30 de dezembro de 2009 22:41

Por Keka Demétrio

Costumo dizer que a nossa vida é feita de ciclos. E o interessante é que alguns são exatamente iguais para todos. A diferença está na forma como os vivenciamos e como cada um de nós consegue, através dessa vivência, transformar a própria vida. Podemos ilustrar inúmeros destes ciclos, alguns deles nós nem nos damos conta de que já se iniciaram, mas o único que nós acreditamos realmente existir é o ciclo do ano novo.

Mal chega dezembro e já começamos a fazer planos para um novo ano. É como se a nossa vida fosse ser renovada em um milésimo de segundos. Então começamos a desenhar aquela lista enorme do que pretendemos realizar.

É fato que ao nos sentirmos tão animados, queiramos realizar tudo o que planejamos, mas um dia ouvi de um amigo que para realizar os meus sonhos eu tinha primeiro que enumerar os meus objetivos. Entendi, então, que sonhos eu posso ter inúmeros, porém alguns apenas serão realizados em longo prazo, e que eu devo transformar os passíveis de realização mais imediata em objetivos e correr atrás deles. E confesso que na maioria das vezes é difícil, mas sou daquelas que acredita muito em si mesma e, portanto, nos pequenos milagres humanos.  Ainda creio na força do pensamento, no poder das palavras e que somos energia que bem utilizada se transforma em felicidade.

Além do que já vislumbramos sentir como um ano em que teremos direito a tudo o que planejamos a própria vida se encarrega de nos apresentar diversas opções de caminhos que podem nos levar a satisfação pessoal. Foi assim quando fui apresentada para o Blog Mulherão pela primeira vez. O encantamento tomou conta de mim e percebi que alguém estava sonhando o mesmo sonho que eu. O mais incrível é que percebi que não era um sonho meticulosamente calculado, a Renata simplesmente foi fazendo acontecer com naturalidade, dedicação e amor. E fazendo com que todas nós nos enxergássemos umas nas outras.

Fazer parte de um blog nunca foi meu sonho e muito menos meu objetivo, e foi o desprendimento da nossa jornalista que me fez acreditar que sonhando junta a gente poderia transformar nossas vidas e a de milhares de mulheres que perderam o encanto em viver porque não cabia dentro de um jeans 38. E poder estar junto com a Rê, a Dani, a Déa, a Grazi e o Huguinho, nesse mesmo sonho e objetivo, é realmente algo fantástico, porque além da competência eles carregam dentro de si a vontade de que cada um de nós olhe no espelho e repita: eu sou especial!

Desde o dia em que eu me vi inserida nesse contexto todo, confesso que minha essência tem melhorado e credito isso a cada um de vocês. A cada leitor do blog que me faz sentir que através de palavras simples, mas escritas com muito amor e carinho, um novo sorriso se abre, e a vida começa a ter outro tom porque a auto-estima está renascendo. Isso é o milagre humano que cada um pode realizar, nos enxergando como obra e semelhança de Deus e, portanto, com todo o direito de ser feliz.