23 de janeiro de 2012 23:17 comportamento

Meus 30 anos

Por Renata Poskus Vaz

Quando estava prestes a completar 29 anos, senti um medo danado. A proximidade com os 30 anos me deixava temerosa com o meu futuro, sobre tudo o que sonhei para mim. Na adolescência, imaginava que seria uma  Renata diferente ao completar 3 décadas de vida. Diferente. Nem mais, nem menos, apenas diferente. Mesmo assim, me assustava. Era inevitável filosofar e me indagar se havia escolhido mesmo os melhores caminhos para trilhar minha vida e se ainda teria tempo para realizar muitos sonhos que deixei em segundo plano em prol do meu trabalho.

Este ano, finalmente, prestes a completar os tão temidos 30 anos de vida, fiquei muito mais tranquila. Nesta manhã, por exemplo, olhei para o espelho e vi uma mulher linda, uma balzaca com tudo em cima! rsrsrs. Realizada, com uma família linda que me apoia, amigos fiéis, um trabalho que me dá muito prazer e satisfação. Chegar aos 30 anos com tantas bençãos e um corpinho lindo como o meu (hahaha – tô ficando muito metida!) é para poucos.

Quero agradecer todos os amigos que me desejaram felicidades por meu aniversário. Amo vocês!

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES