12 de Janeiro de 2017 04:03

Amiga que é amiga, não é só aquela que te faz elogios, que passa a mão na sua cabeça mesmo quando você está errada e só diz o que você quer ouvir. Amiga que é amiga fala a verdade quando preciso, mesmo que te doa, dá broncas e puxões de orelha. Porém, amiga que só te critica, que só te coloca pra baixo, que te desestimula sempre, que aponta seus defeitos sem necessidade, que reprova tudo o que você faz, não é amiga. Por que os olhos dela só enxergam o pior sobre você? Por que tudo o que você faz é insuficiente ou sem graça para ela? Será que você é mesmo tão errada assim? Abra o olho, sua amiga quer ver você na merda!

Tem muita gente por aí que se sente um lixo por dentro e, para se sentir melhor, precisa diminuir alguém. São essas pessoas que se disfarçam de “amigas” e entram em sua vida, escutam seus sonhos e até se tornam parte deles. Elas estão sempre lá, disponíveis. E aí você se desnuda, entrega sua alma. E nem percebe quando o apoio e o carinho se transformam em uma surra psicológica.

Você chega a se culpar por fazer tudo errado e acaba dependendo da aprovação dessa amiga para tudo. Não consegue mais tomar decisões sozinha, deixa de ouvir seu coração e cada vez fica mais deprimida.

Não, você não é esse zero à esquerda que sua amiga quer acreditar que você seja. Lembre-se sempre que por mais maravilhosa e bem-resolvida que ela aparente ser, ainda assim é uma mulher como você, com medos e conflitos. Ela simplesmente não sabe mais do que você, muito menos sobre decisões acerca da sua vida.

Aprenda a ignorar quem não quer te ver feliz. Não tenha medo de ficar sozinha. O ditado é velho, mas verdadeiro: “antes só do que mal acompanhado”.