7 de outubro de 2010 10:11 comportamento

Maldita TPM?

Por Keka Demétrio

Insuportável, é assim que fico quando estou na TPM. Irritada ao extremo, qualquer coisinha insignificante me deixa nervosa. Quando estou nesta fase às vezes não suporto nem a mim mesma e brigo até com a minha sombra. Evidente que tento me controlar, mas nem sempre é possível.

Dizem que as mulheres que possuem mais estrogênio circulando, como nós mulherões (é, meninas, estamos muito mais propensas a ter TPM do que as magrinhas), sofrem mais os efeitos da TPM. Os seios ficam mega sensíveis, sentimos um cansaço perturbador, aumenta a tensão nervosa, variamos de humor na mesma proporção que uma modelete fazendo prova de roupa, o desejo por comida aumenta substancialmente (aqui precisamos ter um controle homérico), e depressão, são alguns dos sintomas que nos tornam um tsunami propenso a sair arrasando tudo, principalmente com as pessoas que nos rodeiam. Mas péra lá, se tudo na vida tem dois lados é bem provável que se analisarmos vamos encontrar alguma coisa positiva nesse processo.

Vocês sabem que muito do que escrevo aqui tomo como base minha própria vida e as experiências acumuladas nesses 38 aninhos muitíssimos bem vividos (ok, eu sei que tenho carinha de 27 J), então confesso que quando estou na TPM não falta chocolate na bolsa, na geladeira, no armário da cozinha, na gaveta do criado mudo, e devoro todos sem a menor cerimônia e sem um pinguinho sequer de culpa,  enfim, nessa época eu deveria ser sócia de Willy Wonka na Incrível Fábrica de Chocolates.

Mas essa parte de comer chocolate sem neuras ou culpas é apenas um dos pontos positivos que vejo (preste atenção, estou falando sobre a minha vida, e não que todo mundo ache positivo se empanturrar de chocolate sem sentimentos de culpa na TPM).

Se o estrogênio é fator preponderante para desencadearmos os sintomas da TPM, e nós mulherões o temos em abundância, isso também quer dizer que nossa pele tem mais brilho e menos rugas, que nossos ossos são cheinhos de cálcio,  que a nossa libido é alta, que nossas relações sexuais dificilmente serão afetadas pelo  ressecamento vaginal. Ou seja, prefiro meu lado histérico aflorado por alguns dias do que ter meu lado feminino afetado, afinal, o lado positivo da TPM é mil vezes mais gratificante. E quem é que não quer ter disposição em todos os sentidos para uma boa manhã, tarde, ou noite de amor?

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES