15 de janeiro de 2012 22:39 Espaço da Leitora

Espaço da leitora: Raquel Silva

“Não vou dizer que sempre fui bem resolvida com meu corpo, porque estaria mentindo e muito feio. Eu era uma criança magrinha, mas tive que tomar cortisona por conta de uma forte alergia que tive e aí se foram 12 kilos em 1 ano e nunca mais emagreci.

Recebi apelidos na escola e até mesmo em casa. Minha mãe sempre acima do peso e não feliz com isso, tomava remédios para emagrecer e eu com meus 15 anos achava aquilo normal e tomava também. Perdia uns quilos e voltava em dobro e assim eu fiquei até meus 18 anos onde eu vestia manequim 42 e me achava enorme. Até que um dia minha mãe vem me dizer que viu na televisão um Blog onde gordinhas lindas se reuniam para tirar fotos e melhorar a autoestima, pesquisei e achei o tal Blog Mulherão. Foi amor a primeira vista, olhei, li, ri, chorei e achei fantástico ter um lugar onde meninas com o biotipo igual e maiores queo  meu. Eram felizes ou estavam em busca da felicidade com o seu corpo, aprendendo a se amar do jeito que eram.

Um dia fuçando pela internet achei o e-mail de uma das colunistas, a que mais me fascinava e eu tinha enorme admiração, a Keka Demétrio. Depois de uns dias, tomei coragem e fui conversar com ela. Nossa, que alegria de viver! Foi mais um dos anjos que Deus colocou em minha vida. Durante a conversa, Keka me disse que eu deveria fazer o Dia de Modelo, e eu apesar do meu pânico de maquina fotográfica, pensei no assunto e com o apoio da minha mãe, tias e da minha amiga/ irmã gêmea separada Talyne, fui. Saí da baixada santista e fui pra capital com a cara, a coragem e a vergonha. kkkkkk
Cheguei la e fui recebida pela linda Renata Vaz, educada, simpática e com muita paciência me deixou super a vontade com os outros mulherões. Para a minha felicidade e segurança Keka estava lá. Foi um dia maravilhoso, divertido e com gostinho de quero mais.
Um ano depois, lá fui eu pra mais um DDM. Já não tinha tanta vergonha e a minha felicidade de estar ali entre tanta gente boa não poderia ser melhor. Sabe, hoje eu fico pensando, aos 20 anos (faço 21 agora em março, aceito presentes ta? kkk)e com meus 82 kilos, sou feliz, aprendi a me amar, a me aceitar e que o bonito é ser feliz sem julgar o próximo, celulite, estria e gordurinha não mede caráter de ninguém.

Obrigada Blog Mulherão, cada texto, cada frase, cada palavra vez uma diferença fantástica na minha vida.

Nota do Blog Mulherão: Raquel, nós é que agradecemos por ser uma leitora tão fiel e uma amiga tão querida!

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES