26 de abril de 2010 19:39

Por Dani Lima

Podem ficar revoltadas, porquê eu também fiquei de cara. Duas das grandes potências televisivas dos EUA, a ABC e a FOX,  simplesmente censuraram um comercial da grife de lingeries plus size Lane Bryant, que tinha cenas da [bela-pra-caramba] Ashley Graham com peças lindíssimas da grife.

Why? As cenas eram sensuais demais.

Mas parem e assistam ao comercial em questão:

Agora me digam na sinceridade: Cadê o apelo sexual exagerado pra justificar a censura? Fala sério, né?

Ao ver o vídeo me lembrei muuito do comercial da Dior, do perfume J’adore que passava horrores na TV. Lindo lindo, a Charlize Theron super diva arrancando as jóias, as roupas… super selvagem e terminando o comercial… NUA. J’adore MESMO, suuper queria fazer igual rs. E até aí morreu Neves, é um nú super artístico, belo… mas já que a conversa tá em torno de censurar pelo apelo, acho que um nu clama mais do que a lingerie, né? Mas não me recordo do comercial ter sido censurado, pelo contrário… passava aqui na TV enquanto eu almoçava, lanchava, antes deu ir dormir, aos domingos com toda a família na sala, nos intervalos do Fantástico… tipo, sempre.

Isso tuuudo me leva a pensar se a censura aconteceu mesmo por causa do apelo sexual do comercial.

Lane Bryant, dona da grife resumiu meu pensamento: ela disse que não há motivos para que as emissoras tratem seus comerciais dessa maneira, uma vez que seus anúncios são tão sensuais quanto os da marca Victoria’s Secret com uma única diferença: o tamanho das modelos.

O que vocês me dizem?