21 de abril de 2011 03:59

Por Renata Poskus Vaz

Semana passada, uma série de blogs especializados em universo GG opinaram sobre Fabiana Karla e seus discursos pós-emagrecimento. Ela conquistou a ira de parte das gordinhas de plantão na internet, que justificam suas colocações como preconceituosas. Hoje, Marcela Liz, editora da revista Beleza em Curvas, emitiu sua opinião sobre o caso. Achei muito bacana a posição dela e gostaria de dividir com vocês:

 “Tenho evitado a me manifestar quanto ao “caso Fabiana Karla”, mas acho que está havendo tanto exagero que te convido a refletir comigo sobre isso: 

 Nós do “universo gordo”, há meses estamos lutando, escrevendo, protestando pelo nosso direito de ser gordo, de sermos respeitado no nosso trabalho, na nossa família, nas ruas, na condução e tudo mais, sendo gordo. É uma luta justa e digna. Todo ser humano merece respeito e não deve ter seu caráter posto em julgamento por ter quilos a mais, nem por ser menos bonito do que se espera, ou não ser estiloso, não saber andar direito com o salto alto, nem por ter alguma deficiência física, uma perna mais curta que a outra, ser estrábico, ser calvo. Todos nós, estamos dispostos aos olhares alheios, e acredite, qualquer diferença pode ser tão criminoso quanto 30 quilos a mais. O mais importante direito que uma pessoa conquista é o de ser ela mesma e a maior dádiva do ser humano é poder se renovar, mudar de posição. Já dizia Raul “eu prefiro ser esta metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”. 

Tenho circulado por este mundo plus size e infelizmente o que tenho visto não é nada encantador. Ao contrário, tem muita gente por aí dizendo que se aceita, desfilando, escrevendo e está mentindo pra todo mundo, principalmente pra ela mesma, isto, por uma imposição que nós também criamos como clã que estamos querendo formar.  Uma pesquisa recente feita pelo Instituto Sophia Mind levantou o alarmante dado, apenas 8% das mulheres brasileiras estão satisfeitas com o próprio corpo, este números não devem ser tão diferentes dentro do universo plus size. Tem gente com 60quilos que se sente gorda, tem gente com 100 que acha que não é. O estar gorda é uma coisa, o sentir-se gorda é outra. É, muitas vezes, uma questão tão psicológica quanto física.

 Pare e pense: Quantas de nós é gorda porque desejou isso? É importante saber que ser gorda nem sempre é uma opção. Há uma minoria que se pudesse optar, com certeza de êxito, preferiria permanecer gorda, mas a imensa maioria se pudesse ter o mesmo êxito, escolheria mudar seu corpo. A maior parte de nós aprendeu a viver, e em alguns casos a viver muito bem com os quilos a mais. Outras, privilegiadas, se amam profundamente. E isto é o importante, aprender a enxergar a realidade e ver se você pode ser realmente feliz com o corpo que tem. Ser feliz é tudo que se quer. Não pra mostrar para os outros o quanto você pode ser gostosa e desfilar seu corpo numa passarela, mas ser feliz de verdade, pra você…sabe naquela hora que você sozinha se olha no espelho ou nos seus momentos de intimidade em que o seu amor pede pra acender a luz.

O que você vê primeiro em você? O seu colo bonito e farto, as coxas grossas, a bela proporção do seu corpo ou logo vai olhando a barriga caída, as celulites saltando e a estria que acabou de aparecer? Fica tão pra baixo que nem tem tempo de se olhar com o devido valor? Algumas pessoas vão se olhar, se reconhecerão no corpo que tem, vão achar que a barriga nem é tão caída assim e outras, vão querer tirar mesmo. Qual das duas tem o caráter duvidoso? Nenhuma! É o nosso direito de escolher o que nos faz bem. 

 Fabiana Karla, uma gorda fantástica, linda e alegre, assim como eu e você, pode mudar de opinião, fazer uma cirurgia e eliminar os quilos indesejados. O mais importante é que em nada  isso muda o seu caráter. Poxa, que mundo é esse, no qual, se você é gorda é rejeitada pelos magros e se você emagrece é vista como traidora pelos gordos? Fabiana, já foi capa da Revista Beleza em Curvas, nos concedeu uma entrevista linda, passei uma tarde toda com ela e nem por um momento ela me pareceu uma pessoa frustrada com o peso, apenas, decidiu mudar. 

Tenho aprendido, a duras penas, que mais do que engordar ou emagrecer, nós devemos mesmo é deixar de ser cruéis. Temos o direito de ser gordas e ser respeitadas assim, temos o direito de emagrecer e ser igualmente respeitadas. Sobretudo, temos direito de ser. Nunca fiz apologia à gordura, faço sim, apologia ao direito das pessoas terem sua autoestima preservada. Preconceito é preconceito de qualquer lado. Quanto à  Fabiana se comparar a um filé? É a prova de que ela não perdeu o apetite e nem deixou de apreciar um bom churrasco, e todo mundo sabe que um filé bem saboroso precisa ter uma boa capa de gordura. E ela está perfeita. E eu também, obrigada! “

Para acessar o Blog da Beleza em Curvas, clique aqui.

  • Li as notícias sobre a mudança da Fabiana e vi as fotos, achei que ela está linda! Feliz ou infelizmente, não li nenhum comentário. Ainda bem, porque se calhar ia ficar bem chateada. Concordo em tudo com o texto. A pessoa é livre de ser como quiser, ninguém tem nada a ver com isso. O importante é nos sentirmos bem como somos. Eu sou gorda, sempre fui e lido muito bem com isso. Mas é óbvio que eu quero emagrecer. Por uma questão de saúde, sobretudo. Mas enfim, acho que esta é uma discussão que nunca vai acabar…

  • Adorei! Não entendo essa avalanche de críticas quanto ao fato de Fabiana Karla ter optado pela cirurgia, por se cuidar, emagrecer e se sentir melhor. Alguém parou pra pensar que se trata também de uma questão de saúde? Que ela pode ter precisado disso e não só ter feito por vaidade? E outra: ninguém tem mais o que fazer do que cuidar da vida alheia? eu tenho… Fui!

  • Pacto ?! ESTAR gordo virou uma espécie de PACTO ??
    É muito chato não aceitar a opinião dos outros. Acima de tudo estará sempre a ” liberdade ” para se viver a vida como bem entender. Temos que aceitar as diferenças e respeitar a decisão das outras pessoas.
    E também não se pode remar contra a maré… pois até o Governo está investindo em programas para combater a obesidade, por entender que saúde esta em primeiro lugar. E infelizmente nestes últimos anos aumentou o número de óbitos decorrente da obesidade.
    Precisa se ter a clareza de entendimento que para ESTAR gordo ou magro é importante que a pessoas SEJA SAUDÁVEL e bem consigo mesmo. O índice de gordura saudável que corpo pode sustentar conforme o peso e altura é definido pela OMS decorrente de muitas pesquisa a respeito.
    Saúde sempre em primeiro lugar, depois a questão do belo e o bem estar. Eu mesmo engordei 16 kg no ano passado decorrente de anciedades, já perdi uns 4 kg. Estou caminhando e correndo para perder os 12 kg que ainda me falta, isso é para eu me sentir bem comigo e mais disposta. Esse peso a mais tem me atrapalhado, me incomoda ou seja não me faz bem. Então pra que eu vou me acomodar com ele ? Eu sempre fui um mulherão por natureza divina, tenho 1,80 de altura e sempre pesando entre 70 kg e de uma hora pra outro pulei para 86 kg. Não está me fazendo bem carregar 3 pacote de arroz pra lá e pra cá a todo momento. Bjs a todas

  • ana claudia

    com certesa ninguem faz uma cirurgia pq quer garanto que nao esta nada facil pra como eu disse na outra vez força fabiana pq quem gosta de vc quer tiver bem beijos ps de adoro

  • Pois é, eu tb tenho visto isso. Gente, é a mais pura verdade…Eu tb se pudesse escolheria emagrecer. Não por vaidade, mas por saúde, e tento, dia após dia, e hei de recomeçar sempre que for preciso, até conseguir. Tenho 2 filhos pra criar, tenho um marido lindo, e sei o quanto me pesam os quilos a mais, na hora de trabalhar, de cuidar das crianças, de andar num passeio, de comprar uma roupa, até na hora de fazer amor. Pessoal, cada um deve procurar a forma de se amar mais, que seja com quilos a mais ou a menos, o importante é ter caráter, é ser feliz, fiel e ter aquela autoestima que suporta os mais cruéis comentários. Vivemos numa sociedade que valoriza a cintura fina e a ideia curta. Façam-me o favor, não vamos criticar ng. Cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é. Vamos nos unir em prol da beleza interior, e não perder tempo com os outros. Vamos viver sem a vergonha de ser feliz. Pronto, falei.

  • A unica coisa que me deixou triste foi ela ter dito que o namorado tava com carne de segunda e agora tem filé, achei meio sem proposito, mas gostei dela mais magra e ela não ficou magrinha não, apenas não está mais tão gordinha quanto antes, mas não deixou de ser gorda.

  • josiane almeida

    respeito é bom e necessário para todos,é uma opção dela e tudo bem em algumas pessoas não concordarem,mais daí partir para a falta de educaçaõ como vi em outros blogs, é horrível….lamentável algumas manifestações no twiteer…ela esta linda,parábens!!!!

  • Rachel

    O importante é ser feliz independente de como você seja. O texto está completo, não tenho o que acrescentar, nem tirar.

  • Suzane

    Pois é gente, o pessoal tem que parar com isso. A minha vida toda fui gorda, ja fui deprimida, triste por isso, mas mudei, e hoje me amo como sou, porém, eu quero perder uns quilinhos sim, justamente por me amar, no momento, não tenho nenhum problema de saúde, mas sou obesa, e quero ficar gordinha rs, sei que ser obesa, pode me trazer sérios problemas no futuro, e emagrecendo, minha vida vai melhorar muito, e não pretendo ficar magra não, assim como a Fabiana, que já disse, que quer pesar em torno de 80kg, eu tenho 1,62 de altura, e vou ficar plenamente feliz se eu pesar 80kg também. Não por questão estética, pois sinceramente, me acho linda, mas por saúde!

  • izabel soraia

    Mas… vamos parar de superproteger ela também, porque essa coisa de carne de segunda e filé foi a maior bola fora, quando estava “supostamente” super de bem gorda, era a pessoa mais auto estima do mundo, agora que começou a emagrecer gorda virou carne de segunda?????????????
    olha na boa eu não to nem ai se ela fez cirurgia, se quer emagrecer… mas que isso deu uma boa quebrada na onda de somos lindas e felizes quebrou SIM!
    e no fundo só mostra que a maioria das gordinhas se pudesse emagreceria mesmo.

    O grande problema nessa historia é que as vezes beatificamos pessoas, apenas humanas, ela tem todo o direito de mudar, isso não deveria ferir tanto as pessoas.

  • Paula Regina

    Acho essa questão com a humorista tão controversa. Sinceramente.

    Eu entendo – mas não aprovo – que o universo GG tenha ficado aborrecido com ela, afinal, Fabiana Karla virou seu melhor estandarte: é estrela de humor da toda poderosa Rede Globo. É uma Global e entrou lá com seus méritos, todos eles, inclusive o sobrepeso (e venceu qualquer crítica negativa nesse ponto).

    Contudo, ela é uma mulher, linda, talentosa e dedicada, e queria ficar bem na fita, tanto na estética quanto na saúde. Quem de nós não gosta?

    Só não acho salutar é ficar, assim como outras coleg@s aqui também teclaram, proclamando que tivesse sido carne de 2a. e agora virou filé…
    Ficou parecendo a Christiana Oliveira dizendo que gorda é monstruosa.
    Para que?

    Já conheci esses 2 universos, o PP e agora o GG devido a um hipotiroidismo e sei, muitíssimo bem, como funcionam esses dois lados . E digo de boca cheia: o GG tem pessoas espetaculares, de uma integridade e amizade sincera.

    Peço desculpas se magoei alguém, foi sem intenção. Mesmo! E se cometi alguma gafe usando nomenclaturas PP e GG.

  • Grenyelly

    Hoje a Sociedade em si espera das pessoas que ela sejam Magras . Mas ele já se perguntaram se é isso que a gente Quer ? éh issoo é uma resposta nossa não deles, isso é uma controversia. Eu sou feliz do jeito que eu sou .
    Beijoos

  • Excelente texto. Concordo plenamente! Pessoal faz tempestade em copo d’água. E conheço várias mulheres plus que adoram passar a imagem da aceitação, da felicidade , e elas não assumem, mas eu SEI que no fundo no fundo, tudo não passa de uma FARSA. Porque se ACEITAR esta bem longe de ser o que tenho visto por ai. Tive a oportunidade de trabalhar com Fabiana Karla duas vezes, e nas duas o que vi, foi uma mulher super de bem com a vida, que tem um senso de humor contagiante. E continuo com a mesma opinião. Fabiana karla, já era linda, agora então, esta radiante!! Porque além de estar menos gordinha, esta se amando mais e se sentindo bem!
    O importante é ser FELIIIIIIIZZ! E isso, Fabiana Karla, já esta sendo!!!!´

    Parabéns pelo texto.

    Beijoooos

  • Fiquei muito triste ao entrar no twitter semana passada e ver as gordinhas bombardeando a Fabiana Carla , achei que foi dor de cotovelo , inveja entre outras coisas ruins . Como alguem que luta para ser aceito não aceita a vontade do outro ??!
    Mesmo magra a Fabiana nunca vai deixar de levantar a bandeira pela auto-estima e bom humor feminino !Se eu tivesse dinheiro pra fazer a cirurgia e depois ter a certeza q não ficaria com pelancas fariaaaaa sem sombra de dúvidas . Depois que entrei no mercado Plus , engordei 10 kilos …e acendeu o sinal de alerta … não é pq eu me aceito gordinha que eu vou extrapolar !! Acho que bom senso e amor proprio é a cura pra todos os males !! Texto da marcela diz tudo …

  • Meninas isso é pura inveja, tenho certeza que ela jamais iria dizer aquelas palavras na maldade, talvez tenha sido infeliz? sim, mas também para bom entendedor meia palavra basta, pra quem já se acha pouco foi o estopim vocês não acham? Que bom que ela fez a cirurgia, eu no lugar dela já teria feito muito antes e mesmo assim continuaria defendendo as amigas de peso. Alguém sabe me informar qual o valor dessa cirurgia??? rsrssr Bjs a todas.

    • FABIANA SOARES

      Ola Luciele, bom dia.

      Meu nome é Fabiana Soares e fiz minha cirurgia dia 12/01/2011 e ja perdi quase 30 kilos e estou muito feliz.

      Gastei R$ 20.000,00 e meu medico é otimo se quiser mais informações me procure.

      fabianast@nobre.com.br ou me procure no Facebook como fabiana soares que te adiciono e te passo mais informações.

      Bjs no seu coração.

  • FABIANA SOARES

    Você tudo idependente da escolha de Fabiana karla, ela buscou o que fosse melhor a ela e continua a mesma.

    Assim como eu tbm fiz minha cirurgia e nada do que falam para mim mudara a minha cabeça de que estou mais feliz comigo mesmo, mais o meu caracter não mudou em nada.

  • karla soares

    Acho super saudável a Fabiana Karla desejar emagrecer, na verdade creio eu, q este é o desejo de todo gordo: emagrecer e sentir-se bem com a saúde, com o espelho, com a moda, enfim. O importante disso tudo é um respeitar a decisão do outro, a de querer emagrecer e a de manter-se acima do peso, seja qual for a decisão do outro que venhamos a respeitá-lo e a incentivá-lo e viva o bem estar próprio.
    Karla (uma gorda que gosta de si mesma e está em fase de emagrecimento)

  • Faby

    Chato essa imposição de ser magra ou gorda, são discussões que nunca vão acabar, tanto a Fabiana como qualquer pessoa pode sim querer escolher como quer viver, sempre fui gorda meu tipo fisico não permite que eu seja uma Gisele, mesmo seguindo o regime a risca! estou sempre de olho até porque tenho pressão alta, as pessoas deveriam se preocupar em viver mais, e serem felizes!!!deixa isso pra lá!!!

  • Fernanda Prado

    É muito estranho o universo da pessoas ….
    A gente tem que emagrecer para agradar alguns e manter-se gorda para agradar outras? Faz sentido isso?
    Não é a liberdade que estamos defendendo? Que mal tem a pessoa decidir emagrecer? ainda mais tendo filhos para criar, pensando em colesterol, diabetes, dores no joelho, etc. Quem é que não se preocupa com a saúde?

  • Denise Paz

    Hoje o preconceito existe em todo lugar… como já disseram todos temos o direito de ser… ser o que quiser, desde que respeitemos o outro…

  • Erika Milagres

    O importante é ser feliz e beijar na boca!!! fabiana karla tá linda e aposto que está mega feliz!
    Saúde e paz, o resto a gente corre atrás!!!
    Bjssssssss!!!!!!!!!!