10 de outubro de 2019 02:17 Moda e estilo

A magreza da Angel plus size

Hoje, a modelo plus size Ali Tate Cutler anunciou, por meio do seu Instagram, que integrará o time de Angels da Victoria’s Secret . A contratação da modelo plus size causou surpresa por três motivos.

O primeiro motivo é porque a Victoria’s Secret é a única entre as líderes globais do setor de lingerie que tem trabalhado o tema “inclusão” em passos lentos. Enquanto todas as marcas estão aderindo à diversidade, Victoria’s Secret parece viver em uma realidade paralela, presa no tempo e em seus consagrados esteriótipos.

No ano passado, o ex-diretor de marketing da Victoria’s Secret, Ed Razek, afirmou em uma entrevista à Vogue que a grife de lingeries não usaria modelos trans em seu desfile anual “porque o show é uma fantasia”. Com a reação negativa, a marca acabou contratando a sua primeira modelo transgênero, a brasileira Valentina Sampaio.

A impressão que ficou é a de que a marca não contratou a modelo por acreditar na representatividade da mulher trans, mas por pura pressão popular.

O segundo motivo para estranhar a contratação da modelo plus size deve-se ao fato da própria marca não ter feito nenhum pronunciamento oficial sobre a escolha. Será que solicitaram que a modelo fizesse esse anúncio extra-oficial para avaliarem a repercussão antes do anúncio formal da marca?

O segundo motivo para o burburinho da contratação de Ali Tate Cutler é: ela seria mesmo uma boa representante para as consumidoras plus size do grupo Victoria’s Secret? Afinal, olhando para suas pernas finas, cintura marcada e ausência de qualquer “plus” em sua silhueta, não seria ela magra demais para ser chamada de modelo plus size?

Bom, vamos lá.

Ainda há muita confusão quando falamos de moda plus size. É importante saber que TODA MULHER GORDA USA MANEQUIM PLUS SIZE.

Porém, NEM TODA MULHER QUE USA MANEQUIM PLUS SIZE, É GORDA.

Então, quando olhamos a modelo Ali Tate Cutler, temos a impressão que ela é magra demais. A verdade é que, comparada às modelos da Victoria’s Secret, com seus 1,80m de altura e usando manequim 34, 36, ela não é magra.

Alguns podem dizer que Ali tem um corpo “normal”, mas o que seria um corpo normal, afinal? Mulher que usa manequim 36 é anormal? Ou quem usa manequim 60 também é?

Ali pode plenamente usar um manequim 44, 46 e ser alta. Uma garota de 1,60 com esse manequim pareceria maior, mas quando falamos de roupa plus size estamos falando de tamanho de roupa. Ou seja, ela pode esteticamente parecer muito magra se comparada com uma menina com obesidade, mas está correto dizer que ambas usam manequim plus size.

A verdade é que Ali quebra o padrão estético das angels da Victoria’s Secret. Mas isso não significa que ela represente de fato todas as mulheres que usam ou usarão as peças plus size da marca.

Pouco se sabe sobre essa linha “inclusiva” da Victoria’s Secret. Apenas que se chamará BlueBella. Então, não podemos afirmar quais os manequins que a marca oferecerá ao público plus size. É esperar para ver e torcer para que, um dia, mulheres gordas poderosas também possam ser alçadas à Angels.

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES