5 de julho de 2011 23:38

Por Carol Procópio

Ele foi embora. Disse que não consegue gostar de mim como eu gosto dele. Trágico, não? Quanto tempo de namoro? Ah, isso não importa. Sentimentos não se medem com o tempo. Tem pessoas apaixonadas por ai que dizem que amam, mas vão se entediar quando amarem de verdade. E tem os que já são PHD em amor, o reconhecem logo de cara e levam as coisas numa boa, tomam cuidado com tudo.

Algumas pessoas dizem saber diferenciar os tipos de amor e isso realmente existe: amor fraternal, amor de amigo, amor de parceiro (namorado, marido e afins), mas eu vejo meu avô e minha avó com 60 anos de casados que dizem que sempre foram felizes, mas que até hoje não sabem que tipo de amor eles tem um pelo outro. A questão é simples: NUNCA saberemos! Fique feliz se aquela pessoa te faz bem por algum motivo. Não espere muito do mundo, talvez ele te aborreça. Não existem tantas pessoas assim com o poder de te encantar. E esse tal encantamento pode acabar logo. O que fica é o companheirismo.

Existem prioridades e propriedades diferentes entre as pessoas. Não é a toa que a maioria dos casais são formados por seres totalmente diferentes (homem x mulher). Querer ensinar as pessoas a amar é quase impossível, cada um aprende do seu jeito, é muito particular.

Se ainda existe amor em mim? MUITO! E é aquele que vai ficar guardado, sem atitudes desesperadas e vai acontecer da maneira que tiver que acontecer. Tem aquele clichê que diz que todo fim é um recomeço. É verdade. Pode acontecer de diversas formas, e pra você que já passou ou está passando por alguma situação semelhante, eu recomendo:

 – Avalie seus sentimentos. Aproveite a ausência daquela pessoa que você está habituada a conviver para sentir se existe amor, se existe paixão, ou se apenas existia comodismo. Não pense no que poderia ser, pense no que foi, exatamente como foi, e daqui pra frente como pode ser. Isso pode te levar para vários caminhos:

 1: Você pode descobrir que não sente nada, só a falta de alguém do seu lado (não necessariamente aquela pessoa que te deixou). Nesse caso, aproveite para se desapegar. O amor de verdade está muito longe do apego.

 2: Se você se sentir desesperadamente mal, a beira de mandar um carro de “Loucuras de amor” pedindo para ele voltar com você, bom, esse é o caso mais difícil, pois não importa o que te falem, você não vai ouvir. Só para constar, já que talvez você não consiga absorver isso: é apenas paixão. A paixão é passageira, e pode ter certeza que quando ela acabar, você vai sentir que perdeu seu tempo com um sentimento totalmente desnecessário (eu, particularmente dispenso a paixão. Prazo de validade curto, pra muita loucura, não é comigo).

3: Você pode descobrir, assim como eu descobri agora, que você ama ele! Isso implica em deixar o tempo correr em paz, e ai você vai ver que a dor da perda já não te cabe mais. Algumas pessoas acreditam que se você não sente dor, você não ama de verdade. Equivoco, esse é um dos grandes sinais de amor. Você deve tatear dentro do possível o que esse amor pode ser a partir de agora. Talvez ele se transforme em uma linda amizade. Talvez ele volte a ser um relacionamento de forma que vocês voltem a ser um casal. Claro que essa é a minha vontade também. Ou talvez ele se transforme apenas em uma grande lembrança.

Como eu disse antes, o tempo é que vai definir o que vai ser, não você. Apenas cuide desse amor que reina no seu peito. Você vai sentir saudades, vai chorar, vai rir se lembrandode algum apelido que ele te deu nesse tempo ou de alguma coisa boa que ele fez para alguém e que foi digna da sua admiração.

O que se deve aprender de verdade é que sua vida continua e que você deve cuidar do seu ego e fazer aquilo que te faz feliz. Lembre-se que sua felicidade nunca dependeu 100% dele, que você tem pernas e sabe andar sozinha. Cuide da sua aparência, renove o visual de maneira que se sinta bem, saia com os amigos, acredite que eles tem o poder de te ouvir, mas principalmente de te fazer sorrir. Pode ter certeza que tem muitas pessoas esperando apenas um sorriso teu pra se aproximar de você.

Vá viajar, passear pra algum lugar que nunca imaginou… Coma chocolate, algumas coisas fúteis nessas horas te ajudam a se reorganizar. Faça planos para você, e caminhe de cabeça erguida. Veja meu caso, até que um “pé na bunda” me inspirou, estou mais criativa e sensata, e a partir de agora, aprendi que posso ser o que eu quiser. Mas isso é pessoal, você também vai aprender.


relacionados

Você vai gostar também

  • Temos que nos amar, amar a quem realmente nos ama e ter amor à DEUS. Relacionamentos amorosos vem com o tempo e de fato eles não tem que receber denominações, afinal nunca sabemos se estamos nos apaixonando por um determinado tempo ou iremos amar para o resto de nossas vidas a mesma pessoa!

  • PQP CAROLZINHA!!!!
    TEXTO ESPETACULAR E DE FATO SENSATO!
    PARABÉNS MINHA LINDA!!!!
    ARRASOU!!!
    BJUSSSSSSSSSSSS

  • Tathiana

    Oi Carol e Renata! Este post parece ter sido escrito para mim. Ah cinco meses terminei um namoro de 10 anos e me senti arrazada. Estava no meio de um processo de depressão sério, desempregada, acima do peso.
    Estava de mal comigo, com o amor, com o mundo.
    No dia seguinte ao rompimento, comecei a fazer a fazer um tratamento contra a depressão, viajei por uma semana para sair um pouco do ambiente, tentei me adaptar a essa nova vida. Um mês depois, consegui o melhor emprego possivel, comecei a me sentir melhor por causa do tratamento e da nova rotina.
    Mesmo assim, não é facil estar sozinha. Quem diz que ser solteiro é facil, não sabe o quanto é dificil encontrar alguém legal e se divertir sozinha, depois de tanto tempo acostumada a estar com alguém.
    Estar sozinha não é facil, mas é essencial. E depois de todos estes meses, nunca me senti tão bem quanto agora, me divirto, faço tudo o que gosto e tenho vontade, não estou presa a ningué, e na verdade a nada… rs
    Me descobri bonita, inteligente, uma outra pessoa. Eu mesma, a essência de mim mesma.
    Fiz até o Dia de modelo, algo que eu sempre quis fazer, mas nunca me permiti. Talvez porque antes eu andava as sombras de outra pessoa. Hoje sou eu mesma.
    O Dia de modelo me fez fechar um ciclo, e me fez olhar para mim mesma com mais carinho e atenção.

    Bj

    • Vaneska

      “…não é facil estar sozinha. Quem diz que ser solteiro é facil, não sabe o quanto é dificil encontrar alguém legal e se divertir sozinha, depois de tanto tempo acostumada a estar com alguém…”
      Ainda fico a maior parte das minhas horas vagas (finais de semana) no “casulo” (meu quarto), há 9 meses, pq não consigo animo para sair sozinha… minhas amigas estão todas casadas… Como vc fez Tathi?
      Meninas, vocês costumam se encontrar para “cair na pista” ??

  • Uau Carol, vc está se revelando. Adorei o texto, muito bom. Continue escrevendo. Isso é que é um mulherão: linda e inteligente. Bjs

  • lilian mancini dias

    Espetacular carol ,adorei o texto é isso ai ,arrasou linda .bjosssss…..

  • Gabi Santoro

    A minha amiga arassaaa né? Que orgulho dessa hoje mulher que conheci tao meninaaaa, é isso aí Carol, já conversamos sobre isso e a atitude mais correta e positiva a se fazer é essa mesmp e expor você e esse seu momento só mostra o quao forte você é o o quanto poide ajudar outras mulheres que passam por esse momento e nao estão tao fortes e decididas como vc!

    Bjos amigaaaa

  • Mary Medeiros

    Olá Carol!! Nossa!! Ontem briguei feio com o meu namorido e como sempre me acabo de chorar!! E esse texto tem algumas coisas que devo mesmo fazer!! Pensar em mim em primeiro lugar!!
    Gostei muito de tudo que li!!
    Beijos!

  • Raquel Ap.

    Texto na hora megaaa certa, acho que chegou a hora de parar e pensar em mim, no qe ele representou pra mim foi lindo, bom e maravilhoso sim, mais acabou. Agora sou eu e é isso que importa.

    Beeeeijo.

  • Keka Demétrio

    Carolzinhaaaaaa,
    já te disse que vc é puro loooshooo????
    Tô chegando semana q vem…vamos pra pista!! ahauahuahu

  • Se existem PHD em amor, você pode ter certa que eu sou em decepção amorosa. rsrs Chega a ser engraçado.
    Quando terminamos um relacionamento o qual pensamos amar verdadeiramente a pessoa, sim por que existe o comodismo como você mesmo falou, devemos dar um tempo, esperar a pessoa “respirar” ver se realmente ele te merece e depois quando o amor não passar, quando você terminar outro relacionamento e ver que realmente que o amava volte atrás e tente uma reaproximação. A mulher jamais deve se rebaixar para um homem, mas correr atrás da sua felicidade não há problema algum, e se ouvir um não?? Aceite, diga que estará esperando, mas não esqueça jamais deve desperdiçar outros casos, deixar de conhecer outros amores.
    Aquela velha história de que o homem só vai te dar valor quando ele realmente perceber que te perdeu é verdade. Se ele sabe que você está sofrendo, ele vai se sentir mal, dizer que foi melhor para os dois a separação e ainda aquela desculpa ridícula de que ele não é homem para você, isso sempre acontece. Quando ele ver que vc está em outra, ver fotos suas com seu novo namorado, aí então, ele vai cair na real.
    Mas o lance é esperar!

  • Fernanda Zaccaro

    Carolll!!!
    Você está ainda mais bonita e confiante!! Isso te trará ótimas energias!! A beleza que vem de dentro nos traz segurnaça e novas inspirações. Tudo vai mudar!!! Conte comigo!!
    bjussssssssss linda!!

  • Carol,
    Sua beleza não é só externa não. Que ser humano lindo você é!
    Que você passe muito bem essa fase.
    Um grande beijo no seu coração!
    Lu

  • É ISTO AI CAROL…..ADOREI…
    E NOS DA TURMA DA ELEGANCE ADORAMOS VER VOCE VESTIDA DE ELEGANCE PLUS SIZE….BEIJAO

    • renatavaz11

      é mesmo…. essa roupa é da elegance!

  • Muito brigada meninas, espero que a minha experiencia sirva de exemplo pra vcs. beijo grande

  • Nossa esse texto me caiu como uma luva perfeito me ajudou muito

    Obrigada Carol por ter me ajudado

    Amei tudo

  • Meninas, acho que nem preciso dizer o quanto me identifiquei com esse post, né? Afinal… aconteceu comigo também! O texto … nem comento marvilhoso.. as palavras certas, muito bem colocadas!!!
    Parabéns… e mais uma vez… arrasaram!!!!

  • Bárbara

    Nossa. li esse texto e é exatamente o q eu estou passando,essa semana meu namorado terminou nosso namoro de um ano e meio, o tempo realmente não importa,o que valem são os sentimentos e sei que não vai ser fácil apaga-lo, ele me completava em tudo,mas fazer o q né?por traumas ele não consegue confiar e me amar plenamente, é duro ouvir isso, mas depois deste post, vou erguer minha cabeça e dar a volta por cima e como eramos amigos antes do namoro, como disse a Carol, quem sabe não se transforme em uma bela amizade?Obrigada pelo texto Carol vai me ajudar bastante a enfrentar este momento! Bjos