11 de abril de 2016 00:26

Por Renata Poskus Vaz

Oi, cara.

Hoje meu recado é para você, que só sabe tratar bem as suas “presas” em potencial. Aquelas mulheres que você acha atraentes, gostosas e que te corresponderiam caso quisesse levá-las para a cama.

Meu recado é para você que pensa que mulher só serve para ser bem tratada se te trouxer algum retorno. Não gosta de negras? Bora chamá-las de macacas. Não gosta de gordas? Bora chamá-las de nojentas. Não gosta de mulheres maduras? Bora chamá-las de velhas inúteis. Não é esse seu modo de agir?

E nem as gostosas e aparentemente perfeitas escapam dos seus ataques, pois embora as deseje, sabe que essas jamais lhe dariam bola. Em um instinto de vingança, as chama de vadias. Desta forma, vai ampliando seu manual de “como ser escroto como uma mulher”, crente que é um cara machão, fodão, bonzão.

Não, você é um moleque. MO-LE-QUE, apenas isso. Um moleque inseguro que morre de medo de sofrer na mão de mulher. Homem que é homem sabe bem que não precisa desmerecer as mulheres com quem jamais se relacionaria emocionalmente ou sexualmente. Homem que é homem é respeitador com desconhecidas, conhecidas, gordas, altas, baixas, velhas, novas, todas as mulheres.

Homem que é homem não trata mulheres na rua diferente do que trataria a própria mãe, filha, irmã, avó. Homem que é homem não respeita só para ter sexo em troca.

Apenas homens pequenos humilham outras pessoas para esquecerem da sua própria pequenez. Amigo, tem cadeia pra isso. Tem psiquiatra pra isso. Tem remédio pra isso. Procure ajuda, babaca!