23 de novembro de 2011 09:27 Uncategorized

Preta Gil emagrece 5 Kg e critica “moda plus size”

Por Renata Poskus Vaz

Em entrevista ao Portal IG, Preta Gil falou um pouco sobre sua carreira, sobre o preconceito que já enfrentou por ser gordinha e também desceu a lenha na moda plus size. Acompanhe o trecho:

A cantora ainda criticou a onda da moda ‘plus size’, feita exclusivamente para mulheres gordinhas. “Desculpa as adeptas, mas eu não sou. Sou adepta de gritar no ouvido dos meus amigos estilistas: ‘aumenta a grade’. Quero entrar em marcas como Prada, Reinaldo Lourenço e C&A e comprar uma roupa. Não quero ir em uma loja plus size. Acho isso uma sacanagem com a mulher, que, mais uma vez, recebe um rótulo e se sente diminuída. Sou a favor da moda plus size dentro das lojas, que a moda capte isso”.

O que vocês acharam do depoimento dela? Eu concordo, mas em partes. Quero um dia poder entrar nas mesmas lojas que minha irmã, que usa manequim 40, e comprar as roupas que quero, sem dificuldade. Isso, hoje em dia, raramente acontece. Quando encontro por aí um 46 que realmente me serve nem sempre é a roupa que quero, que escolhi, mas a roupa que me coube.

Entretanto, Preta Gil ainda tem o privilégio de poder pedir aos estilistas amigos que confeccionem modelos excluivamente para ela. Eu já não tenho essa vantagem. Então, recorrer à uma loja especializada em moda plus size faz com que eu economize meu tempo com bateções de perna que só me frustravam e, dessa forma, eu me sinto inserida na moda. Hoje, não preciso mais me contentar com os pretinhos básicos estilo saco de batata que as lojas tradicionais tentavam me impor. Assim como Preta também sou adepta de gritar no ouvido dos estilistas (mesmo que por megafone, porque estou longe deles pra c******) para aumentarem suas grades, mas enquanto isso não se concretiza, preciso sair, trabalhar, namorar e faço questão que seja com muito estilo.

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES