11 de novembro de 2018 23:45

Hoje este texto é para lojistas, fabricantes e empresários do mundo plus size. Quero falar para vocês como a cidade de Maringá, no Paraná, tem se consolidado como um novo e promissor polo têxtil plus size, que merece ser conhecido e visitado.

Não é segredo para ninguém que o bairro paulistano do Brás, antiga Meca do plus size brasileiro, está em crise há alguns anos. Muitas lojas de todos os manequins e seguimentos perderam força, fecharam, e algumas das poucas sobreviventes deste cenário precisaram baixar a qualidade de seus produtos para competir com produtos da Feirinha da Madrugada.

Para quem não sabe, Feirinha da Madrugada é uma feira que funciona antes das lojas do Brás abrirem. Lá vende-se produtos sem procedência, muito baratos, produzidos de forma questionável (alguns com trabalho escravo, outras com tecidos desviados, sonegação de impostos etc).

Das lojas que resistem fora da Feirinha da Madrugada, muitas acabam apostando na produção de produtos óbvios, sem identidade, com garantia certa de venda. Ninguém quer arriscar fabricar roupas que podem encalhar e, de certa forma, todas as lojas parecem vender os mesmos produtos. De centenas de lojas que vendiam produtos plus size no Brás, podemos dizer que pouco mais de uma dezena merece destaque, por tentar sobreviver com alguma dignidade e identidade própria.

Outro aspecto que levou lojistas multimarcas a procurarem outros locais para comprar produtos plus size para revender é porque, antes do boom do instagram e sem lojas online, seus clientes não percebiam que a roupa que estavam comprando era produzida em série. A boutique comprava um produto no Brás e o remarcava com até 400% de lucro (isso às vezes é necessário, para custear os gastos com transporte, viagens, hospedagem para se adquirir os produtos). Só que, com o Instagram e lojas online, o mesmo produto aparece como sugestão em várias lojas, torna-se batido, os valores são questionados e o cliente perde o interesse em uma peça de boutique que parece ser vendida à baciada pelo País inteiro.

Vistar outros estados e comprar produtos em outros polos têxteis de moda plus size, hoje, parece soar como um frescor para algumas lojas que ansiavam por novas marcas. Um exemplo é a cidade de Maringá, linda, acolhedora e com diversos shopping de atacado plus size, entre eles o Vestsul, que tem mais de 28 anos de existência.

Vestsul tem mais de 10 marcas que vendem exclusivamente moda plus size e muitas outras all size. E o mais importante, apoia e valoriza a moda plus size. As lojas não ficam escondidinhas, fazem parte de desfiles e campanhas do Shopping Vestsul, como por exemplo a “Eu Sou Curvy”.

http://instagram.com/terramaeconfeccoes

http://instagram.com/mariadoinga.plussize

http://instagram.com/luazeencurvy

http://instagram.com/meninadoce_plussize

O Shopping Vestsul tem estacionamento, pousada, restaurante e a cidade é uma gracinha. Faça uma visita e depois volte aqui para contar o que achou, combinado?

Ainda nesta semana vou falar aqui no Blog Mulherão, também, sobre as modelos e influenciadoras plus size que são destaque em Maringá. Não perca!

www.vestsul.com.br