12 de agosto de 2015 19:04 Bullying Nunca Mais

Pedido de desculpas de Thais Neves do Blog Porca Gorda

Por Renata Poskus Vaz

Gente, vocês se recordam de uma briga que tivemos com Thais Neves, do Blog Porca Gorda?

Em resumo, ela postou algumas colocações sobre pessoas gordas no perfil dela no Facebook, que muitos de nós achamos pejorativas. Só chegamos ao perfil dela, porque ela usou hashtags com as quais nos identificamos, como por exemplo #plussize. Rolou discussão no Face, vídeo resposta e a briga foi até parar na TV.

Para surpresa geral da gordolândia, Thais Neves veio até nós, publicamente, pedir desculpas por nos ter ofendido. Ela gravou também um vídeo, em que diz estar arrependida e que perdeu emprego por ter sido considerada gordofóbica. Além disso, ela disse ter sofrido pessoalmente de outras formas, como por exemplo, tendo engordado 20Kg.

Foi pedido dela, também, que seu pedido de desculpas fosse publicado em nossas redes sociais. Afinal, se tornamos públicas as ofensas seria justo que tornássemos públicas as desculpas. Concordei.

E é claro que ela está desculpada. Quantos de nós não falamos alguma besteira, ofendemos nossos semelhantes? E aconselho que todos os que se sentiram ofendidos a desculpem também.

Espero, de coração, que ela consiga uma recolocação profissional e que não seja mais hostilizada. Pois se ter sido ofensiva em uma publicação pode ser considerado um demérito, assumir um erro e se retratar supera qualquer defeito.

Felicidade para todas nós.

Mensagem publicada no Facebook:

“Quero, honestamente, pedir perdão às pessoas plus, gordas ou obesas que ofendi, ainda que, na época, não tenha sido intencionalmente pois estava ignorante no assunto.
Eu continuo discordando das pessoas que escolhem ser obesas por sedentarismo e comodismo alimentar. Mesmo assim, elas têm o direito de escolher o que fazer com a própria saúde. Um dia a ficha cai. Todavia, realmente existem problemas hormonais sérios que nos tiram esse poder de escolha. Engordei 20 quilos com hipotireoidismo. Aqui se faz e aqui se paga. Eu estou pagando, ninguém mais me contrata por ser considerada gordofóbica, não tenho mais nem roupa pra vestir, minha vida financeira está na pior condição que já vivi e as pessoas me reconhecem, me hostilizam. Me alimento MUITO saudavelmente, corro, faço musculação e complemento com exercicios em casa e TUDO isso junto me deu apenas uma variação de 2 quilos que é de agua. Eu estou sofrendo com isto e agora compreendo o sofrimento de vocês. Não há palavras suficientes para pedir perdão mas tenho esperança que um dia me perdoem. Tenho vergonha de sair na rua. Tenho nojo das minhas gorduras. Me sinto ridicula c tdo o q visto e olha q sou figurinista e sei disfarçar. Então parei pra pensar “Que direito eu tenho de pisar nos sentimentos dessas pessoas?” São pessoas como todos nós. Continuo vendo os dois lados dos concursos plus size. É bom para a auto estima de quem participa, se envolve e quem possui informação correta acerca do assunto mas, o outro lado da moeda é o senso comum das pessoas mal informadas, como eu era.. Pessoas ignorantes no assunto que utilizam este movimento sério para continuarem negligenciando a saúde com a desculpa de que ser gordo ou obeso é legal, que não precisa cuidar da saúde; isto é exatamente o contrário do objetivo do movimento plus size. O meu objetivo agora, com o porca gorda – que continuará com este nome que é algo entre eu e minha irmã e peço que respeitem – é ajudar a levar informação, saúde, bem estar e saúde a TODOS.
Assim como para quem não tem nenhuma disfunção e quer emagrecer, ou, simplesmente gosta de levar uma vida com hábitos saudáveis.
Nosso mundo precisa de AMOR, de união, de corrente do bem. E eu espero de coração que a Karyla Romero e Maira Almeida q são pessoas maravilhosas, que eu amo e sinto muita saudade, bem como todas as que feri e humilhei verbalmente sejam capazes de me perdoar.
Peço também perdão à Luh Isaga, o ‪#‎misspsrp‬, a ‪#‎RenataPoskus‬ e a todos que ofendi. Me perdoem.

Não sei se tenho direito de pedir este favor a vocês mas, quando errei a repercursão virtual foi nacional. E gostaria muito que meu pedido de perdão alcançasse o máximo de pessoas possíves, especialmente as que se sentiram ofendidas. Por isso, por favor, compartilhem o máximo que puder. Quem redigiu matérias, por favor, postem este perdido de perdão. Eu não estou em busca de fama e sucesso, acreditem, isso só me fez mal, apenas busco me redimir.

Observação: editei a postagem pois senti necessidade de acrescentar algumas palavras.”

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES