2 de janeiro de 2014 03:52

Por Renata Poskus Vaz

E aí, minha amiga, você abre a sua revista preferida e ve no editorial de estilo uma porção de itens considerados o suprassumo da última moda em Paris. Para completar, aquelas chamadas: “você não pode deixar de usar isso”. E nas entrelinhas você entende que será a cafonona ou ultrapassada se não adotar algum desses itens no seu look.

Prazer, então meu nome é cafonona. Tem coisa que não dá para usar só porque sou blogueira de moda.  Prepare-se para minha lista dos 10 itens que cairam na graça das It Girls e que passaram bem longe do meu guarda-roupa:

1) Carteira/bolsa transparente

bolsa transparente

Essa bolsinha transparente aí de cima, ganhou um nome moderno e importado: clutch. Eu, sinceramente, acho uma graça esse modelo transparente (como tenho cabeça de gorda, sempre que olho lembro das embalagens para presente da Ferrero Rocher).

Na prática, eu jamais usaria esta bolsa. Porque, além da nossa preocupação habitual da escolha da bolsa, ainda temos que pensar na escolha do que vamos colocar dentro dela. Tudo tem que ser visualmente bonito e calculado para não comprometer o restante do visual, como na foto acima, em look produzido pela blogueira gringa Nicolette Mason.

Quem me conhece em minha vida privada, sabe que isso jamais rolaria comigo. A minha bolsa é praticamente um universo paralelo. Tem fita métrica (para que, meu Deus?!), moedas espalhadas que teimam não permanecer na carteirinha que lhes fora predestinada, grampos de cabelo, canetas, chiclete, maquiagem, carfree, documentos, dinheiro, cartão, brincos… Tudo solto e misturado formando uma grande família.

Além do mais, não sou uma it blogueira do Jardins. Aqui na Freguesia do Ó as coisas funcionam diferente. A não ser que você seja esposa/filha/prima/amante/consultoraparaassuntosaleatórios de algum bandidão da região, não é bom sair ostentando o que tem dentro da sua carteirinha por aí.

2) Sandália Gladiadora

thassia camargo + sandalia gladiadora

A blogueira acima da foto é a Thassia, que mesmo super magrinha usa diversos looks que nós, mulherões, podemos usar como inspiração. Quase tudo o que ela usa eu também usaria em uma versão extra grande, exceto essa sandália aí da foto, conhecida como Gladiadora.

A sandália é linda e não descarto tentar incluí-la em algum look do dia que eu venha a produzir. Mas, por enquanto, com um probleminha na circulação dos meus membros inferiores, não consigo imaginar minhas pernas após 1 dia com essa sandália diferente dessa mortadela amarrada:

mortadela

3) Roupas com estampa de frutas

vestido de frutasSe a roupa deve expressar nosso estado de espírito, a última coisa que eu quero parecer é um abacaxi ambulante. Eu não gosto. Pode ficar lindo nos outros, mas eu me sinto uma toalha de mesa plastificada de 1970 (não que eu tenha vivido nessa época, só ouvi falar :p).

4) Batom verde

batom verde

Não descarto usar esse batom, que foi lançado agora, no fim de 2013, pela Dolce & Gabana. Ano que vem, o tema da festinha de 5 anos da minha irmãzinha será da Monster Hight. Eu super inovaria criando uma nova personagem, mistura dessas monstrinhas fofas com o exorcista. E não, não adianta dizer que andar com a boca verde está na moda. Essa cor não combina com o meu tom de pele branco palmito. Ah, e para você que não sabe quem são as Monster Hight:

http://clubemonsterhigh.files.wordpress.com/2013/05/monster-high-scaris-wallpaper-1.jpg

5) Unha decorada

unha decorada

Pode ser lindinho, fofinho, bonitinho, mas eu não usaria. Ponto final.

6) Mix de estampas

mix de estampas

Eu acho lindo mix de estampas, nos outros. A foto acima é de minha amiga Carolina Caran, do Blog Maggníficas, que sabe bem combinar estampas diferentes e deixar o look agradável, equilibrado e moderno. Este não é o meu caso. Quando misturo estampas fico parecendo uma colcha de retalhos. Então, por minha total inabilidade em coordenar estampas, é que eu não usaria.

7) Look pijama

look pijama

Minha mãe me ensinou que “roupa bonita” a gente usa para sair e pijama a gente usa pra ficar em casa. Não dá para mudar 32 anos dessa certeza que foi penetrada em meu cérebro de forma tão convincente só porque alguns estilistas e dezenas de celebridades usaram pijaminhas na rua, nas passarelas e em grandes festas. Não importa que é de seda, pijama é pijama.Pijama é pra dormir!

O look pijama apareceu em desfiles da Dolce & Gabbana, Louis Vuitton, Stella McCartney, Dries van Noten e Diane von Furstenberg. Além de Rihanna, quem também apostou no modelito foi a atriz Jéssica Alba e o estilista Marc Jacobs.  Mas no meu guarda-roupa não entrou em 2012, nem em 2013 e não entrará em 2014.

8) Calça listrada

calça listradaAntes de chegar às vitrines, essa calça branca com listras grossas pretas invadiu os camelôs do Brás. Nada contra, não ligo ( e uso muito!) peças baratinhas. Acontece que a moda pegou de tal forma que todo mundo tinha uma calça dessas no armário. Virou uniforme das usuárias da linha vermelha Corinthians Itaquera/Barra Funda do metrô de São Paulo. Também virou uniforme das bonitonas do Jardins. Enfim… Era pobre, rica, velha, novinha, todo mundo sambando de calça listrada por aí. Todo mundo tem um tubinho preto no armário e eu uso sem problemas, mas essa calça… Ah, essa calça me enjoou.

9) Óculos estilo aviador com lente colorida e espelhada

ray ban

Quando eu era mocinha, há algumas décadas atrás, eu abominava rapazinhos (nossa, estou falando como uma tiazinha!) que usavam óculos de surf espelhados. Aí, o modelo clássico aviador ganhou esta “nova” versão espelhada. O modelo aviador/ray ban não fica bem em mim. Fico com uma carinha triste e nada fashion com ele. Porém é um óculos que eu curto muito na maioria das outras pessoas. Mas este estilo espelhado colorido não faz meu estilo não. Ficou impregnado no meu cérebro a associação espelhado colorido = cafonice e é difícil de achar o contrário agora. Preconceito fashion. Resumindo, não usaria este tipo de óculos em 2014.

10) Sneakers

bota ortopédicaOps, desculpe, errei:

sneakersE como uma imagem vale mais do que mil palavras, encerro por aqui.

Feliz 2014!