10 de junho de 2010 09:12

Por Keka Demétrio

Todas vocês sabem que me acho o último pacote de bolacha (mulherão não pode ser só uma bolacha), a última coca-cola do deserto, a cereja do bolo, ou o último pão-de-queijo do cestinho, o que vocês não sabem é que a Cinderela aqui às vezes se sente a própria Gata Borralheira. Mas esse sentimento não costuma permanecer por muito tempo, porque sempre dou um jeitinho de dar um up na vida.

Nada me deixa mais feliz do que quando me olho no espelho e vejo muito além da exuberância das minhas curvas, quando percebo o quanto posso me sentir bonita sem me preocupar com conceitos, ditaduras, estereótipos, ou qualquer coisa que insista em vomitar na minha cara que tenho que viver à margem da minha própria vida por causa da forma do meu corpo.

Terapia do Espelho, musicoterapia (essa ensino para vocês depois… rs), os comentários de vocês, tudo isso me faz cada dia acreditar no poder que tenho para determinar o grau da minha felicidade. Pois bem, já que sou avessa a poucas coisas, e gosto mesmo é quando a alma transborda, resolvi fazer algo diferente. Decidi que ia renovar os porta-retratos de casa, os álbuns do Orkut, Facebook e os posts do Mulherão. Decidi que queria fazer um puta ensaio fotográfico.

A principio achei complicado porque estou cansada de saber que a maioria dos fotógrafos não estão acostumados a ensaios com mulherões, e segundo porque eu queria uma senhora produção.  Trocando idéias com amigas, entrei em contato com o Studio Erich, de Uberlândia – sim, sou Mineira de nascimento, paixão e tesão – e expliquei qual era a minha intenção.

Amigas, preciso contar tudinho, porque, como diz a Danizinha, foi tudo um looshoooo, transbordou todas as minhas expectativas, do jeitinho que eu gosto.

Making-off (Passo a Passo de como ser Mulherão)

1º Passo: Encontro com as produtoras de moda do Studio Erich, a Lih Florêncio e a Manu Minussi.

. Fui lá para elas verem o mulherão que sou e explicar direitinho que elas não iam lidar com uma mocinha cujo corpinho veste nº 36. Ou seja, elas iam ter que se esforçar um bocadinho a mais para vestir meu corpitcho roliço. E não é que as gatas arrasaram na produção!

2º Passo: Escolher e experimentar roupas na HG Modas, com Josiane.

– A loja se dispôs a emprestar as roupas que precisasse. Amigas, confesso, me senti no paraíso. Sabe quando você entra em uma loja e ela foi todinha projetada para você, e nas araras mil e um modelos para escolher? Aiaiai, quase sofri uma coisa. A Josiane, proprietária da loja, junto com a Maria do Carmo e a Luciana, faltaram desabar a loja para que escolhêssemos os modelos.

3º Passo:  Hair and Make-up, com Vinícius Oliveira.

– 9 horas da madruga do outro dia e eu no Vinícius Oliveira Hair and Make-up. Nem preciso dizer que estava me sentindo a top das tops com tantos profissionais cuidando de mim e me deixando mais poderosa do que já sou, porque linda e modesta eu já decidi que sou tem tempos, e sem questionamentos.

4º Passo: A sessão de fotos Studio Erich.

– As 14h chego ao estúdio doida para ver o que ia acontecer, e embora eu seja um mulherão super descontraído e consiga lidar com as mais diversas situações, tudo ia ser bastante novo para mim, ate porque não sou modelo.  Eu não conhecia o Erich, apenas seu trabalho, que foi o que me levou a procurar o seu estúdio, e ele me deixou tão a vontade que não foi difícil deixar o mulherão que existe dentro de mim aflorar. Ok, ok, eu sei que já sou bem soltinha e me sinto um mulherão de verdade, mas, meninas, têm coisa melhor do que se sentir um mulherão espetáculo? Pois foi assim que me senti nas mais de duas horas de caras, bocas, poses, paparicos e muitos flashes.

Dêem uma olhadinha nas fotos aí em baixo, e no site www.studioerich.com.br e me digam se posso, ou não, me dar ao luxo de dizer que sou mesmo um espetáculo! 🙂

 

 Adoro a elegância que o salto alto nos proporciona. 🙂

 

 Descobri que adóoooro meus olhos!

Amei essa minha cara…quero muito ela pra sempre…

Aliás, quero tudo isso que eu sou para sempre!!!