8 de agosto de 2016 17:54 comportamento

O que acontece quando a gente se dá conta

Por Raquel Poiano (leitora convidada)

Chega um momento na vida que você tem que repensar algumas coisas, às vezes por amor, às vezes por dor. E aí você se dá conta que quando tudo parece bem, você realmente acha que a vida é linda e você nasceu pra tudo isso aqui. Pra estar aqui. Mas quando tudo desaba você só quer que tudo isso passe e que deixe de ser um pesadelo.

E aí você se dá conta que muita gente simplesmente te vira as costas por acreditar que você está nesse pesadelo porque você fez por merecer e a culpa é só sua. E aí você se dá conta que quando a dose de verdade é muita alta pra ser suportada, os fracos se esquivam e se vão, mas você continua seguindo em frente porque você prefere a verdade do que um espetáculo armado e aplaudido por esses fracos que se foram.

E aí você se dá conta que as pessoas são muito resistentes à verdade. Elas preferem a ilusão, como um circo repleto de palhaços, estes que tentaram te colocar a fantasia, mas felizmente ela não coube, não serviu. E aí você se dá conta que o seu sofrimento é por você ser você mesmo, por querer somente o que é verdadeiro, por você sentir demais, por se importar demais e finalmente por você não ser como eles, como os fracos que se vão, não se expor como o palhaço e se recusar a fazer parte da plateia que aplaude.

E aí você se dá conta que o seu sofrimento é passageiro, mas o deles não, porque quem vive de circo é palhaço e palhaço não é uma personagem, ele não interpreta, ele simplesmente é, é ele próprio expondo seu ridículo, com suas maquiagens e “acessórios” característicos e desproporcionados. E aí você se dá conta que você se deu conta.

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES