25 de agosto de 2009 15:58 Uncategorized

Falta de Comprometimento

Por Luciane Russo

Hoje gostaria de falar um pouco sobre comprometimento, ou melhor, a falta dele.

Vou compartilhar com vocês a experiência pela qual estou passando, para que todas reflitam a respeito de se comprometer e não cumprir – e só a título de curiosidade, antigamente as coisas não tinham contrato, era via palavra e se você fosse cumpridor de sua palavra era bem visto na sociedade, caso contrário, seria difícil fazer qualquer tipo de negócios.

Hoje em dia, me parece que as pessoas esqueceram o valor da palavra empenhada.

Então, como ia dizendo, devido à correria para achar um imóvel na praia para o Reveillon do ano passado, eu e minhas amigas decidimos começar a procurar desde já, para ser mais barato e para chegarmos na hora e estar tudo certo.

Pois bem, após exaustiva procura, achamos um imóvel que podemos chamar de BBB – bom, bonito e barato – num lugar show, casa completa, acomodação para 10 pessoas, era essa.

Contatamos a proprietária mostrando nosso interesse pela casa, ela nos disse que havia outra pessoa interessada também –  o que fizemos ? – fomos de SP à Ubatuba só para ver a casa e fechar, pois ela havia dado preferência do aluguel pra nós, mas qual não foi nossa surpresa quando ela disse que teria de ver com a outra pessoa, que queria para um dia a mais e tal.

Dissemos que tudo bem, ficaríamos com a casa um dia a mais, se fosse só por isso, ai ela veio com uma conversa mole de que se enganou, seriam mais dois dias e ela está visando o dinheiro e tal. Enfim, falei pra minha amiga “Vamos achar outro lugar e mandá-la ficar com a casa”.

Mas porque todo esse estresse, alguns podem me perguntar – respondo já – simplesmente pela falta de comprometimento desta senhora com a palavra empenhada.

E isso me entristece muito, pois observo que não é só nesses casos, o que é pior, pois gira em torno de dinheiro, são negócios que a priori estão OK e depois acabam-se pelo fato de as pessoas pensarem só nelas.

No caso de amizades também magoa, outro dia combinamos de sair, quando chegamos, uma das amigas dormiu e seu pai pensou que ela tinha saído, ficamos muito bravas com isso, afinal nos delocamos até lá pra nada – OK ela dormiu – ficamos sabendo depois, mas poxa, coloque o celular, o despetador, a galinha se preciso for para te acordar, você assumiu um compromisso e não é porque é amigo que se tem de desrespeitar – coloque-se no lugar do outro.

Mas o que vejo, é que as pessoas são egoístas, individualistas – pra mim está bom, dane-se você – mas se esquecem que um dia elas podem ser vítimas dessa mesma atitude.

Então meninas, vamos pensar um pouco antes de empenharmos nossa palavra com quem quer que seja – amigos, trabalho, negócios – pois sem querer, podemos prejudicar muito, mas muito mesmo alguém.

 

Pensem nisso.

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES