28 de setembro de 2010 09:16

por Keka Demétrio

Amo seu jeito de sorrir, a forma como mexe nos cabelos e quando me olha de verdade desnudando tudo o que existe dentro de mim. Eu sei que você às vezes tem medo de me conhecer a fundo, mas sinto que aos poucos isso vai se dissipando e nossa relação fica cada dia mais forte e profunda.

Sabe, eu já me irritei com você algumas vezes, algumas não, várias vezes. É que esse seu jeito de querer abraçar o mundo fazia com que me deixasse de lado, e assim eu me via perdida, porque a sensação era de abandono, como se todo mundo fosse mais importante do que eu. Então, me resignava a ficar calada no meu canto, percebendo crescer dentro de mim sentimentos que me afastavam da minha própria vida.

É, você por diversas vezes fez meu coração doer tanto que eu chegava a colocar a mão no peito, num movimento involuntário, como se esse gesto fosse acalmá-lo. Lembro-me que nesses momentos  levantava os olhos aos céus e pedia ajuda, porque quando nos sentimos assim, o colo de Deus é o melhor refúgio. Até isso eu agradeço a você, porque diante da sua descrença em mim, a fé de que nunca estou sozinha e de que o alto nunca me desampara está sendo fortalecida cada dia mais.

Olha, eu não te culpo totalmente porque se deixava levar pela opinião dos outros, eu sei que não é fácil ir contra o que a maioria pensa usando um discurso que levaria as pessoas a zombar de você.  Mas ao agir assim, você que se imaginava dentro de um grupo, se afastava da única pessoa que realmente esteve ao seu lado te ajudando a escrever sua história.

Mas eu nunca desisti de você. Sempre tive a certeza de que a qualquer momento seus olhos iriam perceber em mim muito mais do que fartas curvas. Eu só precisava esperar que o tempo te mostrasse que além de mim, nada e nem ninguém, iria te completar como eu.

Hoje me sinto feliz. Tenho em mim mais uma certeza, a de que você aprendeu a me amar, não exatamente como sou, mas como estou, porque nesse mundo em que vivemos, estar já é uma condição bem favorável para trabalharmos nossos defeitos. Por isso não me arrependo de nada que fiz por você, e todas as vezes em que te vi chorar por outras pessoas eu só pensava que um dia você voltaria a olhar para mim e ao meu lado descobriria novamente o caminho para voltar a sorrir.

Você agora me olha com ternura, admiração e afeto, e tornou-se minha melhor parte, aquela que faz com que eu me sinta viva, e por isso merecedora que eu te ame cada vez mais. E dizer o quanto me amo é agradecer a vida por eu existir.