26 de julho de 2011 11:59

Por Renata Poskus Vaz

Flaviana Muniz tem 31 anos é pedagoga por formação. Em dezembro de 2010 lançou, em parceria com seu marido Wellington, a Dorcas, uma loja virtual que atende todo o Brasil e cujo ateliê fica em Nilópolis/RJ, oferecendo roupas sob medida para o público plus size. Segundo Flaviana, o diferencial da roupa sob medida é o caimento perfeito. Se cada gordinha tem um tipo de corpo diferente, que tal produzir uma roupa especialmente para ela? Ah, e se o precinho é camarada? Claro que é. Costuma ser o mesmo praticado nas lojas especializadas.

Conheça um pouquinho mais da história da Flaviana e da Dorcas, que em 27 de agosto será uma das apoiadoras do Dia de Modelo Plus Size no Rio de Janeiro.

“Eu estava cansada de entrar em lojas e ter dificuldade em encontrar roupas por causa do meu tamanho (tenho 1,70 e peso 110 kilos). Hoje em dia isso vem melhorando muito, mas há alguns anos, você entrava em uma loja especializada em tamanhos grandes e os GG ou XG tinham mangas enormes, extremamente largos e sem caimento. Não é porque somos gordinhos que temos que esconder tudo. Temos que valorizar e deixar a mostra aquilo que mais gostamos e é bonito. Eu por exemplo prefiro mostrar o colo. Minhas necessidades me fizeram enxergar as necessidades do mercado. Em meados de 1995 eu pensei: “Um dia ainda vou criar uma loja para gordinhas, talvez de moda praia, não sei, mas vou criar”.

Meu blog, o GORDIVINAS foi o incentivador para a realização desse sonho. Comecei a perceber que um número muito grande de mulheres se identificavam comigo, tinham o mesmo problema de encontrar roupas bonitas, com qualidade e tamanhos grandes. Sou evangélica, da Igreja Renascer em Cristo, e em um culto recebi uma palavra profética que pessoas ali tinham o sonho de abrir uma loja e que ela se chamaria DORCAS (Dorcas é uma personagem bíblica que costurava túnicas e vestidos para viúvas e que, quando morreu, foi ressuscitada por Pedro). Eu não queria uma loja qualquer, queria que fosse na medida da minha cliente e na medida do bolso dela e foi assim que aconteceu.

Qualidade do tecido e preço são as críticas positivas que recebo em relação à Dorcas. Muitas clientes me procuram reclamando que muitos magazines vendem mais barato, mas com uma qualidade e corte inferior. Prezamos pela qualidade no atendimento, não trabalharmos com tamanhos pré determinados, nossa cliente tem um produto que será feito sob medida e na maioria das vezes exclusivo”.