15 de julho de 2010 07:26 comportamento

Atenção!

Por Keka Demétrio

Cuidado, homem carente, inteligente (aff inteligência é mesmo afrodisíaco) e bonito, geralmente é um barco furado, relacionamento sem futuro, e você só servirá para ele como um pneu de step. Variavelmente homens assim sabem nos envolver e nos levar na lábia, principalmente se nós também estivermos loucas por uns afagos. Portanto, se você quer um relacionamento sério, esqueça o sorriso colgate do bonitão e não ceda à sedutora tentação de cair em seus braços, pelo menos não a principio, já que cada caso é um caso.

A grande diferença entre nós mulheres e o sexo oposto está na briga entre a racionalidade irritante deles e a emotividade chata e desenfreada que toma conta de nós quando nos apaixonamos. Enquanto sonhamos com a carinha dos filhos que teremos com eles, isso já no primeiro encontro, eles só estão imaginando se somos boas de cama.

Agora, se você está disposta a apenas viver o momento, esses homens são de grande valia. A carência deles vai servir de tempero para momentos incríveis que poderão vir a passar juntos. Mas para se permitir viver experiências assim, é preciso que esteja muito, mas muito bem resolvida consigo mesma, sabendo separar a razão da emoção. Aliás, nesses casos, é preciso estar ciente de que a racionalidade, que tanto criticamos nos homens, deve estar comandando a sua vida. Passamos a viver o lado masculino que temos dentro de nós. E se não estiver preparada para viver esse instinto masculino, sinto lhe dizer que na primeira oportunidade seus sentimentos começarão a bagunçar e a sua pobre cabecinha vai dar um nó.  Começará a se questionar se é certo sair por aí beijando um e outro, se aquele sexo casual realmente valeu à pena, e pior, poderá vir a sentir a sensação de que foi “usada” por aquele homem que você mesma escolheu para usar e abusar. O tiro pode sair pela culatra.

Quando isso acontece, o verdadeiro carente da história é você. Então, muita atenção. Nesse mundo em que estamos vivendo, onde amor, paixão e possessão se confundem, é preciso estar muito atentos aos nossos verdadeiros desejos e sonhos. Vamos nos deixando levar pela ânsia de querer ter muito mais do que querer ser, atropelamos nossos valores morais e espirituais, esquecemos nossa base familiar, e ficamos cada dia mais carentes.

Carentes de afeto, passamos a acreditar que quanto mais nos doarmos, mais iremos receber e nessa loucura de querer ser amado, nos sujeitamos a esquecer a nossa própria vida, ideais e sonhos. E ao esquecermos que somos todos grandes merecedores de amor e afeto, passamos a viver uma relação de amor e ódio conosco mesmo.

Portanto, não vai ser o número de parceiros que você já teve, têm, ou terá ao longo da vida que irá fazer com que você não se sinta vazio, mas sim a qualidade da relação que você constrói com você mesmo.

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES