9 de junho de 2011 00:36

“Meu nome é Bruna, moro em Boa Vista – Roraima, tenho 24 anos, sou graduada em jornalismo, e estudante de direito, sou um MULHERÃO tamanho 50, não passo um dia sem acessar o blog MULHERÃO e namoro há (entre idas e vindas) 3 anos e meio.

Bem, minha historia romântica não é lá muito convencional. Conheci meu namorado, o Nelson, quando tinha 21 anos. Minhas tentativas de namoro anteriores foram frustradas… Acho que essa discussão é velha, mas nem todo cara tem peito e caráter pra namorar uma gordinha. Por causa desse preconceito, nunca tive muita sorte nos meus relacionamentos. Até conhecer o Nelson!
Ele nunca se importou com o meu peso, embora algumas pessoas alfinetassem demais a nossa relação, justamente por eu não preencher os padrões de “beleza”… Sempre agüentou minhas crises de baixa autoestima, alimentando meu ego com as palavras mais doces e sinceras que alguém pode oferecer a quem se ama. Ele me chama de “linda” todos os dias, até acho estranho quando ele me chama pelo nome…
Meu namorado, até nos momentos em que estivemos separados (por outras questões que não envolve minha condição física, diga-se de passagem) sempre me ajudou a me sentir bem. Ajuda-me a manter as caminhadas em dia e manter uma mente equilibrada. Porém, nunca tentou me mudar. Sempre deixa que eu tome as decisões quando o assunto é meu corpo.

Toda gordinha passa por dias de autoestima lá no pé, baixa, se arrastando… e sempre que eu to assim, ele diz que pra ele eu sempre serei a mulher mais linda, mais gostosa e inteligente do mundo.

Meu namoro não é perfeito, estaria mentindo se dissesse isso, mas o Nelson é a única pessoa no mundo que me faz se sentir bela, atraente, gostosa (como ele diz)… Não só porque ele me fala isso diariamente, mas porque ele DEMONSTRA todo o amor que ele sente. Ele nunca se deixou levar pelas provocações alheias, embora tenham existido várias. Ele sempre gritou pra todo mundo ouvir que a mulher que ele ama, sou eu. Nunca fazendo diferença entre mim e as outras mulheres, afinal como ele mesmo diz “sempre tive namoradas bonitas e interessantes, você não foge a regra”. E é por isso, que sou tão apaixonada.”