20 de setembro de 2009 11:21 comportamento

O preço da fama

Grazi Barros 2Por Grazi Barros

Minhas amigas, grandes mulherões,

NAMASTÊ!

Vim aqui, neste momento, postar não um texto, mas um alerta e protesto: cuidado com a fama, ela tem um preço e ele pode ser muito caro e irreversível. Falo isso porque desde que entrei nesse movimento plus size tenho visto cada situação de mediocridade, uma competição, uma disputa em aparecer, uma INVEJA, melhor dizendo: uma falta total do que fazer.

Não entra na minha cabeça isso! Não vai entrar nunca! Não consigo entender que por fama, por competição, por INVEJA, as pessoas acabam traindo, se “vendendo”, se odiando… Como um “amigo” pode trair outro por fama, por glamour, por ILUSÃO? Como as pessoas podem “vender” uma amizade, como e pra quê? Doce, doce, muito doce ilusão!

Amigas, a fama passa… Competição e INVEJA só existem na cabeça de quem não tem capacidade suficiente porque quem tem capacidade suficiente não tem medo de nada porque sabe que há espaço para todos e se garante. Gente, pra que tanto ego? Onde isso vai parar? Por que as pessoas precisam tanto aparecer? A quem elas querem provar algo? Por que tanta necessidade de aprovação e admiração?

Não consigo achar respostas, na minha cabeça isso é ilusão total e me perdoem: pobreza de espírito.

Mulherões, por favor, não vendam suas almas, sejam felizes, humildes, simples e muito amigas, afinal, quem é realmente competente e tem potencial sempre tem o seu  espaço, NÃO É PRECISO TEMER, MUITO MENOS INVEJAR, NEM COMPETIR, NEM DISPUTAR, NEM FERIR, NEM TRAIR!

A vida passa… Um dia tudo isso acaba, mas a alma sempre permanece. Um beijo enorme no coração de todas. Contem sempre com meu carinho e minha amizade.

ALOHA!

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES