22 de fevereiro de 2011 13:50 comportamento

O dia em que as modelos unidas disseram NÃO

Por Fabiana Camillo

Texto gentilmente roubado, daqui.

É com muito prazer e admiração que hoje apresento este post, pois pela primeira vez vejo as modelos se unirem em um NÃO super coletivo. Na quinta- feira, dia 17, recebi um email me convidando para participar do programa Pânico na tv, confesso que sou fã das brincadeiras e bobagens que fazem. Porém não comigo!!! Ao ler a pauta falava que eles queriam modelos GG para um desfile de maiô e canga para homenagear o Ronaldinho Fenômeno por sua aposentadoria. Ops… mas espera aí, que homenagem pode ser feita no Pânico e que tenha mulheres gordas envolvidas? Conhecendo muito bem o tipo de humor é claro que a minha resposta foi negativa de imediato.

Primeiro qualquer admirador de esportes e principalmente de futebol não seria conivente com uma brincadeira que pudesse ofender um atleta da equivalência de Ronaldo. E eu sendo essa amante que sou do talento desse astro do futebol jamais ridicularizaria um mito. Pensei também é claro na construção da minha carreira que vem sendo feita com seriedade e muito profissionalismo,  correr o risco de ser exposta de forma negativa em um programa de tamanha audiência desnecessariamente não passou pela minha cabeça.

Quem acompanha meu blog ou me conhece pessoalmente sabe o quanto sou engajada na causa Valorização das modelos Plus Size, falo sem nenhum pudor para que não aceitem qualquer trabalho, que job é pago e que não devem se jogar em qualquer coisa só com o intuito de se promover, porque uma imagem mal trabalhada acaba com uma carreira que nem começou.

Enfim, depois do email mencionado recebi mais outros três e duas ligações. Já era domingo de manhã e ainda estava recebendo convites para o job, fiquei intrigada com a insistência e logo passou a minha cabeça que estavam tendo dificuldade em encontrar garotas para tal trabalho. Curiosa como sou, comecei a ligar e mandar mensagens para modelos que vejo como boas referências para saber se receberam a mesma proposta e se aceitaram… Dessas não foi de se estranhar, não aceitaram da mesma forma que eu. Não queriam essa super exposição e que poderia ser de forma ofensiva, mas o que me deixou mesmo de queixo caído foi ver que modelos iniciantes e que normalmente tem fama de pegar tudo também recusaram.

Começo a acreditar que o pessoal está pegando o espírito da coisa, a nossa união mostrará para o mercado que trabalhamos de forma séria e queremos ser valorizadas. Que não é qualquer aparição na tv que nos encanta os olhos e que ninguém quer se expor ao ridículo. Para isso existem atores que sabem criar personagens e podem atender as expectativas de qualquer produção. Nós modelos somos a imagem do que é belo, independente da forma, da curva, do peso e dos conceitos.

Por isso hoje tiro meu chapéu e dou parabéns para todas as modelos que souberam ter discernimento para a valorização e crescimento da nossa categoria, pois suas escolhas refletiram indiretamente na de outras modelos.

OBS: Não faço crítica as que foram, mas se nenhuma tivesse aceitado seria ainda melhor!!!

 

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES