16 de junho de 2010 23:21 comportamento

Gordinhas começam a vida sexual mais cedo?

Por Renata Poskus Vaz

O prédio em que nasci e cresci mais parecia um harém. Não haviam muitos meninos e nós, garotas, formávamos um grande grupo de colegas quase inseparáveis. Uma delas era bem gordinha. E quando digo bem gordinha, quero dizer, na verdade, beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeem gordinha. E ela era uma das mais namoradeiras, estava sempre rodeada de garotos e raramente levava um fora. Sendo os adolescentes seres tão preocupados com estética e beleza (sim, muitas vezes eles preferem correr atrás de uma garota chata, mas linda, ao invés de uma menos popular e muito mais interessante pessoalmente), o que justificaria a minha amiga beeeeeeeeeeeeem gordinha, mesmo na mais tenra idade, viver acompanhada?

Na última semana, uma pesquisa veio elucidar esta questão.  O Congresso Americano de Obstetras e Ginecologistas afirmou que meninas acima do peso comum iniciam a vida sexual mais cedo, acumulam vários parceiros durante a adolescência e usam menos camisinha. E não pára por aí. De acordo com a pesquisa, essas garotas possuem quase três vezes mais chances do que as outras de começarem a fazer sexo com menos de 13 anos, e estão 30% mais propensas a ter múltiplos parceiros durante a adolescência.

De acordo com Dr. Margaret Villers, um dos pesquisadores, a equipe não imaginava, no início da pesquisa, o quanto o peso poderia ser determinante na iniação sexual.  A  falta de autoestima das gordinhas poderia influenciar neste comportamento. Lauren Chernick, pesquisadora em medicina pediátrica, afirma que as garotas acima do peso tendem a usar o sexo para segurar os parceiros.

Bom, e sobre a gordinha do meu prédio, não acho que o fato de sempre conseguir bons namorados esteja estritamente ligado ao fato dela “apelar” para a sensualidade para não se sentir sozinha. Acredito, na verdade, que enquanto ainda éramos apenas garotas magricelas em desenvolvimento, a nossa amiga gordinha já tinha pernão, bundão, peitão… Coisas que garotos adoram. Além disso, porque a sensualidade não pode ser algo próprio dela? E que existiria da mesma forma se ela pesasse míseros 50 Kg.

E você, o que acha dessa pesquisa?

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES