29 de dezembro de 2010 10:24

Por Keka Demétrio

Que no ano que se inicia eu tenha mais consciência do que represento para mim mesma. Que eu possa me conhecer cada vez mais e assim descobrir todos os caminhos que levam até mim.

Que eu aprenda mais um pouco sobre as coisas que me fazem feliz e que assim eu passe a me pertencer cada vez mais.

Que todos os “nãos” que me vem à garganta possam ser proferidos, mas com a altivez de um ser humano que busca a evolução contínua, assim qualquer não que eu pronuncie não vai machucar meu semelhante, mas vai me fazer aprender um pouco mais sobre mim e sobre a vida.

Que eu perceba que meu corpo não é um elemento separado de tudo o que eu sou, mas sim parte de um todo que precisa ser trabalhado e aceito dentro das minhas limitações, e que assim eu possa refletir um brilho especial que traga para perto de mim pessoas que vibram na mesma intensidade que eu.

Que em todos os dias do novo calendário eu possa descobrir todo o amor que pulsa em cada fibra do meu ser e em primeiríssimo lugar queira oferecê-lo a mim mesma, e assim continuar me fazendo a pessoa mais importante da minha própria história.

Que eu possa sorrir sempre, mas que nas vezes em que for preciso chorar que eu faça com a certeza de que quase sempre é preciso cair para poder me levantar cada vez mais forte e certa de que a vida nunca erra.

Que cada vez mais eu não espere nada dos outros, mas cada vez mais de mim mesma, de forma que nada que alguém possa fazer com o intuito de me diminuir possa atrapalhar minha caminhada rumo à concretização dos meus sonhos.

Quero também que a cada amanhecer eu me olhe com olhos cheios de amor e carinho, repetindo a mim mesma o quanto eu sou especial e maravilhosa em todos os sentidos.

E sendo assim, quero ser a minha melhor realização, e que eu realmente me sinta o meu melhor presente de ano novo.