5 de outubro de 2011 18:47

Por Renata Poskus Vaz

Lauana Brambilla, 22, é atriz e integra o elenco do musical Chicago, uma sátira à corrupção na justiça criminal. A produção original da Broadway estreou em 1975. Em 2002 surgiu uma versão para o cinema e em 2004, Miguel Falabella trouxe a montagem para o Brasil. A montagem de que Lauana faz parte é uma adaptação livre do musical, com letras novas. Veja só a entrevista com Lauana:

Mulherão: Fale um pouco do seu personagem em Chicago

Lauana: A Mama é uma personagem que veio do nada, de uma família destruída e conseguiu ser alguém na vida, o que em 1930 era algo significativo para uma mulher. A personagem é engraçada, forte e marcante… Quem não quer ser assim, mesmo que no palco?

Mulherão: Você acha que o fato de estar acima do peso te ajudou a conquistar esse papel no teatro, tendo em vista que no cinema a atriz que interpretou Mama, Queen Latifa, também é gordinha?

Lauana: Ter sido escolhida pra fazer a Mama foi uma grande honra, mas também um desafio pra mim. Sempre foi o meu papel dos sonhos, e com papel dos sonhos a gente tem que ser muito cuidadosa. Acredito que o perfil influenciou sim. Sempre fui gordinha e sempre fui feliz com isso. Sempre aproveitei tudo ao máximo, e acho que nesse ponto eu e a Mama temos muito em comum. Isso influenciou na minha visão do papel e na forma como eu apresentei a personagem para o diretor.

Mulherão: Você acredita que a sua personagem pode servir como exemplo para as mulheres que estão acima do peso ?

Lauana: A Mama mostra como nós podemos SIM ser sensuais e poderosas mesmo acima do peso e o quanto a gente pode ser o que a gente quiser. Digo isso porque a Mama tem umas variações, onde em um momento ela provoca e sensualiza e no momento seguinte é completamente debochada. Essa variação torna a Mama muito interessante em vários pontos, mas pra saber mais vocês vão ter que conferir a peça!

Serviço: Dias 15 e 16 de outubro/ 16h e 20h30/ Teatro da Universidade Cruzeiro do Sul/ Av. Dr. Ussiel Cirilo, 23/ SP. SP

Mais informações, clique aqui.