8 de setembro de 2010 18:08 comportamento

Crise dos 30

Por Eduardo Soares

Adoramos falar a respeito dos famosos e temidos complexos femininos, mas a turma masculina também tem (e muito) deste mesmo mal. Digo mais: somos (ou ficamos) chatos pra dedéu quando demonstramos nosso “momento complexildo” de ser. Vou usar a vaidade como exemplo. Definição em moda nos últimos tempos, metrosexual define aquele sujeito que era chamado antigamente de “bem vestido” ou “bem cuidado”. Bem, alguns marmanjos surtam com tal rótulo e assim saem por aí mais enfeitados do que periquito comendo cereja.

**** **** **** **** ****

Na noite anterior o casal tivera momentos extremamente agradáveis. Tempo chuvoso sugere reclusão domiliciar com direito a pipoca & Ajinomoto (não usem em excesso, pois esse treco viciante é sal alterado e bombado) ao lado, sorvete a tira colo e filmes na telinha. Mas nosso casal protagonista fugiu do obvio: passearam pela orla (admirar a fúria do mar com ressaca não tem preço), degustaram pizza com vinho e por fim estiveram na casa de amigos para papear deliciosamente sobre o nada, enquanto desfrutavam um festival de fondues. O dia passou rápido, como geralmente acontece quando estamos bem acompanhados. Por isso tudo, assim que chegou em casa a mulher mandou um torpedo para o amado: Nosso dia foi maravilhoso. Amei. E vc está lindo com esse cavanhaque cada vez mais grisalho.

Certas expressões causam impactos poderosos, dignos de bomba atômica. O CADA VEZ MAIS deixou o cara em pânico. Era uma da manhã quando ele ligou para a namorada:

– Eu sabia! Algo ia dar errado, estava escrito! Pela manhã tive um prenúncio. Caiu uma bela manga na minha cabeça, Ju!

– Antes manga do que jaca…

– Depois, fui comprar aquele buquê para você. Coloquei o pé fora da floricultura quando a chuva caiu sem pena!

Antes chuva do que ventania. Imagine  se um pé-de-vento te pegasse na rua! Meu buque seria entregue totalmente careca! A chuva deixou a cor das flores mais intensa.

– E agora você diz que estou CADA VEZ MAIS grisalho! Tô me sentindo o Papai Noel depois do SPA!

Espirituosa a mulher manteve o humor a cada resposta dada. Ela já conhecia o complexo de idade do namorado e sabia lidar com isso numa boa. Mas ele não. No ano passado nasceram os primeiros fiapos de cabelos brancos no cavanhaque de Jorge. O recém trintão achou aquilo o máximo, ao ponto de tirar foto com direito a super zoom e seta indicando o local grisalho. Como aquilo era novidade, ele costumava fazer uma espécie de atualização dos novos fios brancos na primeira semana de cada mês.  E isso era quase uma apresentação circense. Contorcionismo, para ser mais claro. Jorge caçava os “novos amigos” em toda parte da cabeça, até mesmo dentro das narinas. Sua contabilidade visualizou dez cabelos brancos logo na primeira conferência. Nessa quantidade ele dizia que era charme. Com vinte, se se auto intitulava o “sujeito vivido”. Com 30, começara a coçar o queixo tamanha preocupação. Com quarenta, bateu o desespero: estava ficando velho mesmo!  E a matemática parou por aí. Não queria nem imaginar a possibilidade de ter cinqüenta ou mais nem em sonho!

No dia seguinte,  o celular de Julia tocou meia hora antes do despertador. Era Jorge, ainda em estado de choque com a declaração da namorada.

– Ju, vou comprar tinta loira, estava querendo mudar mesmo o visual e queria sua ajud….

– Pode parar, Jorge – disse ela, interrompendo, já possessa de raiva com a frescutite aguda dele – Toma vergonha na cara! Vai pintar o cavanhaque de loiro? Compra aquele amarelo Cindy Lauper e coloca uma peruca rosa! Homem com TPM é uma droga!

– TPM? – perguntou um assustado Jorge.

– É, Tensão Pentelhante Masculina! E olha que você não fica dolorido e inchado todo mês!

– Mas, querida, daqui a pouco vou parecer o Richard Gere com George Clooney! E sou novo para isso..

– Coloca uma coisa na cabeça! Você não é George Clooney ou Richard Gere! Você é JORGE RICARDO, charmoso e grisalho! Se eu fosse você cuidaria dessa sua barriguinha de chopp, porque essa sim, está ficando feia!

Ju acordara na TPM e ele estava na TPM definida por ela. Mistura complicada. Jorge ficou o dia todo se olhando no espelho, num misto de narcisismo com Complexo de Cid Moreira. Caiu a noite e a mulher foi para a casa dele. Pegou pesado na bronca, queria pedir desculpas.  Chegando lá ficou surpresa: trinta latinhas intactas de cerveja estavam do lado de fora, destinadas ao lixo. Meia luz na sala, fondue e vinho na mesa. Pretty Woman como fundo musical (tema de Uma Linda Mulher) e O amor não tem regras (filme com George Clooney) rolando na TV silenciosa. Surge Jorge, com a barba pintada de branco, bem arrumado e sorridente que só ele:

– Você é mulher de sorte! Hoje estou me sentindo um poço sem fundo de charme infinito!

(*) Baseado em fatos reais. E bota reais nisso…

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES