26 de outubro de 2009 23:41 comportamento

Só nos dois

O que fazer quando uma “pedra” resolve atravessar o seu relacionamento

Por Renata Poskus Vaz

Renata_Blog MulherãoNo meio do caminho tinha uma pedra… Tinha uma pedra no meio do caminho. Este trecho de um poema de Carlos Drumond de Andrade explica como ninguém o incômodo e a interferência que algumas pessoas podem tentar exercer em seu relacionamento.

Com certeza você já viveu alguma situação parecida com esses casos: você conhece um cara maravilhoso, seu príncipe encantado, aí descobre que ele tem uma mãe com síndrome de Jocasta, que não aceita perder o filho para outra mulher. Ou então, descobre que tem uma concunhada, que casou com o irmão feio da família, quando, na verdade, era o seu amado que ela queria. Há também as amigas invejosas, eternas encalhadas, que não conseguem estabelecer um relacionamento saudável com ninguém e investem em tentativas de roubar o seu amado. Isso sem contar nos fantasmas das ex-namoradas que, vez ou outra, teimam em ressurgir das cinzas, como galinhas da angola malucas e metidas à fênixs.

Está vendo? Em alguma altura da vida, você já viveu algum desses casos.

A saída? Acreditar nos laços que te unem com o seu amado. Por mais que cultuemos o desejo profundo de harmonia eterna na história de amor, só nos desgastamos quando tentamos, a todo custo, sermos aceitas por pessoas que só querem destruir a nossa relação.

Aquela história de que homem já vem com “pacote completo” é verdade. Mas se ele acreditar em você, na sinceridade dos seus sentimentos, optará em ficar ao seu lado. E você não precisará se violentar, tendo que agüentar situações e pessoas que não te agregam nada.

Um casal é feito de duas pessoas. Apenas isso. E quando ambos se respeitam e se amam, qualquer pedra no caminho vira uma pluminha que voa com o vento, para bem longe. Contratempos originados por terceiros, podem se transformar em aditivos para a relação. Obstáculos que unem ainda mais o casal. Basta apenas abrir o jogo, agir com sinceridade, confidenciar seus sentimentos mais profundos. A solução é o próprio amor.

E amor é isso. Quando existe de verdade, ninguém destrói.

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES