31 de março de 2009 18:18

balancaJá tive minha época de negar a  própria condição física e querer fazer loucuras para emagrecer. Sempre que perdemos o “eixo”, ao invés de encontrarmos amigos dispostos a alavancar nossa auto-estima, encontramos amigos da onça prontos para nos ajudar a afundar, cada vez mais.

Foi isso o que aconteceu comigo, há pouco tempo atrás. Após sair de um relacionamento conturbado, em que meu namorado tinha pavor de minhas gordurinhas extras, resolvi apelar para as anfetaminas tentando emagrecer.

Procurei um amigo, dono de uma farmácia e, sem prescrição médica, ele formulou um composto emagrecedor com diuréticos, anfepramona e prozac. Tomava 70mg diária de anfepramona por dia, enquanto o máximo permitido é 20mg.

Sentia terríveis dores de cabeça, fiquei desidratada… Vivia drogada. Emagreci muito rápido em pouco tempo. Certamente você está pensando: “que maravilha emagrecer tão rápido”, não é mesmo? Eu também pensava assim. Mas quando você para de tomar anfetaminas, passa a engordar tudo de novo, muito mais rápido do que o tempo que levou para emagrecer.

Quando comecei a tomar anfetaminas, já sabia disso. Estava plenamente ciente que assim que deixasse de me drogar, emagreceria. Mesmo assim,achei tentadora a idéia de ficar magérrima por alguns dias. Como de costume, sempre tenho uma frase filosófica de meia-tigela na ponta da língua, e dizia: “quero sentir o prazer de ser magra, mesmo que seja só por uma semana”.

E nesta novela da vida real, de querer emagrecer em tempo Record, acabei tendo um colapso. Certa vez, tomei as anfetaminas e, depois, tomei duas doses de caipirinha. Passei mal, muito mal mesmo. Achei que iria morrer. Tive taquicardia, vômitos, diarréia e quase desmaiei. Certamente você vai achar que isso só aconteceu porque eu misturei álcool com anfetaminas, mas não foi. Por outras inúmeras vezes me senti mal, com uma sensação terrível de estar morrendo.

Mesmo sem tomar anfetaminas há quase um ano, ainda sinto alguns efeitos maléficos em meu organismo, como gastrite, diarréias e fortes tremores nas mãos.

Ah, e estou quatro quilos mais gorda do que antes de começar a tomar as anfetaminas.