12 de abril de 2011 09:57

Por Keka Demétrio

Quem muito escolhe, acaba sendo escolhido. Sempre ouvira esse ditado, porém não entendia ao certo o porquê de não poder escolher o que quisesse na vida, e então caiu na armadilha da pressão social e com medo de ficar pra titia casou-se com aquele moço mesmo.

Havia no gráfico do tempo uma curva onde ela via as emoções se modificando: no inicio tudo azul, depois, o comodismo foi chegando, a falta de entusiasmo tomando conta e quando perceberam estavam em um estágio de maturidade chato e rotineiro que levou a relação ao declínio.  A separação era inevitável.

Depois de tempos sem um amor, ela se viu encantada por ele. Feições séria, bonito, inteligente, culto…  e extremamente ciumento. Isso! Essa era a deixa que ela precisava para se livrar rápido do sentimento de amor que começava a fazer com que o fluxo sanguíneo acelerasse os batimentos cardíacos causando taquicardia e suor excessivos. Tinha decidido a não ser mais escrava dos sentimentos e então, mais do que nunca, passou a escolher a dedo os homens com quem deveria se relacionar. No fundo, esperava que chegasse algum e arrebatasse o seu coração já não tão novo assim. O tempo também escorria pelo vão dos seus dedos.

Sentia-se solitária, embora tivesse companhia, e por ser como era, sem coragem de assumir de verdade seus relacionamentos, era vista como egocêntrica, egoísta e arrogante. Não sabiam que no fundo ela só queria relembrar os tempos de adolescência quando seu coração subia até a boca numa mistureba emocional desenfreada. Ela tinha direito a isso. Assim pensava.

Um dia surgiu a vontade de recomeçar do nada, do zero, e decidiu acalmar o coração ansioso e volúvel. Fez a lista de predicados essenciais que ele precisaria ter. Parecia que seria como ir às compras para buscar um vestido que iria deixá-la mais bela, mas ele não estava à venda onde procurou. Porém, ela insistia em querer escolher, e batia o pé dizendo que não faria diferente.

Então, o destino, cansado de tanta teimosia, resolveu dar uma mãozinha e trouxe alguma coisa diferente no ar. Havia uma distância, na verdade a geografia nunca fora sua amiga, mas mesmo assim houve a presença de ambos. Fome e comida, carne e alma, emoção e razão, dia e noite. Era urgente o que sentiam e tudo aconteceu sem planejar, sem procurar, simples assim, só aconteceu.

Bom, ao menos é assim que ela espera que aconteça. E, pensando bem, seria uma ótima maneira para ela recomeçar a viver.

  • Keque

    +1 vez linda!

    • Keka Demétrio

      Bjos, linda!

  • Ual…..amei!!!! Tanta emoção no texto!!!! Você sempre arraza.

    • Keka Demétrio

      Tati, emoção é o que não anda me faltando. rsrsrs
      Super bjo

  • Carola

    Sinto uma pitada de história real nesse texto. Tô errada? xD
    Simplesmente inspirador! *-*

    • Keka Demétrio

      kkkkkkkkkkkk, mais ou menos isso, gata!!
      *-*

  • Cynthia

    Mais uma vez trazendo gotinhas de alegria ao meu dia!
    Tão reflexivo.
    Cheiro pra você, amiga mais que que linda!
    Saudades…

    • Keka Demétrio

      Amigaaaa, tem um tempão que não falo o qto te adoro, né!!!
      Mega beijooo

  • Nathalia Knust

    Que lindo!!! Eu que ando precisando d euma inspiraçao assim =p
    Bjs!!!

    • Keka Demétrio

      Lindaaaaaa, acontece sem a gente esperar…eu acho!! kkkkkkk
      Bjosss

  • vanessa

    Nossa até parece que esta contando minha história….. kkkkkk

    • Keka Demétrio

      Opaaaa, adoro um babado. Como que é essa história, hem???
      Bjos, linda. 🙂

  • renatavaz11

    Ai, ai, ai, ai… Que lindo!

    Concordo com você. Sair pegando o primeiro que aparece pela frente, como se não fossemos merecedoras de um parceiro melhor, mais agradável, mais bonito, mais gostoso, não tá com nada!

    Ainda bem que vc soube esperar. E escolher. Quem sabe o homem da sua vida. hihihihi

    Bjs,

    Te amo.

    • Keka Demétrio

      Continuo testando a minha paciência. rsrs

      Amo vc, trem bão!!

  • Renata Bitar

    Hummmmmmmmmmmmmmmmmm!!!! Sinto um cheirinho de amor no ar….. ADÓÓÓÓÓÓÓÓÓÓROOOOOOOOOO!!!!
    Amei o texto Kekinha..
    E se o amor (mesmo que à distância) estiver no ar, já montei a torcida organizada com direito a pompom e tudo kkkkkkkkkkkkk
    bjus no coração

    • Keka Demétrio

      kkkkkkkkkkkk, ai, Rê, imagina um monte de mulherão agitando uma torcida!! rsrsrs
      Bjossss, bjosss, bjosss

  • Keila Barros

    Keka…
    Cada postagem sua me faz refletir mais e mais na vida…
    Adooooroooo!!!
    Como disse Renata Bitar…tbém senti um cheirinho de amor no ar…rsrs
    Bjo Grande!!!

    • Keka Demétrio

      Tem nada não, flor…mas quem sabe em um dia qualquer isso não m aconteça, né! rsrs
      Bjosss

  • Raquel Ap.

    Ain Ain hein dona Keka? Texto na hora certa, anou lendo meus pensamentos foi? uiuiui viu

    Saudades gaaaata. s2

    • Keka Demétrio

      Esses corações volúveis…aiaiai….kkkkkkkkkkk
      Saudades tbem, gata!!!
      Super bjooo

  • Rodrigo Cruz

    Olá, Keka. Interessante este texto. Isso me lembra alguns relatos de mulheres em busca do tão sonhado “príncipe encantado” (sei que isso é um assunto um tanto batido, mas isso foi uma das coisas que passaram pela minha cabeça ao ter este texto). Como seria este sujeito? Quem é esse cara afinal? Prefiro acreditar que cada mulher tem uma definição diferente do tal “príncipe encantado”. Mas será que esta definição pode ser revista, repensada e sofrer alguma mudança ao longo da experiência de vida de cada mulher? Ou esta definição se mantém 100% inalterada com o passar do tempo? Acredito que as experiências de vida de cada mulher podem ajuda-la a escolher melhor o cara que realmente mereça ser agraciado com os seus sentimentos e com quem possa compartilhar momentos importantes na vida.
    Bom, é isso. Abraços e beijos.

    • Keka Demétrio

      Ah, gato, com certeza essa imagem de “principe encantado” muda na medida em que vamos amadurecendo. E não se procupe, cada uma tem uma visão diferente do tal príncipe. rsrs
      Beijossss

  • Ahhhhhh não dá pra comentar nada a respeito, né Keka!!!
    Daqui a pouco vão me chamar de puxa saco e coisa e tal!!!
    Adoro seus textos, são sempre perfeitos…
    Beijos

    • Keka Demétrio

      Engraçadinha, como se eu não fosse sua fãnzaça tbem!!! 🙂

  • Essa sou eu!!!! kkkk
    Ah minha lista ta prontinha, só falta achar o local de onde encontra-lo..rss
    beijos

    • Keka Demétrio

      Gata, não existe o local certo, pode ser em qq ponto de bus, em uma sorveteria, bar, até mesmo na fila de uma farmácia. O importante é estar atenta e não deixar passar. rsrs
      Bjosss

  • Tássia Gonçalves

    Ahhhhhhhh…

    q lindoooo seu texto Keka!

    Como postou a Vanessa, esse texto também se parece com a minha história.

    Muita sorte para vocêeee!!!

    Um Bju grande!

    • Keka Demétrio

      rsrs, obrigada, flor!
      Sorte pra vc tbem. :p
      Bjos

  • Bruna Monteiro

    Concordo plenamente com a Fabi!
    Já sabe oq penso a respeito, não é mesmo?

    Lindaaaaaaa, beijãozãooooooo!!!!!

    • Keka Demétrio

      Bruninhaaaa, te love you!

  • Jaqueline dos Anjos

    Uala
    incriveel

    • Keka Demétrio

      Bjos, Jaque! :p

  • Bom, conhecendo o Blog agora e ADORANDO tudo!
    Maravilhoso texto!
    PARABÉNS!!!