28 de janeiro de 2019 20:04

Acredite, esse mulherão lindo das fotos tem 40 anos. Não parece, não é mesmo? A atriz mineira Raquel Pessoa,  com cara de menina, manequim 54/56, 1,68m, esbanja jovialidade e tem um charme que é só dela. Raquel participou do Dia de Modelo Plus Size do Blog Mulherão realizado em dezembro, fez a produção dos seus looks sozinha (ela é muito fashion e faz combinações inusitadas) e contou um pouco de seu processo de aceitação e amor próprio. Confira:

Foto: Dia de Modelo do Blog Mulherão/ Direção Renata Poskus/ Foto Katia Ricomini/ Beauty: Welington Carvalho e Priscila Satim/ Look: Maria Abacaxita

Desde os 8 anos já ia ao endocrinologista, levada por minha mãe. Precisei desenvolver um aprendizado diário de auto aceitação, empoderamento e construção de uma autoestima que nunca foi trabalhada em mim. Foi preciso muita terapia. e ver outras garotas gordas como eu usando roupas coloridas, mini saia, biquini… Isso me encorajou absurdamente. Comecei a me aceitar mais e acreditar nas minhas potencialidades. 

 

Foto: Dia de Modelo do Blog Mulherão/ Direção Renata Poskus/ Foto Katia Ricomini/ Beauty: Welington Carvalho e Priscila Satim/ Look: Maria Abacaxita

Embora tenha aprendido a me amar, por estar em uma profissão que lida diretamente com a imagem, as minhas dificuldades como atriz são muitas. Estou fora do padrão social de beleza e, com a profissão, foi possível perceber o quanto o gordo é realmente colocado à margem. Nas propagandas, outdoors, mídia, não se vê o gordo. 

Gordo não aparece em propaganda de ENEM, de eleição, de carnaval, gordo não aparece caminhando pela cidade convivendo em harmonia com os outros cidadãos naquelas propagandas lindas do governo. Não aparece em propaganda de shopping, de supermercado, de nada. É como se o gordo não existisse na sociedade e, no entanto, estamos lá. Somos cidadãos como quaisquer outros, votamos, compramos, consumimos, convivemos em sociedade, mas a nossa representatividade não está na mídia. Não existimos. Logo os trabalhos para atores gordos são menores, ou estereotipados.

Foto: Dia de Modelo do Blog Mulherão/ Direção Renata Poskus/ Foto Katia Ricomini/ Beauty: Welington Carvalho e Priscila Satim/ Look: Ackon

Nas novelas não vemos gordos e quando aparecem geralmente são bobões, o amigo engraçado, o gente boa, ou alguém que quer arrumar namorado e, para isso, faz uma dieta. Falta representatividade nesses espaços. Meu sonho é me realizar na minha profissão de atriz, alcançando sucesso e reconhecimento pelo meu trabalho. 

Foto: Dia de Modelo do Blog Mulherão/ Direção Renata Poskus/ Foto Katia Ricomini/ Beauty: Welington Carvalho e Priscila Satim/ Look: Ackon

Quer um Dia de Modelo como o da Raquel Pessoa? Contate-nos: