23 de outubro de 2010 19:45 comportamento

Qualidade de vida.

Por Eduardo Soares

O vasto repertório nem sempre garante resultados satisfatórios (no caso, saudáveis). Pelo contrário. A dupla “quantidade-qualidade” surte efeito em pouquíssimos casos. Afinal, quantas dietas você conhece? De sopetão lembrei de algumas famosas, outras nem tanto, mas todas existem e estão disponíveis em qualquer site de qualidade discutível: Dieta do Dr. Atkins, da sopa, Mediterrâneo, ortomolecular, água, limão, proteína, lua (até ela está no bolo, coitada), abacaxi, DNA, banana, maçã, leite, sangue, da pirâmide dos alimentos, dos pontos, dos sucos, das notas. Outro dia vi a seguinte manchete: Emagreci 18 kg com a Dieta do Macarrão

Não sou médico nem tenho vocação para tal (em certo momento da vida cogitei a possibilidade de seguir na área), mas para certos assuntos não é preciso ter diploma na área. Basta dedicar alguns minutos da sua vida para ler meia dúzia de linhas referentes ao assunto e pronto. Sentimos cheiro de picaretagem. Daquelas bem safadas mesmo.

E quando o popstar dá seu nome para determinado produto milagroso? Dane-se o que seu médico (aquele mesmo que dedicou quase uma década de sua vida para poder receitar ou elaborar um programa de regime condizente com sua realidade) recomendou.

– Ah, o ator Asdrúbal Gambiarra disse e por causa dele vou comprar o poderoso Chá das 7 Ervas! Olha, ontem vi o anúncio da mega Sopa sem Água da cantora Cremiúda do Quiprocó Forrozeiro!

Preocupa saber que várias pessoas gastam rios de dinheiro e colocam a saúde em risco por causa dessas dietas da moda. E só para explicar a questão abordada no inicio do texto: macarrão pode ser consumido por quem faz regime, mas em quantidades menores. Vale a pena usar um molho com menos gordura, como o molho de tomate. Fica registrado o alerta: não é porque alguém abre a boca para dizer que perdeu trinta quilos em trinta horas apenas com a dieta do macarrão que você vai viver a base de fettuccine, espaguete, cabelo de anjo, ravioli, cappeletti, fusilli, ravióli, penne e por aí vai. Definitivamente, não serviria para ser médico. A primeira pessoa que viesse com pedidos do tipo “doutor, preciso perder 10 quilos em vinte dias” iria ouvir um sonoro “então, porque não fechou a boca antes?”. Cena com apoio do Cavalinho do Pânico com coice na boca! Ou no estômago.

Existem alguns mitos e verdades referentes a comida que merecem destaque:

Alguns alimentos têm gordura zero – Todos os alimentos têm gordura, mesmo um peito de frango grelhado tem gordura.

Água quente em jejum queima gordura – Queimar gordura e eliminar peso depende da quantidade de alimentos ingeridos e o número de calorias eliminadas. Você pode dar uma de camelo e consumir baldes de água. Quer saber? Beber água quente em jejum não elimina nenhum grama de gordura que você ingerir ou a que você tem em seu corpo.

É preciso comer em pequenas quantidades ao longo do dia – somos feito máquinas e como tal necessitamos de certa quantidade de calorias e nutrientes todos os dias para que o funcionamento do corpo fique vem. Naturalmente, ao pular refeições durante o dia, você estará mais propenso a compensar nas outras refeições. Uma forma saudável de perder peso é comer pequenas quantidades de comida divididas em cinco refeições, que devem incluir uma variedade de alimentos nutritivos e com pouca gordura.

Comer à noite engorda – É claro que à noite o metabolismo é mais lento por isso a dica seria comer alimentos de fácil digestão como legumes, sopas, sucos, frutas. E lembre-se: não importa que hora do dia você come, é o quanto come durante todo o dia que faz ganhar ou perder peso.

Aliado aos cuidados com alimentação , devemos lembrar dos hábitos que fazem nossa vida ser saudável ou não.

Falta de sono – Quando não dormimos direito, o cérebro tem de se desdobrar para se manter acordado no dia seguinte e isso requer energia. Em outras palavras: acordamos com vontade louca de devorar o que estiver na frente.

Estresse – O nervosismo faz aumentar os níveis de determinado hormônio (cortisol). Esse aparece em diferentes estudos como uma das responsáveis pelo crescimento das células de gordura do nosso corpo. Ou seja, o estresse “presenteia” seu corpo com aquela barriguinha indesejável, ou com a cintura que não desgruda nem por um decreto do Papa!

Ar-condicionado – nosso corpo acaba se acostumando com a temperatura ambiente (regulada pelo aparelho). Dessa maneira, nosso corpo não tem que gastar calorias para se ambientar às variações climáticas, ou seja, não precisa se aquecer quando está frio ou se resfriar em dias quentes.

Pouco cálcio – O mineral faz com que parte das moléculas engorduradas seja varrida para fora do organismo. Sua ausência, portanto, faz crescer as chances do acúmulo de gordura.

Gordura trans – A substância, sorvetes e biscoitos, tem sido apontada como culpada pela obesidade. É que ela interfere em alguns hormônios, caso da insulina, que facilitam o ganho de peso.

Cesárea – Infelizmente, é cada vez maior o número desse tipo de parto no Brasil. Para começar, em muitos casos, os bebês acabam nascendo antes de completar as 40 semanas e não atingem um bom peso. Existem teorias de que o recém-nascido de baixo peso é forte candidato à obesidade com o passar dos anos. Seu organismo aprenderia a lidar com a situação de escassez constante, o que faria o bebê utilizar qualquer sobra de suprimento como reserva de energia. Esse mecanismo seria a receita para grandes estoques de gordura no futuro.

Procurei fazer um resumo daquilo que envolve a essência do blog: qualidade de vida e peso. Vocês são lindas, verdadeiras musas que dão show por onde passam. Mas não podem bobearem quanto a questão da saúde. Por mais óbvio que pareça, é essencial a consulta ao medico antes de fechar a boca por conta própria.

Deu vontade de degustar pão de queijo com requeijão. Tudo light, claro.

Fontes: http://saude.abril.com.br/edicoes/0314/corpo/culpados-pela-obesidade/falta-sono.shtml

http://veja.abril.com.br/noticia/saude/dietas-rigidas-e-de-efeito-rapido-podem-acabar-em-ganho-de-peso

http://www1.folha.uol.com.br/folha/colunas/nutricaoesaude/ult696u156.shtml

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES