1 de agosto de 2011 09:11 comportamento

Arrisque-se

Por Keka Demétrio

Quando terminamos um relacionamento ficamos fragilizadas até a raiz do cabelo, e a primeira coisa que pensamos é que nunca mais queremos saber de homem…uauuu, ledo engano, homens são sempre muito necessários.

Eles trocam as lâmpadas, desentopem a pia, cortam a grama do jardim, lavam o carro, pintam a parede da sala, trocam o pneu furado, e realizam mais mil e uma cositas que detestamos fazer. Certo? Não?! Você está querendo me fazer lembrar que raríssimos homens fazem essas coisas, e que se for por isso nem precisam mais deles porque hoje em dia existe uma prestação de serviços denominada Marido de Aluguel? Ok, você pode até contratar esse tal marido de aluguel, mas ele não vai te enviar flores em um dia qualquer e nem dizer que os dois dedos e meio que cortou dos cabelos te deixaram mais linda. Ah, tá, entendi, estou sonhando acordada, geralmente homens não tem esse tipo de atitude.

E a culpa é do homem, só do homem, não é mesmo? Sim, porque eles são racionais, práticos, diretos e objetivos demais.  E isso faz com que eles não percebam que adoramos ser paparicadas, que amamos surpresinhas fora de hora e de época, que somos movidas pela emoção que nos acomete quando acabamos de sair de uma reunião chatérrima, o telefone toca e é ele pra dizer que você tem o sorriso mais lindo desse mundo. Eu sei, eu sei, nessa hora o fator reunião já está dobrando o cabo da boa esperança, e você está balançando em cima das nuvens. Mas será que a culpa é realmente só deles?

Mulheres são criadas para demonstrar amor, expressar carinho e respeito, e sexualmente falando, mesmo com toda essa evolução e revolução feminina, a maioria de nós ainda não consegue falar abertamente com seus parceiros sobre o que realmente nos agrada.  Enquanto isso, do outro lado está os homens, educados para não demonstrarem tanto os sentimentos, a serem competitivos, a demarcar território, a prover o lar, a conduzir a relação sexual e a não chorar, porque isso é coisa de menina!

Em uma relação, presumindo-se que o casal é o exemplo citado acima, quem é o certo e quem é o errado?

Nenhum dos dois. Se coloque no lugar do seu companheiro quando for cobrar dele atitudes que você só veria em uma mulher. Pare de se fazer de vitima e ao invés de ficar gastando energia choramingando com as amigas que o seu companheiro não esboçou nenhum comentário sobre o seu aniversário ser daqui a dois dias. Você já sabia que homens são péssimos com datas, portanto pare de sofrer por antecipação, ou então seja objetiva como ele, e diga que quer sair para comemorar seu aniversário. Poxa, Keka, e a surpresa de saber que ele se lembrou sem eu dizer nada??

Bom, não dá para se ter tudo na vida, mas sempre dá para jogar a nosso favor, e mulheres são experts nesse quesito quando conseguem catalisar suas emoções para o bem do casal.  Seja inteligente o bastante para fazê-lo perceber que pode demonstrar o seu amor e a surpresa pode vir embrulhada em um papel de seda, em um ramalhete de flores, ou em uma caixa de veludo, não importa, porque o que realmente interessa é a oportunidade que a vida está oferecendo para que você se sinta feliz e parte da vida dele. Ok, eu sei que presentes também são importantes, representam simbolicamente os nossos sentimentos, e que nosso lado feminino fica aguçadíssimo só de imaginar o que pode estar dentro daquele embrulho, então esqueça o quesito data e se jogue no que ele é capaz de te oferecer com e por amor.

Homens e mulheres não têm que ficar constantemente dentro de uma guerra dos sexos. Casais inteligentes já descobriram que as diferenças existentes servem como laboratório para a evolução da relação, e que os milhares e milhares de artigos, pesquisas e afins que tentam explicar cientificamente essas diferenças caem por terra se nenhum dos dois estiver disposto a se colocar no lugar do parceiro quando surgir problemas na relação e até mesmo para que esses problemas não surjam. Só você mesma tem o poder de equilibrar seus sentimentos, sensações e escolher como vai conduzir sua vida. Nada, e nem ninguém, pode te impedir de ser extremamente amorosa e ao mesmo tempo objetiva e focada, assim como os homens são. E se o seu parceiro enxergar o mulherão que tem, vai adorar ouvir você sussurrar que quem está no comando naquela noite é você. Inverter os papéis pode nos fazer descobrir coisas incríveis sobre eles e principalmente sobre nós mesmos. Arrisque-se.

 

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES