27 de outubro de 2010 18:30

Por Renata Poskus Vaz

Colaboração de Thalita, Fran e Andrea Delgado

Matéria extraída da Folha Uol, escrita por Eliane Trindade e Daniel Bergamasco. Leiam o absurdo:

“Um grupo de alunos da Universidade Estadual Paulista, uma das mais importantes do país, organizou uma “competição”, batizada de “Rodeio das Gordas”, cujo objetivo era agarrar suas colegas, de preferências as obesas, e tentar simular um rodeio –ficando o maior tempo possível sobre a presa.

A agressão ocorreu no InterUnesp 2010, jogos universitários realizados em Araraquara, de 09 a 12 de outubro. Anunciado como o maior do país, o evento esportivo e cultural, que reuniu 15 mil universitários de 23 campi da Unesp, virou palco de agressão para alunas obesas.

Roberto Negrini, estudante do campus de Assis, um dos organizadores do “rodeio das gordas” e criador da comunidade do Orkut sobre o tema, diz que a prática era “só uma brincadeira”. Segundo ele, mais de 50 rapazes de diversos campi participavam. Conta que, primeiro, o jovem se aproximava da menina, jogando conversa fora –“onde você estuda?”, entre outras perguntas típicas de paquera.

Em seguida, começava a agressão. “O rodeio consistia em pegar as garotas mais gordas que circulavam nas festas e agarrá-las como fazem os peões nas arenas”, relata Mayara Curcio, 20, aluna do quarto ano de psicologia, que participa do grupo de 60 estudantes que se mobilizaram contra o bullying.

No Orkut, os participantes estipulavam regras para futuras competições, entre elas cronometrar as performances dos “peões” e premiar quem ficasse mais tempo em cima das garotas com um abadá e uma caneca. Há relatos de gritos de incentivo: “Pula, gorda bandida”.

Com a repercussão, a página do site de relacionamento foi excluída. Cópias dos posts espalharam-se pelo campus em Assis. Em murais aparecem frases como “Unesp = Uniban”, referência ao caso a Geisy Arruda, que foi xingada por usar um vestido curto.

As vítimas não querem falar. “Uma das meninas está tão abalada que não teve condições de voltar à faculdade. Teme ficar conhecida como ‘a gorda do rodeio'”, afirma a advogada Fernanda Nigro, que acompanhou, na última terça-feira, uma manifestação de repúdio.

O grupo foi recebido pelo vice-diretor da Faculdade de Ciências e Letras, do Campus de Assis, Ivan Esperança. “Vamos ouvir os envolvidos e estudar as medidas disciplinares, mas não queremos estabelecer um processo inquisitório”, disse ele à Folha.”

  • viviane

    Cambanda de f* da mae…espero que todos esses “rapazes”(se eh que isso eh homem neh???????)fiquei brochas…malditos…

    • renatavaz11

      Pior, Vivi, é que esses caras serão nossos futuros médicos, juristas, engenheiros… Como as nossas vidas podem estar nas mãos de gente deste tipo? Isso me revolta!

  • Raquel Ap.

    Isso é vergonhoso, nojo desse tipo de gente..

  • è lastimável o acontecido, deixo aqui meu repúdio á este tipo de””” coisa””.
    Vamos ver no que vai dar.

  • Era de se esperar (a regra não cabe a todos) mas infelizmente a maioria desses B*stas acham que são os donos do mundo, maltratam gordos, magros, negros, nerds e qualquer outro tipo de ser humano que seja “diferente”.
    Pra falar a verdade, acredito que só lembram que somos iguais na hora de pagar a conta quando eles já estão formados e se intitulam “doutores”, porque a nota de real deles é a mesma que a nossa e paga no final do mesmo jeito!!!
    Bando de covardes!!!

  • Bianca Ladyhawke

    Deus, que absurdo… se é essa a educação que os jovens tão recebendo, imagina só como futuros profissionais…

  • Acabei de postar sobre isso, no meu blog e eu
    nem sei mais até onde a natureza humana é capaz de baixar.. é um absurdo grande.

  • Daniel S.

    caramba meu, que falta de ter o que fazer!
    como minha mãe diz pra mim, não tem o que fazer? mete o dedo no c* e sai puxando até a boca.
    morram dolorosamente todo os panacas que participaram disso, sejam homens ou mulheres.

  • Maysa

    Preconceito absurdo e com certeza não serão punidos como se deve.Não consigo entender por que as pessoas tem dificuldades em aceitar a diferença!!!!!!!!!tá na hora de todo o mundo entender que não é porque estamos acima do peso, que somos doentes.
    Por isso temos que nos unir e mostrar que mesmo sendo gordinhas não somos aberrações e em vez de ficarmos nos desvalorizando,temos que elevar nossa auto-estima e nos aceitar e batalha por nossos direitos.

  • Jerusa Aparecida Lopes

    Estamos onde?
    Num mundo insano e desumano, onde os mais instruidos pedagogicamente, se tornam irracionais e piores do que os seres quadrupedis.
    Onde esperam chegar?
    Essas atitudes perjorativas, os conduzem a onde? Será que não pensam que o mundo é redondinho e existe a lei do retorno universal?
    Acredito que essas espécies de seres, não são classificados nem como seres humanos e infelismente fazem parte do cotidiano de muitas pessoas.
    Se pensarmos o por quê?
    Provavelmente porque o sujeito que inventou essa coisa sem sentido foi rejeitado por um mulherão, pois esse nunca poderá saber o que é ter uma mulher de verdade!!!
    Seja ela de qualquer forma….

    • José

      Em que país estamos?!

      Infelizmente, estamos no país do carnaval, do futebol… da hipocresia… uma vez que nossa sociedade valoriza muito mais o jogador de futebol, o ator de novela… do que os médicos, engenheiros, advogados… professores! que são, sobretudo, a base e a referencia para construir nossos valores morais e sociais fora de casa. Acredito que o problema dos brasileiros seja a cultura, e tal, como brasileiro, envergonhado das notícias divulgadas ao mundo, não sei se este cenário pode mudar.

  • Selma Soares

    Sabe, também achei ruim a colocação do reitor em dizer que vai “procurar os culpados, mas não quer um inquisição.”
    Pra mim, isso soa como “deixa isso quieto, afinal são só jovens curtindo com jovens!”
    O reitor não quer uma “inquisição” porque nenhuma das garotas agredidas é parente dele

    Vergonhoso tanto a atitude como qualquer tipo de omissão frente a ela!

    • Ana

      Por causa de pessoas sem culhão, frouxas como esse reitor é que monstros nazistas assim continuam cometendo esses crimes ano após ano…

      Isso deveria dar em expulsão, deveriam cassar o diploma desses animais, sei lá…

      Gente, me dá nojo, me desculpa, mas pra mim isso é praticamente nazismo…

      Dinheiro público, de impostos do povo pra esses animais???
      E todo mundo sabe que todo ano nas faculs públicas do interior tem esse tipo de baixaria. Os funcionários, diretores e reitores fecham os olhos. Até montarem nas filhas deles.

      Será que precisa morrer mais um japonês pra acordarem?
      Tenha dó…

      • Selma Soares

        Pois é Ana…
        Esse tipo de comportamento só gera revolta mesmo…
        Meus pais me educaram pra uma vida justa, sempre que estava ou fazia algo errado (e olhe que fui muito peralta), ficava de castigo ou algo parecido. Sempre fui advertida e punida pelos meus erros, o que gerou em mim certa sede de justiça…
        Fico mais que indignada quando vejo omissão dando lugar a impunidade…
        É simplesmente repugnante!

  • Fernanda M.

    Ler este texto me embrulhou o estômago!! Sério… me fez mal…

    MEU DEUS, como podem existir pessoas capazes de fazerem isto? Pra mim isso é coisa de gente doente… doente não só da cabeça mas da alma, espírito!! Isso é falta de caráter!!

    Mas, o mundo gira … como diz o ditado: “Um dia da caça, outro do caçador”. Um dia eles colherão o que plantaram!! Um dia eles terão filhas… um dia…a justiça virá!!

  • Ana

    Educação, Respeito e Valores…. onde estão?????

  • Ariane

    Episódio repugnante…

    Tem que processar esses caras…

  • Cara…sinceramente….nem sei o que falar sobre isso…

  • Lili’s

    Infelizmente quando esses “acontecimentos” tomam proporções desse tamanho e chegam até os meios de comunicação, todos ficam revoltados, se pronunciam, etc e tal. Mas, quando isso acontece “só” dentro de casa, ou no serviço onde 1 ou 2 ficam sabendo, na escola do bairro… Fico pensando, até quando vamos tolerar tanto PRECONCEITO!! Já viu ou vc mesma falou: Vou processar fulano por estar me discriminando e outro alguém te desanima – Isso não dá em nada, isso é coisa da sua cabeça, vc tá com mania de perseguição!, vc já viu essa cena?
    Pois é! GORDO(A) é assim por opção, escolheu ficar o dia inteiro comendo e assistindo TV, né?! A sociedade continua com essa visão distorcida em pleno século XXI, como se nós (pq sou um mulherão e pra muitos GORDA!) não tivessemos vida, sentimento e intelecto! Como se nossa única ocupação fosse comer e fazer nada, então por isso os quilos extras!!
    * li sobre o assunto tbm aqui: http://colunas.epoca.globo.com/mulher7por7/2010/10/27/confira-imagens-da-comunidade-do-orkut-que-promovia-o-rodeio-de-gordas/

  • Marli Oliveira

    Que absurdo ….

  • Isso é revoltante, esses caras vivem com o cérebro de animais e se intitulam seres humanos!
    Eu sinceramente não sei onde vai parar o mundo se a humanidade está regredindo cada vez mais!
    Se tais atos são feitos dentro das universidades brasileiras, não é de se assustar que esse país está acompanhando o ritmo anti ético mundial afundando cada vez mais!

    • Ana

      Olá Victor, olha acho que vc se engana quando diz que eles têm cérebro de ANIMAIS, acho que não, os animais são melhores que as pessoas em zilhões de aspectos. Os animais agem por instinto, pela natureza, o homem é maldoso, age por ganância e egoísmo, não é confiável, é interesseiro. E nós sabemos que somos assim, por muitos motivos, inclusive por proteção dos que amamos. Os animais não vivem planejando enriquecer, eles só precisam sobreviver e deixar descendentes, não vivem querendo domesticar humanos, submeter-nos a eles. Quanto mais conheço minha espécie, mais preocupada fico com a fauna e flora.

  • Eu digo e repito: cadeia!

    bjks
    Mel

  • Alexandre

    Oi.. minha namorada participou da promoçao do macacao…
    quando sai o resultado??

  • Marina Sena

    Isso causa uma indignação tão grande…
    Que mundo vivemos?

    Isso é um absurdo! =/

  • Também fiquei com muito nojo quando li esta notícia. Queria ver se fizessem isso com a mãe ou a irmã destes imbecis. E pensar que eles são parte da “elite”, dos poucos brasileiros que chegam à universidade… é triste.

  • Fernanda Zaccaro

    Nossa, que absurdo!! Estou pasmada como ainda hoje, com tudo tão evoluído tenham estes ´´ogros´´!!

  • Cris

    Precisamos fazer com que isso tenha repercussão para que os responsáveis por tal humilhação não fiquem impunes!

  • Cynthia

    Episódio vergonhoso!
    Estou indignada.

  • Darlize de Figueiredo

    Que horror!!!

    Meus Deus onde vivemos, pensar que a educação está deste jeito no Brasil, temos uma visão ilusória das Universidades, principaalmente as que se localizam nas grandes cidades, não sinto ódio e nem nojo de pessoas assim, sinto pena, cabeças pequenas e como falam nos outros comentários esetes serão futuros juízes, médicos e advogados, por isso nossom país está assim. Só peço a Deus que seja feita justiça e que ele abençoe estas pobres moças que passaram por tudo isso. Força pra elas.

    23 anos, Téc.em Contabilidade, Itaqui – RS

  • Cebolinha

    Essas gorda nao valem nada !
    Minhas vizinhas sao todas gordas ! As sem vergonhas fazem torresmada toda semana e ainda ficam se gabando de tomarem cerveja todos os dias, pegam qlq um q apareca pela frente e ainda reclamam q seu principe encantado ainda nao apareceu !
    Tem eh q fazer rodeio de gorda msm pra ver se elas criam vergonha na cara e resolvem emagrecer e tomar um juizo nessa vida de gorda delas ! Afinal, gordas só fazem gordices…

    • Hellgirl

      Casa com seu fotoshop FDP, tenho uma raiva desses idiotas que acham que essas garotas feitas por fotoshop existem de verdade…pega uma revista antiga e veja as “beldades” na realidade…
      Ser gordinha não é ser de outro planeta, o corpo feminino é formado em sua maior parte por células de gordura, que são reservas energéticas, seu idiota, isso significa, se é que vc tenha um encéfalo que funcione como deveria para pensar nisso, que quando ela engravidar, não terá problemas com “falta de energia” para carregar sua prole…Mané…depois reclame do torresmo que sua colega come…

    • silvia

      E VC FAZ O QUE SEU MERDA

  • Poliana

    Cada vez me pergunto mais onde estão o valores das pessoas, será que nenhum animal desses pensou no que tal humilhação poderia se resultar. É um absurdo nos dias de hoje existir uns estúpidos desses!

  • Adriano

    Entendo que cabe a vocês mulheres elevarem o padrão de exigência em relação ao ditos ” Machos “. Não adianta condenarem atitudes estúpidas, nas redes sociais . Mas depois se derreterem com o os músculos e o carrinho do PlayBoy, morrerem de rir com seu exibicionismos e disputarem quem beija mais na balada, louquinhas de Sminorf Ice e estimuladores e/ou relaxantes sintéticos e/ou “naturais”. Este tipo de atitude é culpa direta da falta de valores, não sociais , não culturais, mas de humanidade e respeito. Sei que me tornei o pior inimigo de vocês, mas pode ter certeza que lhes amo e desejo . Rsrsrsrs.

    • renatavaz11

      Adriano,

      Meu marido é lindo, gostoso, atlético e não se comporta como um animal. é um cara inteligente, sensível, educado e muito companheiro.

      Abraços,

      Renata

      • Selma Soares

        Pois é Renata, ainda bem quem nem todos os “homens” são como esses que o Adriano descreve, e nem tão pouco toda mulher, não se dá o valor como ele acredita.
        Os que participam de movimentos como esse, merecem sim punição, pra mim isso é uma questão de direitos e deveres mesmo…
        Ninguém tem o direito de tratar outra pessoa assim. E é revoltante se deparar com quem arranja desculpinha esfarrapada pra esse tipo de comportamento hostil, agressivo, preconceituoso e doentil.

  • Bia

    Pessoal, eu estava no Interunesp. Não presenciei o tal “rodeio”, e fiquei chocada lendo a notícia. É muito absurdo. Eu fiz 4 anos de Unesp, essa foi a quarta vez em que fui a um Interunesp, e nunca tinha visto, ou ouvido falar de nada parecido. Tem que ser investigado, tem que ser discutido, os agressores devem ser punidos e as vítimas amparadas. Mas esse não é o espírito dos jogos, que por incrível que pareça, tem o objetivo de promover o esporte e a integração entre os campi da universidade, espalhada por todo o estado de SP. Os jogos são muito legais, essa foi a décima edição. Gente babaca tem em todo lugar, não é privilégio dos jogos universitários ter gente assim. Pelo contrário, os jogos são conhecidos no estado pela integração, o clima bacana entre as pessoas. Eu mesma nunca vi uma briga, e por isso fiquei tão chateada ao saber dessa agressão. Passavam por Araraquara mais de 20 mil pessoas por dia só por causa do evento. Do mesmo jeito que a Uniban ficou marcada pela agressão à Geisy, eu ficaria muito chateada que a Unesp ficasse marcada por esse episódio lamentável que com certeza não representa a maior parte de seus alunos nem o espírito dos jogos universitários Interunesp.

  • yara oliveira

    ler isso me deixou muito triste, pq podemos perceber como essas “pessoas” não tem o minimo respeito ao ser humano.
    Imagino a dor q essas meninas sentiram. Enquanto houver impunidade esse tipo de abuso irá acontecer. A maioria das pessoas não percebm q isso pode gerar um trauma nessa moças, q merecem como todo mundo respeito.
    mas num país onde esses filhinhos de papai, queimam índio, afogam calouro e não são punidos, tudo pode acontecer menos justiça .

  • Fernanda Prado

    Animais que fazem isso são pessoas mal resolvidas e sem limites.
    Foram os filhinhos mimados de ontem e os irresponsáveis de amanhã.
    Corja desprovida de valores e educação básica. Gentalha ociosa.
    Esquecem que serão pais. Aliás que tipo de pais, profissionais e cidadãos serão estes doentes?
    Depois dizem que os marginais estão nas favelas, será?

  • A que ponto chegamos.. Meu Deus!

  • Esses caras são muito covardes.
    Será que na familia deles não tem
    nenhuma pessoa que tem peso a
    mais.
    Esses idiotas vão se casar e ter filhos
    ai eu quero ver se eles serem obesos
    e forem mal tratados na faculdades
    como eles maltrataram essas pessoas;
    Só espero que o responsavél pela faculdade
    resolva tudo isso deforma correta porque
    eu sou um aluno que estou preste a voltar a estudar e nao gostaria de passar por isso.

  • Patrícia Spíguel

    Uma história dessas não pode ficar apenas com puxões de orelhas, tem que processar os caras e a faculdade, que permite tamanha agressão as alunas (os). Isso me revolta tanto sabe como existem pessoas tão baixas, mesquinhase pequenas, mais eu sei: pq existem pais que não educam seus filhos só dão as eles bens materiais e esquecem da educação que receberam quando crianças, meus filhos são adolecentes (17,14 e12 anos) jamais permiti qualquer tipo de coisa em escola ou com amigos e hj sei o que tenho em casa (verdadeiros seres humanos).
    VAMOS COLOCAR A BOCA NO MUNDO E TENTAR MUDAR ESSA PALHAÇADA DE PRECONCEITO.

    Abraços

  • Cecéu Mazagão

    bom fico pensando o pq ? será que esse tipo de gente vai ter filhos ? será que eles iriam gostar que seus filhos fossem maltratado de tal forma ?
    as veses fico pensando onde vai par a humanidade com esse tipo de comportamento e sem sentimento algim com o proximo , pessoas gordas tambem são filho de Deus pessoas gordas não são diferente de forma alguma .. agora me diz senhor reitor onde foi parar sua conciencia , Preconceito absurdo e com certeza não serão punidos como se deve,achei ruim a colocação do reitor em dizer que vai “procurar os culpados, mas não quer um inquisição.”
    e minha opnião é essa Acredito que essas espécies de seres, não são classificados nem como seres humanos e infelismente fazem parte do cotidiano de muitas pessoas

  • Renata

    Sou ex-aluna da Unesp do curso de direito e, infelizmente sei q é ilusória essa história de q universidade pública é mais civilizada ou superior em qqr aspecto…infelizmente o pessoal, mts vezes d cidade grande, fica enfiado numa cidade-província para cursar a faculdade e fica mt restrito ao “mundinho” de faculdade-atlética-beber-beber-interunesp-beber-beber-fumar-cheirar (não todos, mas MUITOS)…a vida se resume a isso, é um universo paralelo…

    o pior pior de td sabe qual é? eu realmente acredito q boa parte desses moleques não vê mesmo maldade no q fez…acha mesmo q foi uma brincadeira inofensiva…assim como trotes excessivamente humilhantes e, enfim…o q é péssimo pois reflete q a noção foi embora faz tempo e as pessoas não conseguem mais separar o q é brincadeira do q é uma coisa repugnante e maldosa…

    o mundinho da Unesp é esse…o mundinho não só da Unesp mas o de mts outras faculdades, escolas e grupos q se alienam ao resto do mundo e só se concentram no próprio umbigo…aliás abandonei o curso cedo por não ter me adaptado à mentalidade rasa da grande maioria, estou melhor hoje, definitivamente 😉

  • Kristyna Capote Lenoble

    O que me deixa indignada é o tratamento que os Diretores dessas instituições dão à esses casos, deveria ser tão importante quanto outro qualquer. Dizer que ainda vão avaliar como tomar medidas contra os responsáveis por isso? Um absurdo. Então agora só pq sou gorda não posso mais frequentar a faculdade com receio de sofrer bullyng por conta do meu peso? POr favor, vamos parar com esse falso moralismo e entrar em ação o mais rápido possível. Respeitar o próximo deixou de ser um ensinamento que vem de casa, está em desuso e precisa voltar a ser usado. Por que não fazem isso com o Jô Soares? Com o Faustão? Com a Fabianna Carla da Globo? Não fazem pois eles são famosos, conhecidos…. BASTA DE PRECONCEITO POR CONTA DO PESO…..

  • joice

    Que horror…um nojo!!o mais lamentável é que isso aconteceu numa faculdade….ensino superior não molda carater e nem ensina respeito com as pessoas!!!!!
    São uns filhinhos de papai babacas que vieram ao mundo á passeio!!!Estou INDIGNADA

  • Carinhoso

    Esse episódio revela o nível a que chegou a IMPUNIDADE.
    Antes as pessoas temiam agir de determinadas formas por temerem as conseqüências.
    Hoje, o “corporativismo” – leia-se:
    – CRO – absolveu o dentista que arrancou todos os dentes de 02 (dois) pacientes que têem necessidades especiais, por alegar que o profissional não tinha condições ideais de trabalho: IMPUNIDADE. Acha que ele vai temer continuar agindo assim?
    – Muitos profissionais da medicina, política, exatas etc. agem de forma descarada por certeza de IMPUNIDAE.
    – Jovens queimam índios em ponto de ônibus e são logo “livrados” por seus “defensores” (hoje em dia, inclusive, um deles é dentista no poder público de Brasília, pasmem!).
    – Muitos pais “livram” seus filhos de certas atitudes bestiais (a exemplo do que fora tentado em relação à propina aos policiais que autuaram o atropelador do filho da atriz Cissa Guimarães), logo estabelecem nos filhos a certeza da IMPUNIDADE.
    Estes alunos, com certeza, são “bem-nascidos” e gozam da prerrogativa esdrúxula da certeza da IMPUNIDADE.
    Caso sejam chamados à depor, entrarão em cena seus “defensores” (os patrocinadores da IMPUNIDADE): pais de influência que tentam subornar a reitoria dizendo a princípio: “- isso é coisa de garoto…o senhor entende como é… o senhor tem filhos?”
    Ratificando meu posicionamento, observem:
    Não sou gordo (1,77m, 84 Kg), mas sempre – sempre! Desde a primeira namorada – gostei das gordinhas. Sempre as escolhi como namoradas.
    Freqüento este BLOG por expressão da minha paixão pelas meninas gordas. As admiro. Gosto de vê-las, admirá-las. O dono da PLAYBOY, se depender de mim, empobrece; assim como o dono da ADOBE® (dá-lhe PHOTOSHOP®.. kkkk(risos, e muitos).
    Sempre observei, desde garoto, e compadeci a rejeição que as gordinhas sofriam:
    – nas festinhas americanas (aquelas em que os meninos levam refrigerante e as meninas levavam as guloseimas – diliça!!!)elas não eram chamada para dançar (me esbaldava; dançava com todas elas, e tirava onda no fim da festa “- com quantas você dançou? Pois dancei com 8, 9!!”;
    – nos jogos de vôlei de time misto (rapazes e moças) só eu, a bem dizer (haviam alguns semelhantes, claro), e alguns convencionais (do tipo: “já que não pode ficar de fora vem para o meu time) as escolhia;
    – quando íamos às festas de bairro (as famosas “festas de rua” (Junina)), quando passavam as magras e medianas, eles olhavam, mexiam, etc., mas, quando vinham as gordinhas diziam: “ – essa deixa pra ele, pois ele é quem gosta de manobrar caminhão.”
    Eu dizia: “ – ao menos sou autêntico; gosto do que me agrada, não ao que agrada aos amigos.”
    Uns boçais.
    O que o que era “deselegante” e “coisa de gente de família ruim”, por conta da IMPUNIDADE, está tomando ares externos e resultando nessas selvagerias.
    Essa, como outras, bestiais atitudes, nada mais são de que formas de externar o veneno com a certeza da IMPUNIDADE.
    Ainda há tempo de mudar as coisas.
    Beijos às minhas musas.

    • Kristyna Capote Lenoble

      Parabéns pela sua coragem de admitir o fato de gostar de gordinhas, pois muitos gostam, mas se escondem da sociedade, com receio do pré-julgamento ou do pré-conceito de estar ao lado de uma mulher com formas avantajadas. Lembrando que o ponto de vista é a vista à partir de um ponto, cada um tem o seu e o que é normal na minha opinião pode não ser normal para os outros. Então se entende que não existe normal e que todos nós temos o direito de ser feliz independente do peso, altura, cor, religião……
      Parabéns mais uma vez pela sua atitude….
      E obrigada pelo beijo, pois eu sou uma musa..heheh

      • Karina Abe

        Definitivamente faltam homens que como vc , possam de veras expressar a verdade e a sensibilidade a ótica feminina….Parabéns carinhoso!!!!!!!! Beijos nipônicos Karina Abe

  • Karina Abe

    Devem ser com certeza filhinhos papais ricos, que não sabem se quer dar valor a sentimentos muito menos valores humanos……Cambada de imbecis , cretinos isso que são!!!!!!!!!!
    perdão o desabafo Re….Inacreditável uma coisa destas, em um país tão democrático como o Brasil!!!!!!!!!

  • Estou enojada. Vergonhoso para quem participou deste absurdo degradante, imoral e desumano.
    E vergonhoso também para os pais, a polícia e o reitor, se não tomarem nenhuma atitude.

  • Thamini

    Li essa matéria de manhã na uol e fiquei revoltada……como pode isso ocorrer nos dias de hoje…….eu chorei com o depoimento da menina que sofreu essa humilhação….ridículo isso!

  • Eu já tinha lido essa matéria em outros blogs e expressado a minha revolta, então agora continuo revoltada mas consigo escrever de maneira, digamos, mais polida! rs

    Eu acho que este tipo de atitude deve ter penalidades legais e não só na universidade. Todos os imbecis que fazem este tipo de brincadeira devem não só ser expulsos como também processados para aprenderem a parar de ser preconceituosos e imbecis!

  • silvio Almeida

    Porque não inventam uma brincadeira inteligente . Isso é expor e humilhar as pessoas. É lastimável vermos atitudes assim. Esses babacas tinham que estar em um circo e não em uma universidade. Ou então presos em uma jaula com animais de estimação.Isso é estúpido. Estamos precisando de ações inteligentes e não de atitudes deprimentes. Replitam sobre isso.

  • VONTRAUM

    .ESSES ALUNOS SÃO DO CURSO DE BIOLOGIA E ENGENHARIA DE BIOTECNOLOGIA, SÃO OS CURSOS QUE ABRIGAM OS PLAYBOYS DA UNESP…ESTUDEI NA UNESP DE ASSIS E LÁ O PESSOAL DE BIO E BITEC NÃO SE MISTURAM COM OS OUTROS CURSOS…ELES SE ACHAM OS DONOS DA FACULDADE….ESSA PRAGA TEM QUE MORRER NA PAULADA….

  • Patricia Abrão

    argh… q nojo… o que esses idiotas fizeram com as alunas é o fim do mundo, mas a cara-de-pau do responsável dizendo que não quer um processo inquisitório dá náuseas…

  • Esses animais tinham que ser expulsos! Alguém tem que tomar uma atitude drástica! Foraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa…

  • eu quero ver cadecadecade cade

  • talvez uma bricadera de mal gosto mas foi bom . eu gostaria de ver a cara do reitor montado na gorda.

  • Rafa

    DEPRIMENTE!!!

  • Mari

    A UNESP vai dar um tiro no pé se não punir. Depois do dano que houve a imagem da UNIBAN ano passado, duvido muito que deixarão por isso mesmo. Até porque os próprios alunos estão exigindo providências…

    Na verdade esse tipo de discriminação devia estar especificado na lei. O orkut tem dezenas de comunidades que discriminam gordinhos. Inclusive tinha uma chamada “detesto gorda em ônibus”. Havia uma mensagem nessa comunidade de uma moça gravida reclamando de gordos no ônibus. Gentilmente respondi seu tópico lembrando que no momento a circunferencia dela (e o espaço que ocupava no veiculo) era superior a de qualquer gordinha… Mas se raciocínio fosse o forte dessas pessoas elas não discriminariam né ?

  • Gislaine

    Processo inquisitório? O que é isso? Sr. Ivan pessoas que agridem fisica e moralmente outros seres humanos e acreditam que isso é brincadeira são sociopatas, portanto sem condições de viver em sociedade. Devem ser internadas em instituições prisionais ou psiquiatricas. Isto não é um processo inquisitorio é justiça e como professor deveria saber qual é a diferença. Ou o sr. não conhece a história da Santa Inquisição. O que estes alunos fizeram se enquandra perfeitamente em um processo inquisitório. Com um professor como o sr. dá para entender o tipo de aluno que há nesta instituição. Lamentavel seu comentario.

  • Pingback: Mais gente indignada e uma tag no Wordpress | Mar de Histórias()

  • Paula Tejando

    porra meu… a parada é foda mesmo, não guentei nem 5s

  • Processo nesses canalhas!!!!!

  • Anti-gorda

    Até que enfim as gordas tiveram seu momento de felicidade…

  • peao

    deve ter sido engraçado

  • Léia

    Sou contra essa crueldade até mesmo com animais; quem faz isso merece ser chamado de monstro… Espero que esses covardes sejam punidos . Não merecem estar numa universidade e sim numa jaula!!!….

  • Fabio

    Depois da Geise Arruda eu achei que a imaturidade dos estudantes paulistas ia acabar, mas eu estava esperando muito de um povo que vota no Tiririca.

  • Coxas de jogador http://t.co/4z6NybU

  • JULIANA

    eu estou muito chateada,mas eu falo pra todas as gordinhas se amem,eu me acho linda e nao to nem ai pra esse monte de babacas,que nao sabem o dia de amanha ,eu era magrinha antes de estar acima do peso,e hoje me sinto muito feliz,tenho um marido que me ama e diz pra mim todos os dias como sou linda e gostosa,a minha gordurinha veio com 2 presentes de Deus que sao meus filhos,e isso ai SE AMEM

  • Nassih sari

    Um absurdo! Deveriam ir todos para cadeia!!!

    http://ventreemebulicao.blogspot.com/

  • está em pauta a discussão: q mundo é esse?

  • Kristyna Capote Lenoble

    Um grupo de alunos do campus de Assis (SP) da Universidade Estadual Paulista (Unesp) realizou nesta quinta-feira um protesto contra o episódio que ficou conhecido como “rodeio de gordas”. De acordo com a instituição, uma reunião de professores sobre o caso de violência acontecia na tarde de hoje.

    O “‘rodeio de gordas”, promovido por alunos do campus de Assis, ocorreu entre os dias 10 e 13, durante os jogos universitários, em Araraquara (SP). As agressões – consideradas uma “brincadeira” pelos organizadores – consistiam em agarrar mulheres, de preferência obesas, e tentar simular um rodeio, ficando o maior tempo possível sobre a colega. Segundo o responsável por uma comunidade no site de relacionamentos Orkut sobre o tema, mais de 50 alunos de diversos campi da Unesp participavam. O estudante afirma que, primeiro, o jovem se aproximava da menina, como se estivesse paquerando-a, e, em seguida, começava a agressão.

    Hoje, a reitoria da Unesp divulgou nota em que reafirma o repúdio ao envolvimento de alunos da instituição nas agressões. Apesar disso, segundo a universidade, existe a obrigação legal de que seja instaurado processo disciplinar para dar direito à defesa dos acusados. “A universidade não pode proceder por meio de atos sumários contra docentes, servidores técnico-administrativos e alunos”, diz a nota
    Site Terra
    A vergonha continua… agora se fosse algum filho de rico que tivesse sido ofendido, o caso já estaria no DHPP o Delegedo Olim tomando conta, enfim….

  • Virginia

    Qdo li esta matéria ontem, parei pra pensar nos bichos que vivem nas selvas. Naqueles que passam no globo repórter os que a gente nunca viu de perto e se vimos foi no zoológico.
    Vamos inverter os papéis, vamos colocar os bichos de toda e qualquer espécie nas universidades, e aqueles seres humanos que estudam lá colocaremos nas Selvas. Vamos ver quem sobrevive mais? Eu aposto com qualquer um de que os animais, vão sair das universidades com diploma se bobear com direito a pós, mestrados e doutorados e de graça. E aqueles seres humanos imundos, hipócritas, medíocres, egoístas e legalistas não sobreviverão 10 dias.
    Agora eu gostaria de saber o que estes professores que reclamam tanto dos salários que ganham(isto pque ganham mais do que um policial militar que sai as ruas pra muitas vezes morrer) ensinam pra esses seres que lá estão? O que o vice-diretor que no mínimo tbém é professor de alguma coisa vai fazer a respeito? Como é que pode esse tipo de gente ainda se formar em alguma coisa e sair para atender aqui fora, pensa em uma praga dessa sendo médico e atendendo uma gorda, ele vai fazer o que com ela? Eu não suporto mais esta sociedade hipócrita que passa a mão na cabeça destes malditos que chegaram até a universidade e não existem nenhum tipo de punição sobre eles. Vcs acham que seria a primeira vez que isto acontece, acha que nunca fizeram nada ou algo parecido em outros anos nas escolas em que passaram? E onde estão as autoridades das escolas, do país, que não faz nada a respeito?
    Sabe gente tudo se escolhe nessa vida, nascemos homens, mulheres, negros, japoneses isto não dá pra escolher, nascemos assim e pronto, agora se escolhe hoje e a muito tempo opção sexual certo, nascemos de cabelo preto e podemos escolher ficarmos loiras, podemos ser muito magras e escolhermos engordar e podemos ser muito gordas e escolhermos fazer a cirurgia do estômago e ficar seca e horrorosa, cheia de peles e cortes, ou então podemos escolher ficarmos gordas e daí? Pergunto eu e daí? Estes estudantes tiveram suas escolhas poderiam honrar a melhor universidade em que se estudam e sairem de lá diplomados e fazer a diferença aqui fora…tentar mudar aquilo que já não acreditamos que mude mais, mais escolheram ser mais um bando de vagabundos dentro de uma famosa universidade, vão sair de lá com seus diplomas de médicos carniceiros, advogados ladrões e com diploma, dentistas e por aí vai.
    Desculpem, é que não aguento mais tanta imundice, e depois vem o sistema e diz que dá pra mudar que dá para o BRASIL SEGUIR MUDANDO. Mudar o que se o que deveria dar exemplo tenta nos ensinar a escolher o pior.

    Virginia

  • marcos

    Depois ficam puxando o saco de faculdade pública. GRANDE BOSTA! A maioria é arrogante e se acha fodão. Só animal. Faculdade publica é uma verdadeira bosta. um ninho de cobras.

  • Amanda

    Na minha opinião, tudo “são flores” quando se fala que a vida tem que seguir em frente indepente de seu peso, mas na pratica, na realidade, sabemos que nao é assim, tenho 16 anos e graças a Deus este ano entrei em uma escola onde fui MUITO bem recebida, mas antes desta escola o que eu sofri, nao dá pra medir, ir a escola se tornou pra mim uma tortura por que eu sabia que quando eu chegassse lá as pessoas iam fazer piadinha sobre mim, sobre meu peso para ser mais especifica, por isso nao gostava de ir a aula, nao estudava direito e como rsultado nao porderia ser outro a nao ser a reprovação, mas nao fico triste pela reprovaçao, pelo contrario, se nao fosse a reprovaçao eu nao teria ido para escola nova onde fiz muitas amizades, mas eu fico realmente chateada ao ver que as pessoas que deveriam dar muita atençao ao bullyng, se omitem e fingem nao exergar o que realmente está acontecendo; diariamente recebo e-mails do blog, mas esse mecheu comigo pois imagino a HUMILHAÇÃO que essas pessoas passaram, mas o jeito é levantar a cabeça e perceber que se cairmos a conversinha dessas pessoas a unica coisa que vai nos restar é a depressao, por isso conheça novas pessoas, frequente novos lugares, tem muita ente legal por ai 😀

  • Patrícia

    Estética sempre foi e sempre vai ser a importancia real desse país, só somos lembrados lá fora pelas bundas formosas das nossas brasileiras, é por gente assim que estamos manchados lá fora.

  • Marco Antonio

    Fique sabendo disso hj na faculdade, fiquei indignado, esses caras deveriam ser esmurrados até a morte cambada de filhos da p***

  • Kamila

    O mais chocante é que o organizador dessa baixaria disse que é apenas uma suposta “brincadeira”…. A hora que colocarem a mãe ou a irmã desse cara será que ele vai achar que é apenas uma “brincadeira”?
    E o pior, como a Renata disse, como uma universidade de nome forma gente desse tipo, e no futuro estaremos a mercê desses “profissionais”… Lamentável!

  • Ridículo, logo nota-se o nível de politização e emancipação desses jovens e dessa educação que nem merece ter esse nome. Meu répúdio a essa e outras ações q só explicitam o quanto ainda temos que evoluir enquanto cidadãos e seres humanos.

  • Renata Corotti

    Deprimente, fico muito triste pelas garotas.

    Esse acontecimento é fruto de uma educação de lixo, ou melhor, uma educação tão “burguesinha” que desde pequeno, eles não conseguiam ver seus coleguinhas como semelhantes, os pais não lhe falaram….
    No fundo, isso não tem nada a ver com ser gordinho ou magrinho, tem a ver com agitadores influentes e jovens querendo ser aceitos pelo grupo. Meninos vazios, sem personalidade, sem valores definidos. Eles não tiveram educação moral. Mas tudo isso não quer dizer que eles não devam ser punidos… eles tem que sentir a consequência do que fazem.

  • Graziela Barros

    Que isso gente?! É O FIM DO MUNDO??????

  • Nadja

    Sem palavras – muito chateada com essa notícia

  • Dani

    Esses caras são uns covardes.. Além da agressão absurda, as vítimas foram mulheres, q n tinham como se defender!!

  • Pingback: Top Posts — WordPress.com()

  • Fiquei muito indignado quando soube deste assunto. Se há uma coisa que eu não tolero, em hipótese alguma é covardia. Fico pensando: como estão essas garotas? Com certeza elas tinham sonhos e planos que, lamentavelmente, foram abalados por um grupo de moleques irresponsáveis. Tenho pena dos pais desses covardes, que, possivelmente, não os ensinaram (ou pouco fizeram) valores fundamentais como respeito ao próximo, respeito às diferenças e à convivência pacífica entre as pessoas. Expulsão é pouco para esses canalhas. Deviam estar na cadeia. Mas infelizmente, como vivemos no país da impunidade, temo que o pior possa acontecer.
    São esses os futuros profissionais formados pela UNESP, uma das melhores faculdades do Brasil?
    Brincadeira? Desde quando se “divertir” de maneira cruel e sádica é brincadeira? Desde quando humilhar garotas só porque são consideradas “fora dos padrões de beleza” é brincadeira? Desde quando brincar com os sentimentos de garotas que tinham sonhos e planos é algo divertido? Brincadeira? Uma brincadeira de extremo mau-gosto.
    Peço desculpas pelo tom de revolta, mas não pude conter minhas palavras diante da gravidade do caso. Fica aqui o meu desabafo.

  • Izabel

    Que nooooooooooojo, eu chorei lendo isso…
    pensei nas meninas, pensei na sociedade que as vezes nos faz querer sumiiiiiiiiiiiir
    Meu Deus…

  • Pessoal, vcs podem assinar uma petição pública contra isso e repassar para seus contatos

    http://peticaopublica.com.br/PeticaoListaSignatarios.aspx?pi=P2010N3427

  • Estes bostas não serão expulsos da Unidade? É o mínimo, para dar exemplo de dignidade.

  • Marcia

    Quando aconteceu c/a estudante Geisy não há como negar que o fato de haver sido numa “escola” de nível duvidoso (comparativamente com as grandes universidades paulistas), levou muita gente a achar que a “gentalha” que participou do insigne ato era de nível tanto ou ainda mais inferior. Claro, não vamos generalizar, pq c/certeza há gente boa(ser humano de fato, eu quero dizer!) em todos os ambientes e gente que se for chamado de bicho será ofensa a classe animal! Agora o fato ocorrido na Unesp, uma das melhores universidades do país (p/cujo ingresso me parece, há que se estudar muito!), deixa claro que o vácuo está mesmo nos valores que as famílias estão preconizando na educação de seus filhos. Que lamentável que a cada dia, aquilo que antes se fazia as ocultas porque se tinha a real noção de que era imoral, amoral, desumano inclusive (as rinhas de galo são um exemplo!) hoje se divulga em redes sociais como orkut, provando que o infeliz que criou “o grande evento” é um ser para o qual não consigo imaginar uma adjetivação melhor que “um coitado”. Assim como são coitados esses que o seguem. Assim como são coitadas essas meninas que se deixam agredir de forma tão covarde. Que lástima! A esse pobre ser que teve a grande idéia, do grande evento, da grande brincadeira, eu sugeriria imaginar num futuro não muito distante, que uma de suas filhas nasceria com uma doença chamada OBESIDADE MORBIDA, que a faria ser discriminada desde a mais tenra infância. Quem sabe sentindo na carne o que significa discriminação, esse ser ignóbil possa crescer um pouco emocionalmente e vir a tornar-se um ser humano real. Por enquanto ele podia emigrar para o Irã (sem volta por favor!) e graduar-se em apedrejamento. Ele deve achar bem engraçado também! Tenho pena das garotas que eventualmente tenham sido “laçadas” para participar (ñ me dei ao trabalho de ver detalhes das regras de participação!) e também das que participaram voluntariamente. Mas com certeza, como mãe, tenho mais pena ainda dos pais desse rapaz. A menos que tenham negligenciado em sua educação e/ou apoiem o “menino sapeca” (como tantos o fazem nos dias de hoje), creio que devem estar tendo uma crise do típico sentimento paterno: “ONDE FOI QUE EU ERREI?”

  • Mais um InterUnesp, mais uma baixaria…
    Basta procurar na internet, todos os anos é a mesma coisa: falta de respeito, um monte de baixarias.
    Esses eventos costumam ser regados por bebidas, drogas e por muita gente que não tem o que fazer, eles acabam passando dos limites, mas isso não lhes dá o direito de humilhar, expor e ridicularizar o próximo.
    Eu acho que deviam vetar esse InterUnesp, não deve mais acontecer, porque infelizmente esse bando de cretinos estão sempre aprontando e ninguém sofre punição.

  • Que ABSURDO!
    É inacreditável que em pleno século XXI ainda existem pessoas tão atrasadas mentalmente. É por isso que o nosso país não “CRESCE”, porque ainda está poluído de PRECONCEITOS, de BABACAS que nem esses ordinários aí da reportagem. O que tem na cabeça deles? Côco? Merda? Só pode ser isso, são simplesmente desprezíveis e desprovidos totalmente de inteligência, de respeito… enfim de qualquer valor humano! Espero que haja punição a eles. BRINCADEIRA? Eles disseram… vamos fazer sim essa brincadeira com as mães deles, as irmãs, as avós… vamos ver se eles acham isso engraçado também. Estou indignada!!!

  • Luci

    Com muita tristeza sou obrigada a dizer uma coisa: eles não serão punidos. Pelo modo que os responsáveis pela Universidade estão tratando o caso, acho que até eles deram risada.
    Preconceito contra gente acima do peso aqui no Brasil, supera todos os outros preconceitos.
    Pq? Pq preconceito racial é crime. Discriminar um deficiente físico também. Homofobia dá uma repercurssão desgraçada. Mas quando é o gordo que sofre, todo mundo dá risada… Até mesmo os negros, os deficientes e os gays tiram sarro dos gordos, como se um tipo de preconceito fosse tão diferente do outro.
    A imagem que vendem na televisão é de que gordo só serve pra fazer comédia. Agora, pior que ser gordo, é ser GORDA. Pq se o cara gordo aparece com uma mulher bonita, tudo certo. É, fazem umas brincadeiras e tal, mas pensam: “Esse cara deve ter alguma coisa legal pra essa mina ficar com ele!”
    Mas se é uma gorda que aparece com um cara magro (e nem precisa ser alto e bonito): ” Caraca! Coitado desse cara! Tá pegando o bujão! Tá necessitado hein! kkkkkkk….”
    E se o cara for bonito? “É um Santo. O cara gosta de fazer caridade.” “Lá vai São Jorge e o Dragão!”
    A mulher acima do peso é vista como desleixada, carente, covarde, burra e até mesmo porca. Não, eu não exagerei nos adjetivos. Se vcs morassem onde eu moro… Aqui é assim mesmo.
    Uns sentem pena das gordas. Outros acham que elas são aberrações, que não tem sentimentos, que podem tirar sarro, colocar o pé na frente pra coitada cair, e depois ficar rindo: “Quica jabulani! Quica!” ou junta uma galera e espera ela passar pra cantar musiquinhas sobre o peso. Providência?
    Nenhuma. Quem estiver no ponto de ônibus, passando na calçada, ou até mesmo de carro ou bicicleta gargalha das riminhas…
    Essa brincadeira de rodeio, já conheço faz tempo. No ginásio já faziam essa brincadeira com as meninas. Quer saber? Até os professores seguravam as risadas. Poucos que puniam os alunos. Aí depois reclamam pq existem algumas meninas acima do peso que são grossas. A gente é obrigada a crescer na defensiva, pq vc nunca sabe se o cara que chega em vc é por interesse ou pra fazer vc virar piada.

  • Visite o SC e saiba tudo sobre a TV!
    Visite a nossa cobertura do reality “A Fazenda”
    http://supercanaltv.wordpress.com

  • O foco das faculdades privadas é ganhar dinheiro. Com isso, não há filtro ou seleção dos universitários, ou seja, qualquer “Zé-roela” começa a frequentar a faculdade/universidade desde que pague. Isso implica em acontecer este tipo de atividade.
    Gostei de um comentário que li sobre esta matéria que enquanto a humanidade regredir ao invés de evoluir, coisas deste porte ou piores estão vulnerávies a acontecer. Acredito que faculdades servem para a evolução individual, a reformulação da forma de pensar e revisão dos conceitos e atitudes. Enquanto a humanidade visar dinheiro, isto vai acontecer. Achei bacana a reportagem. É uma imensa falta de respeito com o próximo. Nosso país está sem punição ao cidadão desrespeitador da lei. Pense duas vezes em quem vai votar.

  • Pingback: Links da Semana: « Louro Depenado()

  • Edu Soares

    Descrição da comunidade Rodeio da Gorda (Orkut): Quando você estiver na balada/festa/baile com seus amigos e já tiverem tomado algumas/várias, ACHEM A MINHA MAIS GORDA DA BALADA, daí um de vocês chega nela por trás e coloca os braços em volta dela. Então sussurre no ouvido dela – VOCÊ É A COISA MAIS GORDA QUE EU JÁ VI – e vê quanto tempo você consegue segurar.”

    Em 1997, cinco rapazes de classe média-alta de Brasília atearam fogo ao índio pataxó Galdino Jesus dos Santos que dormia sob um cobertor numa parada de ônibus, confundindo-o com um mendigo. Como se qualquer mendigo merecesse tal tratamento.

    Em 1999, o calouro Edison Tsung Chi Hsuen foi afogado na piscina da Atlética da USP durante um trote.

    No mesmo ano, o estudante de medicina Mateus da Costa Meira descarregou um pente de submetralhadora na platéia do cinema Morumbi Shopping, matando três pessoas e ferindo outras cinco.

    Jovens ricos, estudantes de faculdades renomadas (e caríssimas), pessoas que têm tudo na vida – exceto vergonha na cara.

    Qual será a punição dos frequentadores deste Rodeio? Aliás, sofrerão algum tipo de punição? Que fim levaram os assassinos do índio, os donos do trote da USP e o aspirante a médico do cinema? Será que estão por aí, devidamente diplomados, ganhando bem e curtindo a vida numa boa, calando a boca de quem ainda acredita que existe justiça neste país?

    Quero quer que num futuro a impunidade acabe de uma vez por todas. No futuro, pois o nosso presente é um presente para certos dementes que tem do bom e do melhor na vida. Ou melhor, quase tudo. Falta-lhes decência e isso não se aprende na univerdade.

  • eu só digo que esses caras tem a inteligência de uma ameba qualifica los é difícil.

  • Quando a gente pensa que já viu de tudo na vida acontece uma coisa como essa! Cheguei mesmo a pensar que os jovens universitários brasileiros tivessem aprendido a lição depois do caso Geisy Arruda, da Uniban.
    Isso o que aconteceu agora na Unesp é inclassificável. Além de preconceituosos, aqueles estudantes deram ao mundo uma demonstração inequívoca de intolerância, desajuste e falta de respeito para com o semelhante. E uso aqui o termo “semelhante” no sentido mais amplo da palavra; significando dizer um ser humano como eles, uma criaturinha de Deus.
    As meninas gordas daquela Universidade podem até não ser “semelhantes” a eles na forma física, mas merecem respeito como qualquer outra pessoa. Essas moças deveriam ser indenizadas pela humilhação que sofreram! Viva a diferença!

  • oi eu voltei kk, fkei um tempinho sumida mas senti muita saudades de vcs ,RE eu voltei e me deparei com esse texto, fkei muito triste , pois naum existe mais respeito , entre as pessoas.
    Um absurdo. realmente to sem palavras.
    bjo querida.

  • marcos

    assim como tinha esse grupo de babacas, será que nao tem nessa UNESP um grupo com personalidade para pegar esses idiotas e brincar com eles tambem, quem sabe criar o rodeio nos viadinhos, e pegar esses babacas e fazer de viadinho. ou quem sabe levar eles em uma academia de luta e soltar eles pra perga um cara meio fortinho com gosto de gas na bogas e muito sangue nos olhos pra ver quem pode mais.
    psts. será que as maes e irmas desses babacas sao todas magrinha?.

  • Olha e ate comedia como todos sabem esses casos de bulling ja sao antigos na minha epoca sofro e isso ate se tornou parte de meu presente.

    Agora a meleca da midia ta em cima descupa o palavrao (e uma porra, viados, falsos ) esses caras vao sair na boa porque sao os caras maneiros os descolados os que as garotas dao tudo e mais um pouco e depois que se (fodem) procuram os caras como eu. Isso nao vai mudar ate comecar a sair mortes serias

    Muitos aceitam pra e deixam acontecer por nao serem taxados ou sofrerem junto afinal e sempre o ditado antigo.

    Pimenta nos olhos dos outros e refresco pra gente.

  • Walter klein Jr.

    Galera,
    estou chocado tanto com o tal “rodeio” quanto com os comentários de pessoas que reforçam essa idéia ou se divertem com ela.
    Não se trata de um jogo ou brincadeira e sim de um CRIME!!!
    Acho que a sociedade merece conhecer a cara desses criminosos, é preciso tornar pública a cara desses FDP pois parece que a punição não virá como desejada.
    Gostaria também de convidar os idealizadores do “rodeio” e as pessoas que gostaram da idéia para pular nas minhas costas. Então caros peões, por favor, pulem nas minhas costas, eu imploro! Ganha o prêmio não quem ficar mais tempo pendurado em mim, mas quem sobreviver… Rodeio é meio perigoso, “acidentes” acontecem.
    Então, quem vai ser o primeiro? Vcs não são machos?
    Covardes!!!

  • Priscila

    Fico com a posição do Dr. D’Urso da OAB “Essa agressão não pode ser tratada como um episódio inconsequente”(…) Negou-se às alunas seu direito mais precioso: a dignidade da pessoa humana, que é um valor ético do qual não podemos abrir mão, especialmente dentro de uma instituição de ensino, à qual caberia observar esse valor”.

    A sociedade precisa exercer pressão sobre a faculdade, que já tem os nomes dos organizadores. Estes precisam, no mínimo, ser expulsos.

  • Mayara Petruso no Twitter : Ministério Público Federal investiga denúncia de racismo: http://t.co/ePEz52N

  • Amanda

    como algumas meninas disseram aí em cima, é péssimo pensar que algumas dessas pessoas se tornarão médico, advogado, professores…

    estudam tanto pra passar no vestibular de uma faculdade que, digamos de passagem, tem nome pra chegar lá e resumir a vida acadêmica em bobagens do tipo “RODEIO DAS GORDAS”.

    é vergonhoso. a juventude universitária brasileira me causa asco.

  • vamos fazer isso com as mães deles pra ver se vão gostar!

  • Thayla

    Olha eu sou uma garota de 11 anos e me interesso em assuntos assim porque quando eu crescer quero ser advogada e vejo que isso é injusto e errado…
    as características de outras pessoas são de outras pessoas se elas são GORDAS,MAGRA,ALTAS,BAIXAS,BRANCAS,NEGRAS,MORENA,LOIRAe problema delas porque quem faz bulliyng se acha muito perfeito mas não é…sabe porque porque pessoas assim fazem outras pessoas serem menor para se sentirem maior. Mas pessoas que sofrem do bulliyng não se vinguem por que quem se vinga são apenas os fracos.Mas é possível que elas sofram tudo em dobro mas para quem tem pensamento forte o impossível é só questão de opinião

  • eu curto as gorda, pega nas drobinha e tal. alguma gordinha me add no msn: djrafaelverona@hotmail.com

  • Minha nossa eu sou um pouco acima do peso mais nunca ninguem me fez isso,acho que as pessoas deviam se incomodar com elas proprias nao com meninas obesas isso é desumano pessoas como essa nunca terão sucesso na vida.Isso é o que acho

  • Universiotários!

  • Pingback: Aluno envolvido no “Rodeio das Gordas” é condenado a pagar R$20 mil |()