24 de maio de 2011 10:12 comportamento

Quer namorar comigo?

Por Keka Demétrio

Hoje estou mais sensível que nunca. E olha que nem na TPM estou. É sentimento que ataca o coração e nos coloca em contato com a gente mesmo. E então quando estou assim até toque de celular me faz marejar os olhos. Sempre fui chorona, emotiva, uma típica “mulherzinha”. É, eu sei, não parece que perco as rédeas da minha vida, mas às vezes é bom perder. Mas só às vezes. rs

De uns tempos pra cá tenho me recolhido mais dentro do meu mundo e tentando entender algumas coisas. Óbvio que continuando a viver e aproveitando as coisas que a vida vem me oferecendo, e olha que ela anda bem generosa comigo.  No campo profissional tudo caminhando maravilhosamente bem, mas diferente da Lady Kate, o que me falta não é o “gramour”, mas um amor.

E é esse tipo de conversa que tive com uma amiga neste fim de semana. Ela dizendo da falta que sente de um amor, de um companheiro, de alguém para recostar a cabeça só para sentir a respiração e o pulsar do coração. Ela é um mulherão, não no sentido das curvas, mas em todos os outros aspectos que nós temos que ser. Bonita, educada, profissional ímpar, e disponível no mercado há um bom tempo.

Nunca fui de expor minha vida íntima, nem de contar que estava com fulano ou sicrano, mas hoje vou incorporar o lado descarado da minha amiga Renata Vaz de compartilhar a vida íntima e dizer o resultado da minha conversa com esta amiga: nos recusamos a passar o dia 12 de junho sozinhas.  Aliás, não só o dia dos namorados, mas nosso aniversário, o dia das crianças, o natal e muito menos o ano novo. Pronto, tenho dito.

Ahh, já sei, um monte de vocês já estão pensando: pqp, mas a Keka, um mulherão desses que vive recebendo cantadas, e a amiga dela, pelo que descreveu, deve ser excelente companhia, sozinhas? E eu pergunto: onde estão aqueles homens que ainda possuem a delicadeza no trato com as mulheres, mas que sabem ser rudes na hora certa (se é que me entendem…ahahaha)?

Receber cantadas não é nada. O que nós mulheres queremos receber é amor, atenção, vida em nossas vidas. Perceber entusiasmo e paixão em um simples bom dia vindo em forma de mensagem recebida de manhã pelo celular. Queremos que o dia seja empolgante nessa troca de sentimentos.

Alguns de vocês devem estar nos julgando, nos achando ridículas, e eu, em particular, não estou nem aí para o que vocês estão pensando. E acho que minha amiga compartilha do mesmo pensamento que eu. Não vejo sentido em ter vergonha em expor meus medos e sentimentos. Não é isso que nos faz humano e de certa forma interessantes? Não tenho que bancar a mulher feliz 24 horas por dia, e seria uma p%$# hipocrisia dizer que sou sempre feliz.

O que posso dizer é que tenho um entusiasmo fantástico pela vida, isso eu não nego. Assim como não nego que quero muito receber presente no dia 12 de junho e no dia 25 também. E para que isto aconteça tenho que perguntar: quer namorar comigo?

 

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES