23 de setembro de 2009 13:11

Por Dani Lima

Nesta quarta começou a semana de moda de Milão, com o usual desfile da grife italiana Elena Mirò que investe em tamanhos acima (do nosso) 44. Em um desfile com estampas e tramas que lembravam as areias do deserto, muito se investiu em casacos, saias e jaquetas, em geral acinturadas, com leve volume a partir dos quadris, o que eu sempre falo que tem que existir para acompanhar nossas formas… mas ninguém melhor que Elena para comprovar a tese “on the catwalk” 🙂

Na parte sensual, a coleção (que também conta com moda praia e maiôs com pregas diagonais) investe na valorização nos decotes (ponto pra mim o/), que valorizam os seios grandes.

page

(fotos: reprodução Terra)

Aponta também um revival com calças baggy e calças estilo anos 60, apostando ainda em chapéus, aplicações brilhantes (e estratégicas) e bolsas grandes. Saias e vestidos pelo joelho, com saltão sempre!

page2

(fotos: reprodução Terra)

Ahn, e aproveito o espaço pra deixar minha visão à respeito de alguns comentários que acabam existindo, quando se fala de moda plus size internacional. Eu também concordo que as modelos retratadas acima,  ainda que plus size, estão saradérrimas! Muitas pessoas vem comentar comigo que não conseguem ver isso como moda plus size, porquê a barriga das mocinhas inexiste, e elas são mulheres normais. E embora eu não entenda tudo de moda,  tenho dois pontos de vista para deixar aqui pra vocês:

1) A moda convencional que conhecemos desde quando nos entendemos por gente, apela por anoréxicas. O simples fato da moça ser “normal” já é algo bem relevante, não acham? Sem contar que a grife em questão, veste tamanhos a partir do 44, então é direcionada para o mundo GG.

2) O corpo de uma italiana, uma americana (vide a plus size Lizzie Miller, da página 194 da Glamour).. é diferente do corpo de nós brasileiras. As curvas tem terminações diferentes, o estilo de se vestir, por vezes é diferente… é só olhar a Fluvia que é brasileira e tá lá entre elas… não tem diferenças?

Então o fato delas serem plus size e parecerem muito mais magras que eu por exemplo, não me faz uma EXXXXXXXXGGGGGG, rs!

Pensem nisso, viu!? E não vamos deixar de aplaudir as plus mundo a fora, porquê Plus PP ou Plus GG, estamos todas quebrando padrões, não é mesmo? 🙂

Fonte!