava que ele olhava tv até tarde, mas nunca me manifestava que talvez ele tivesse algo melhor para fazer comigo.
    A gente sempre tem em mente que os homens é que devem ter iniciativa, mas talvez tudo que eles mais querem é que a gente tome a iniciativa de vez em quando. Talvez os maridos tenham vergonha de falar isso para as mulheres, a gente foi afinal criada numa sociedade machista, recatada demais para as mulheres.
    Não fiquem pensando que o marido perdeu o interesse por vocês, mostrem que vocês não perderam o interesse por eles!!

    • “Não fiquem pensando que o marido perdeu o interesse por vocês, mostrem que vocês não perderam o interesse por eles!!”

      Que frase maravilhosa, Ana.

      Concordo com você. Eles também precisam ser surpreendidos e reconquistados todos os dias. Nós reclamamos que a relação caiu na rotina, mas se 1 casal é formado por 2 pessoas não dá para culpar só uma das partes, né?

      Espero que nossas amigas entendam isso.

      Beijinhos,

      Renata

  • Ester

    Minha gerente esta de olho em mim, e com razão todos os dias a 1° coisa que faço é ver o blog, estou viciada mas não ligo pois todas nós e mesmo ela chega para ler e depois comentar as matérias. Hoje estavamos lendo e é impressionante como não falta assunto, quanto se trata de relacionamento e houve um comentario que não me agradou, mas acredito que dei a resposta a altura, é que em maio, faço 5 anos de casamento e ainda não tenho filhos e me perguntaram como eu conseguia, manter o meu casamento, eu repondi que filhos não segura casamento, e que não tinha filhos, mas que isso não me impedia, de praticar todos os dias e com muito amor e que o meu baby ja estavamos planejando para o ano que vem não que importasse dizer isto a ela, mas achei muita impetulancia da parte dela, decidir quando devo engravidar, acredito que cada uma de nós sabemos o momento certo de ser mãe.
    E acreditem nós temos que nos sentir lindas e poderosas, assim vamos transmitir isto para todos que estão a nossa volta, principalmente aos nossos companheiros, meninas não deixem que ninguén as diminua lembrem-se somos a imagem de Deus.
    Parabens Renata pelo texto, como sempre esta d+ bjs e um ótimo dia a todas.

    • Ester,

      Conheço casais sem filhos que vivem juntos há décadas e se amam muito. Filho, definitivamente, não tem que ser opção para quem deseja manter a paixão acesa. Relacionamento com filhos é uma coisa, com cônjuge é outra.
      Conheço muitas meninas que engravidaram para reconquistar um namorado e isso só desastabilizou a vida íntima dos dois. O problema não é ter ou deixar de ter filhos. Tudo só precisa acontecer em seu momento correto. E este momento varia de casal para casal. Não é preciso ter pressa.

      Beijos e continue lendo o nosso Mulherão.

      Renata

  • Liliana

    Gente…. essa questão sexual é bem delicada mesmo… mas não posso reclamar disso não. Desde adolescente me sinto desejada mesmo sendo gordinha. Tive a sorte de encontrar alguém que me ama do jeito que sou, tanto que hj sou casada com essa pessoa só não temos filhos ainda. Somos novos, temos uma vida sexual ativa.

    A questão do video game é interessante. Não sei se que disseram que o marido joga video game, aprovam essa atividade, mas aprendi uma coisa. Com a vida agitada que temos e que acaba não sobrando tempo para muita coisa, acho que esse seria um momento juntos. Não precisa jogar, mas ficar ao lado dele nessa atividade que o diverte faz um momento gostoso de descontração. Eu particularmente jogo junto =D A internet mesma coisa. navega junto de vez em quando, ou escolhe um site interessante pra ele dar uma olhadinha … rs …
    E ao longo do tempo vocês podem ir conversando, jogando, fazendo um lanche juntos… descansando… e pq não fazendo um amorzinho tb? Surpreender seu marido nos detalhes muda tudo.

    • Pois é, as vezes acho que falhamos mesmo em demonstrar interesse, mas é complicado, porque eu sou do signo de peixes ( não sou vidrada nisso, mas acho que as caracteristicas dizem muito sobre minha personalidade), então pisciana quer carinho, atenção, dengo…. o tempo todo. E se algo não é como queremos pronto, já entramos num mar de pensamentos e inseguranças. E por mais que eu tenha consciencia disso e tente controlar, acaba sendo mais forte que eu. É a razão lutando contra a emoção, entende?! No fundo, no fundo sempre acabo trazendo o peso de tudo prá mim. Mas foi bom ler algumas opiniões a respeito, vou tentar algumas das dicas postadas…. depois eu conto o resultado… rsrsrs
      Beijos Meninas!!!!

    • Li,

      Meu namorado só joga video game quando não estou na casa dele. Espero que isso não mude quando a gente casar, né? rsrsrsrs

      Beijos,

      Renata

  • Janine Rodrigues

    É claro que o diálogo é indispensável em uma relação…mas na questão de renovar o guarda-roupa nem sempre é fácil….Não são todos os lugares que tem roupas em tamanhos especiais… O legal é tentar levantar autestima e se sentir linda. Isso ajuda muito!! O parceiro nota quando nos sentimos bem como somos!!!

  • Kátia Rodrigues

    Rê, sempre fui gordinha, sou casada há 9 anos e estamos no total há 15 anos juntos. Realmente passamos por várias fases no nosso relacionamento, no começo tudo é lindo e gostoso, depois do casamento vem as divisões de tarefas, os filhos, as contas e também o comodismo. Mais temos que lembrar que tudo começa e termina na mulher (sem querer ser submisa ou controladora, mais é verdade!), por isso, temos que nos amar, nos respeitar e ser feliz do jeito que somos (com nossos quilinhos a mais),pois, ninguém vai fazer isso por nós. Já tive várias crises sexuais no meu casamento, por causa do meu peso, tive até depressão pós-parto, e meu marido sempre esteve do meu lado, mais mesmo assim, tive que fazer terapia por muito tempo, mais enquanto EU não acordei e me aceitei como sou (GORDINHA !!!!!!) , não encontrei a paz que tanto buscava, confesso, ainda tenho minhas crises, mais quando vejo que vou ter recaída, respiro fundo, converso comigo e me apoío, depois coloco uma musiquinha que é sempre bom, danço sozinha, com meu marido ou com meus filhos, fico do meu lado…. Depois, remecho nas minhas roupas, faço combinações diferentes, me renovo de verdade, pois, aprendi que tenho que me AMAR primeiramente, pois tenho saúde e sabedoria, e sou grata todos os momentos a DEUS, por ser quem sou e ter o que tenho, um marido que está sempre comigo e um casal de filhos maravilhosos que me amam e são muito amados ….. Vejo que isso sim reflete de verdade dentro de mim e me ajuda a ser feliz….
    E querida Rê, que DEUS te ilumine sempre e obrigada pelas dicas… Faço uso delas sempre que posso. Te adoro !!!!
    …… :B :J :K :S ………

  • oi re! realmente essa coisa de relacionamento e dificil, passo por um momento assim, estou trabalhando nisso, uma coisa eu ja descobri que posso conquistar o mundo se eu quiser, eu so preciso e de força , aki eu encontrei pessoas como a keka, vc, o eduuu,rs,a dani, a andrea enfim´pessoas que conseguem lenvantar o astral de tdas nos aki,vou seguir suas dicas sao muito boas,e seja o que deus quiser … depois te conto bjuss

  • Alessandra

    Esse é um assunto mto interessante… nos faz quebrar a cabeça… e já quebrei mto minha cabeça com isso, afinal são 15 anos de casamento. Mas a melhor coisa a se fazer é se manter sempre linda… vaidosa… se arrumar e se sentir linda acima de tudo… e não custa nada atacar literalmente o maridão… é diversão na certa. Meu marido agora até espera ser atacado… de tanto que gostou… e pior ou melhor… ele ke fika deprimido se naum tomo a iniciativa e com ctz a vida sexual fiko mto melhor e imprevisivel.
    bjus a todas

  • Élen Verônica

    amoo amoo amoo, sempre com um bom ânimo, tolerância e acolhimento ao outro…texto incrível…bjks sucesso sempre!

  • jessica

    bom tenho 19 anos e sou casada a 4 anos ……. minha vida começou um pouco cedo de mais, engravidei com 15 anos e eu era muito imatura sabe…. com a gravidez fui dos 62kg para 95kg e nisso minha auto estima acabou e para ajudar apareceram estrias por toda a barriga e cintura e eu fiquei me sentindo um monstro com medo de me mostrar para meu marido me sentia um lixo , mas meu marido sempre me ajudou me incentivou dizendo que me amava de qualquer jeito, mas eu nao estava bem comigo mesma, estava me sentindo mal em olhar para mim …. nisso entrei em depressao dos 95kg fui para 107kg daí minha auto estima acabou mesmo e com isso meu casamento foi desmoronando…. pois tinha vergonha do meu marido e por isso eu o evitava …. e eu percebia que ele olhava para as outras mulheres mais magras e bonitas no começome deixei abater mais agora
    graças a deus encontrei aqui um otimo apoio…. comecei a pensar mais em mim a me didicar mais a minha faculdade e a meu marido pois o amo muito e quero dar a volta por cima para ele e para minha filha…… começei um regime e já perdi 7 kg estou animada ….. nao é pq eu estou gordinha que tenho que ficar trancada em casa com vergonha de mim mesma…..
    bjussssss e me desculpem pelo desabafo…….

    • Oi Jessica, é complicado mesmo neh, mesmo que eles não estejam olhando prá outras mulheres nós sempre achamos que sim! Mas tem que ter força mesmo, e foi muito bom encontrar esse blog, porque aqui não nos sentimos sozinhas e isoladas, vemos que isso pode ser compartilhado, e servir de exemplo prá outras mulheres, e também nos inspirar nas outras que já passaram por isso!!!
      Beijokas

  • Érika

    Oi Rê…
    Bom, uma vez vi uma apresentadora de tv(ela ficou pouco tempo na tv) que fez redução de estomago, dizer que as vezes as pessoas que são GORDINHAS acham que os kilos a mais são culpados pela falta de emprego, pela falta de namorado… E por outros problemas, e que as vezes as pessoas emagrecem e continuam sem conseguir essas coisas e isso então gera uma revolta, um vazio.
    Pq se pensarmos bem, será que só as gordinhas ficam desempregadas e sem namorado? Será que só as gordinhas tem problemas sexuais?
    Realmente existem casos de homens que reclamar se a mulher engordar… Mas será que nõ existem magras com o mesmo tipo de problemas? Desemprego, falta de namorado, e problemas sexuais…
    As pessoas qdo estão acima do peso, atribuem vários de seus problemas a isso.
    Eu sempre fui vaidosa, sempre gostei de me arrumar de me produzir… Moro com uma pessoa que AMA GORDINHAS … As vezes penso e se eu fosse magra as coisas seriam melhores e mais fáceis? Mas esses são pensamentos que duram 1 ou 2 dias no máximo…
    Aprendi a me aceitar como sou… Pq se não nos aceitarmos quem nos aceitará?
    Bjos a todas e mta auto estima!!!!

  • Eu sou gordinha e muito bem resolvida, o importante é se sentir bem e bonita, nunca tive problemas com garotos e sexo, a prova disso esta em meu blog, onde conto minhas experiências sexuais, gostei desse blog e add como favoritos, vou colocar um link no meu blog…

  • Karla

    Sabe gente,eu tenho problema serissimo fico sem sexo com meu mardo meses,não tenho vontade e nao sei dizer o pq não sinto vontade,gosto dele muito,mais as veses tbm nao o aguento mais tenho plena certeza que sem ele nao da pra ficar,logico ele me ama pois pra me aguentar so me amando muito é um homem caseiro,do trabalho para casa e dedicado como pai mais tbm fica por aiele nao faz carinhos pra que eu tenha desejo de mudança nao me trata bem nunca,mais tbm nao trata mal,entende?E dificil vivemos hj mais como amigos ou irmaos e as veses sinto falta de alguem que queira me namorar.

    • renatavaz11

      Opa, opa, opa…. Se sente falta de alguém que queira te namorar, o que ainda está fazendo com o seu atual namorado?

      Meninas, parem de enrolar. Se um relacionamento não está indo bem de jeito nenhum, troque por um namorado novo! rsrsrs

  • Laura

    Sinceramente, acredito piamente que “Deus compensa”!!! Sempre fui gordinha, desde sempre, e sempre me achei um furacão na cama. Nunca tive medo de luz acesa, nem na 1ª vez. Acredito que se o cara gostou do meu jeito, do meu papo, de mim, o corpo é o menor dos problemas. Até porque eu não engordei entre a conversa e a cama (ou o carro, o banheiro, a parede…) enfim…
    Temos que nos valorizar sempre, seja gorda, magra, baixa, alta, etc.
    Quanto ao casamento, sou casada a três anos, e tem meses que fazemos quase todo dia e tem meses que quase nada. As vezes eu quero e ele não, as vezes ele quer e eu não. Não encuco muito porque o desejo existe, o cansaço é que mata. Mas mesmo se não tiver sexo, o cuidado vale. Ficar agarradinho assistindo um filme, dando beijinhos, fazendo carinho… o importante é não deixar o fogo apagar.

  • Amanda

    Renaata, tá gatchéenha na foto! rsrs
    Apesar de não passar por esses problemas (nem casada eu sou, hahaha), é sempre bom ter umas diquinhas de como nos sentir melhores, né?
    Acompanho sempre o blog e sempre q vão a algum programa eu assisto, nem que for pelo YouTube hahaha!
    Beeijos, adoro vcs!

  • rosa

    vcs não sabem como eu estava justamente procurando alguma resposta para esse problema ,foi quando resovi mais uma vez visitar o blog,e então eis a dica que eu precisava,bjs….

  • rosa

    vcs não sabem como eu estava justamente procurando alguma resposta para esse problema ,foi quando resolvi mais uma vez visitar o blog,e então eis a dica que eu precisava,bjs….

  • Andrea Pinheiro

    Nossa, parece até coisa do destino, tem dois meses que mudei de emprego e acabei deixando de ler o blog como lia todos os dias, como estou passando exatamente por uma crise conjugal, resolvi vir para a frente do computador pegar dicas para levantar meu moral, e o leio no meu blog preferido, já estou saindo pois necessito salvar meu casamento bjs! e muito obrigada.

  • De fato o casamento (e suas responsabilidades) faz com que o casal transe menos (contraditório isso,né?). Mas é importante insistir em manter o desejo aceso, a libido tem de ser maior do que a rotina. E a autoestima elevada é o melhor afrodisíaco do mundo.
    Num dos comentários, uma leitora falou que está com a autoestima feito um pano de chão. Pra quem sofre deste mesmo problema, boa notícia: seus problemas acabaram. Participe do Dia de Modelo. Você vai se achar a mulher mais gostosa do mundo e seu parceiro vai sentir essa vibração.
    Se vc não puder participar, faz em casa mesmo umas fotos suas. Capriche no visual, valorize seu melhor ângulo. Valem fotos sensuais, de lingerie. A preparação para essas fotos é simples: se veja com os olhos do amor próprio. Curta-se, ame-se. Depois, se quiser, conta pro blog os resultados.
    Eu fico tímida pra falar… mas foi boooommmm.

  • Miss J.

    Gostei muito do post, mas acabei deixando passar e vou comentar só agora…

    Li todos os comentários e seilá, não concordo muito com essa coisa de “se ele está comigo, é porque gosta de como eu sou”. Ok, o cara pode gostar de você, mas não quer dizer necessariamente que ele gosta de gordinhas, e muito menos do seu corpo.

    Namoro há 3 anos, amo meu namorado e sei que ele me ama… Adoramos fazer sexo um com o outro, inclusive ele sempre diz que das pessoas com ele já fez sexo, se deu melhor comigo.

    No entanto, ele também deixa extremamente claro que não gosta do meu corpo, que me acha feia do pescoço para baixo e que a despeito de gostar de fazer sexo comigo, porque é gostoso e temos carinho um pelo outro, não tem o menor desejo sexual por mim (pensando só como um corpo, fisicamente e tal).
    É chato? É, claro que é. Até porque as vezes isso me trava…

    Por acaso ele viu quando eu estava acessando o blog e pediu para olhar a foto da moça de lingerie, disse que apesar de ela ser gordinha, é bonita e tem um corpo razoavelmente atraente. Pra mim, esta modelo linda, tá mais para magra um pouco acima do peso do que gordinha.

    Ser gorda (coisa que quero mudar – até porque não sou gordinha, sou bastante gorda) me atrapalha muito sexualmente (não me sinto sempre desejada, não tenho coragem de vestir um espartilho e 7/8 porque acho que será uma piada de mau gosto, não consigo fazer várias posições que morro de vontade), não me sinto EU completamente porque as vezes não posso fazer o que quero e praticamente nunca me visto como quero (as roupas não caem bem, não encontro no meu número, não consigo me manter em cima de saltos de qualquer tamanho) e não encontro lingeries que se adaptam ao meu corpo (lojas especializadas quase nunca atendem o que preciso, visto que meus seios são pequenos e era irreal que eu comprei um conjunto de sutiã tamanho 50 e até algumas vezes maior, nunca consigo formar conjuntos porque as lojas especializadas só vendem super sutiãs de alças e todo o restante largo.. etc).

    Enfim. Este é meu relato.

    Achei curioso o fato de todo mundo que comentou estar lidando relativamente bem com essa situação no relacionamento, ninguém ter vindo comentar sobre quando as coisas não dão certo…

    Ps: Estou com medo de dizer isso e ofender alguém ou acharem que estou sendo agressiva, mas o comentário da moça que disse que o marido prefere ficar na net ao invés de fazer sexo me lembro muito uma situação que passo… Meu namorado adora pornografia, aliás, de situações e mulheres extremamente diferentes de mim e já o “peguei” várias vezes se masturbando com seu acervo no pc…
    Isso já aconteceu em épocas que eu não estava muito afim de sexo, em algumas que eu estava e ele não e até mesmo naquelas em que estava tudo bem…
    Me dá raiva e ciúme? Dá, claro. Mas as vezes compreendo que ele busca satisfação de desejos que não pode ou não alcansa no momento.

    • SARAH NOGUEIRA

      Miss J.
      Acabei de ler o seu relato. Parabéns pela sua coragem de falar tudo isto aqui. Esta é uma situação extremamente constrangedora. Criei coragem para relatar a minha situação. Sou casada com um homem que me conheceu com 58 kg. HOje peso 96 kg. Ele também deixa claro que não suporta mulheres gordas. Eu fui a única que ele se relacionou. Ele acabou confessando que já tivemos relações e que ele pensou em outras mulheres magras. Isso foi uma dor tremenda. Não soube nem o que dizer. Pra mim, isto é uma falta de respeito. Afinal, sou uma mulher bonita, uma profissional competente, inteligente e tenho muitas qualidades que devem ser valorizadas. Fiz terapia. O que aprendi com tudo isto é que o que realmente estava acontecendo comigo era a falta de zelo que eu estava tendo para comigo mesma. Comecei a prestar atenção em mim, me cuidar. Deixei muito claro pra ele que emagrecer seria questão de tempo, aliás, muito tempo. Não iria perder todo o peso que ganhei de um dia pra o outro. E, se ele não estivesse satisfeito comigo, “a porta da frente era a serventia da casa”. Deixei claro também que ele podia procurar uma mulher mais nova e com formas firmes e magrinha. E depois me dizer se ela seria tão boa de cama e experiente como eu e seria boa de papo e divertida e competente como eu sou. E se daria a ele todo o cuidado, carinho e atenção como uma bela mulher como eu dou. Minha psicóloga ficou feliz da vida, pois ela havia me dito que eu precisava me impor e que ele precisava mais de mim do que eu dele. Enfim, ele está comigo e me dando a maior força para me cuidar.
      Sexo? hoje ele diz que fica doido para agarrar as minhas “formas voluptuosas”. Ele continua gostando de magras, mas aprendeu que precisa me respeitar.
      Grande beijo

  • renatavaz11

    Miss J.

    Definitivamente, quando um homem nos ama de verdade, mesmo que fôssemos a Fiona, ele se sentiria atraído sexualmente por nós. Pq o amor, no que se diz respeito à relação homem e mulher, não está restrito ao “fico com ela pq ela é legal e bonita do pescoço pra cima”. É um conjunto de fatores que levam os dois a se amarem: afinidades pessoais, qualidade da companhia e atração sexual. Se ele não tem atração por você (e deixa isso claro) e só te usa para “descarregar” de vez em quando, isso não é amor. É conveniência e, no máximo, uma relação de amizade.

    Beijos,

    Renata

  • Mary Medeiros.

    Oi Gente!!
    Olha… eu acho que o dia-a-dia com certeza acaba “esfriando” um pouco o sexo. Tenho um namorido que não faz nada em casa pra ajudar (tarefas de casa)… vive no micro jogando… Quando chego e vejo que ele não fez nada pra ajudar isso me irrita muiiitttoooo!!! Nem cuidar do cachorro ele cuida!!! Se eu chamo pra dar um volta só nós 2 ou até mesmo com o cachorro nunca esta afim,assistir algum programa que eu goste sempre dorme. Mas quando é pra assistir futebol ou até mesmo canal proibido pra menores de 18 sempre esta ligadão(Isso pq ele assiste escondido de mim… pois não gosto muito dessas coisas).Onde vai parar o sono dele essas horas,hehehe … Isso me tira toda a vontade de ter relação a noite e pra falar a verdade nem sinto muita falta. Não é por ser com ele, ate mesmo nos meus antigos namoros eu não sentia muita falta se não acontecesse nada…

  • Fernanda

    Depois de 10 anos de casada o meu casamento entrou em crise.
    Num belo dia acordo e ouço meu marido falar que morria de tédio e monotonia quando me olhava com aquelas lingeries horriveis, despenteda e de chinelo no pé. Fiquei muda..sem saber o que responder..ele bateu a porta e saiu para trabalhar. Me senti a pior pessoa… a princípio chorei muito e até me revoltei. Pensava que ele era ingrato porque me dedicava como uma boa esposa e mãe 24 hs por dia.
    Depois resolvi sair da cama. Fui num espelho e também não me reconheci…de certa forma ele tinha muita razão em falar. Não era pelo meu corpo estar gordo, porque ele sempre gostou de mulheres gordas, mas era minha vaidade que havia perdido. Estava realmente com uma calcinha horrorosa e uma camiseta velha… Decidi então recuperar o tempo perdido. Mas onde encontrar lingeries que me servissem e não fossem aquelas coisas de senhoras? Não sabia onde começar a procurar. Liguei então para uma amiga que me sugeriu procurar na internet e foi o que eu fiz. Encontrei o site da GG Sexy e vi ali a recuperação do meu casamento porque lá eles trabalham com o meu tamanho (54) e tem peças lindas!
    Fiquei com receio de comprar pela internet e resolvi ligar para me certificar que se tratava de empresa idônea. Falei com a proprietária Sol que além de uma pessoa muito bacana e simpática, uma verdadeira terapeuta em lingeries.
    Fiz minha primeira compra no site, tentando apimentar meu relacionamento como ela mesmo me aconselhou. Escolhi alguns conjuntos, baby dool e arrisquei uma fantasia de tiazinha rs. As peças chegaram e encantou para minha surpresa. Naquele mesmo pedi à minha mãe para ficar com meus 2 filhos. Fui ao cabelereiro pintar meu cabelo que já estava branco, fiz manicure e chegando em casa tomei um belo banho demorado e coloquei a tal fantasia e fiquei aguardando meu marido chegar. Estava super insegura..com receio dele me achar ridicula dentro daquela fantasia e isso me dava uma enorme ansiedade e agônia.
    Ouvi o barulho do carro estacionando e corri para o quarto, onde tinha arrumado a cama com petálas de rosas, incenso e havia comprado um vinho. Ele chegou, chamou pelas crianças por mim e eu quietinha na cama aguardando a porta se abrir, com o caração saindo da boca, como se fosse a minha primeira noite com meu marido rs. Depois de interminavéis 2 minutos a porta se abriu e ele entrou. Vi seus olhos brilhando e ele falou: Fê, você esta maravilhosa!!!!! Sedutora!!!!! Essa é a mulher que eu me casei. Os detalhes não vou contar rs, mas gostaria de deixar aqui registrado que muitas vezes damos diversas desculpas por não termos vaidade, ou muitas vezes nos sentimos feia por estarmos gordas e não termos vontade de nos arrumar nem para aquela pessoa que amamos.
    Hoje penso de forma muito diferente e consegui resgatar meu casamento. Agradeço ao meu marido que conseguiu trazer de volta toda a minha sensualidade que estava escondida e a Sol, que perdeu mais de 40 minutos comigo no telefone me dando conselhos, tentando trazer à tona a mulher que existia dentro de mim.

    Hoje estou feliz e realizada.

  • Kelly

    Hey meninas, viva a auto estima elevada!!! Adorei o blog, adorei conhecer a história de vocês!!! Mulher tem que se cuidar mesmo, seja gordinha, magra, baixa ou alta demais. O importante é SE AMAR e se cuidar sempre! Beijos pra todas!!! =*

  • ariana

    por favor me ajuda tenho 23 anos estou muito fora do peso tive 2 filho e engordei muito e não acho roupa pra mim me dicas de lojas onde encontro roupas para gordinhas quero endar bem arrumada
    POR FAVOR ME AJUDEM !!!!!!!!!!!!11

  • ariana

    POR FAVOR ME RESPONDE

  • EMÍLIO SALGUEIRO – O Marinheiro Solitário

    Nossaaaaa. Adorei o site. Vcs estão de parabéns…Bem como todas as meninas que colaboraram para engrandecer essa obra.
    Sou suspeito em falar…adoro as gordinhas, rsrsrsrsrs. Acho-as , mais elegantes que as magrinhas, isso é opinião particular minha,é claro.
    Parabéns !!!!!!
    Beijos…
    EMÍLIO SALGUEIRO – O Marinheiro Solitário (orkut)

  • SARAH NOGUEIRA

    Ameeeeeeeeeeeei, conhecer esse blog e todas as grandes mulheres que participam e colaboram com ele. Sou gorda e sofro como todas o preconceito da nossa sociedade “magrela”. Um fato eu quero relatar aqui. Tenho um amigo que é casado com uma mulher magra e linda de rosto e cabelo e tem um sorriso perfeito. Acontece que ele está prestes a se separar dela, pois ela é uma negação na cama. Fria. Então a minha conclusão é a mesma de vocês. Não importa se a gente tá acima do peso ou no peso normal. Todas temos nossas dificuldades.
    conhecer este blog e poder compartilhar experiências com vocês será maravilhoso para mim. E viva o EMILIO. Também acho mulher magra demais um horror.
    beijos a todos.

  • Nana

    Olá!! Sou nova por aqui no blog, mas ja adorei!!
    Vi o post e achei o maximo, e ao mesmo tempo pessimo..
    Sou uma gordinha meio complexada, e tenho muitoooos problemas sexuais com meu marido.. Fazem so 2 meses de casado, mas so tivemos relações 2 vezes..
    Tenho muitas duvidas com relação ao meu corpo (tenho 1,60 e peso 90kg), e ele também e gordinho.. Não e falta de tempo.. Não e falta de tentativas minhas.. E ele jura que não tem nada a ver comigo, é ele quem está gordo.. Mas sempre que ve uma mulher magrinha tipo Grazi Massafera ele olha, e ainda por cima COMENTA!
    Eu estou quase em depressão minhas amigas.. Choro todos os dias e não sei mais o que fazer.. Por favor me ajudem!!
    Bjs

    • SARAH NOGUEIRA

      Oi Nana, se você quiser escreve pra meu e-mail: sarah_nog2002@hotmail.com
      Posso conversar com você mais abertamente. bjus
      Mas, leia os diversos comentários das amigas aqui. bjus