04/05/2022 Relacionamento

Namoro no trabalho: vale a pena se envolver?

Boa parte de nossas vidas passamos no trabalho e vivenciamos momentos importantes. O primeiro dia no emprego, a oportunidade de conhecimento e aprendizado, as promoções e o relacionamento profissional com os colegas. A convivência também desperta afetividade e não são raros os casos de namoro e casamento.

Para exemplificar, vamos ler alguns relatos de colegas de trabalho que se envolveram romanticamente trabalhando juntos na Ford.

Relatos de namoro no trabalho

“O ambiente de trabalho é além de tudo um ambiente de trocas sociais. A Ford entende e aceita este aspecto que pode surgir da convivência entre seus funcionários. Inclusive, mantemos disponível na nossa intranet uma política que oficializa a questão”, explica Erica Baldini, Diretora de RH da Ford América do Sul.

Os engenheiros de novos produtos Verônica Lisboa e Fabio Okano se conheceram na Ford quando ela trabalhava na fábrica em Camaçari (BA) e, ele no Campo de Provas da Companhia em Tatuí (SP). Na época, Verônica, viajava com frequência ao campo de provas onde mantinha testes do veículo produzido em Camaçari com o time do Fabio.

“Assim nos aproximamos, iniciamos um namoro no trabalho e após dois anos nos casamos”, conta Veronica, que considera positivo trabalhar na mesma companhia do marido.

Apesar de possuírem a mesma função, Verônica e Fabio trabalham em áreas diferentes: ela atua na área de desenvolvimento de produtos e ele na área de integração veicular. Por isso, são raras as oportunidades de interação entre os dois durante o trabalho, algo que consideram bom para evitar o desgaste no relacionamento pessoal.

“Uma dica é nunca tentar resolver os problemas do trabalho em casa e não abrir espaço para que ninguém peça favorecimento para resolução de problemas na área do companheiro”, aponta Fabio, engenheiro de Novos Produtos na área de Integração Veicular.

Outro namoro no trabalho que terminou em casamento começou na área de Estamparia da Ford em Camaçari. Há 11 anos, o coordenador de produção, Antonio Cruz, conhecia a controladora de documentos da área Cátia Santana.

“Entrei na Ford em 2001 e ele em 2002, mas só dois anos depois começamos a namorar. Preferimos manter a discrição e, por isso, tem gente na empresa que ainda hoje não sabe sobre nosso casamento”, confessa Cátia.

Por trabalharem no mesmo horário Antonio e Cátia vão juntos para a Ford, mas evitam falar de assuntos profissionais. Dão preferência, por exemplo, aos assuntos relacionados à única filha do casal, Yasmin, de sete anos.

“Temos muito que conversar sobre nossa família e nossas vidas. Gosto de trabalhar na mesma empresa que ele, até porque foi graças a Ford que nos encontramos. Mas é importante aproveitarmos o tempo juntos para falar sobre as coisas pessoais”, orientam.

Entre as facilidades mantidas pela Ford aos funcionários casados, figuram o carro da noiva e a possibilidade de transferência conjunta do casal quando um dos empregados recebe a oferta de ir para outra unidade da Ford no Brasil ou no mundo.

“Sempre procuramos atender da melhor forma possível às necessidades dos empregados nestes casos”, explica Erica.

Carro da Noiva

Se o namoro terminar em casamento, a Ford, entre os benefícios oferecidos aos seus empregados, disponibiliza aos noivos carros de luxo para levar a noiva até a cerimônia. O ‘presente’ está disponível em todas as unidades da Ford Brasil, inclusive a Ford Credit. Basta agendar o carro e desfrutar de veículos ícones no mercado brasileiro.

Diele Mendes, empregada da área de Manutenção da Ford em São Bernardo do Campo (SP), casou-se no último dia 28 de maio e utilizou o benefício.

“Cheguei num Fusion branco. Todo mundo adorou e tirou fotos do carro. Meu sobrinho Heitor, de dois anos, não queria sair do Fusion”, conta a noiva.

O benefício se estende também a alguns parentes dos funcionários da companhia. Djalma Luiz, pai de Diele, é hoje aposentado, mas trabalhou por vários anos na empresa, o que trouxe a possibilidade de outros familiares aproveitarem o benefício.

“Minha tia, por exemplo, em 2003, foi para o seu casamento a bordo de um Taurus e minha irmã, uns quatros anos atrás, a bordo de um Focus”, recorda.

Cristiane Silva, coordenadora ambiental do Complexo Industrial Ford Camaçari casou-se há dez anos com o supervisor de Engenharia Civil da Ford, Clóvis Souza, e foi conduzida para a cerimônia em um Focus. “Foi um dia maravilhoso.

Mas, vale ressaltar que nem todas as empresas enxergam com bons olhos o envolvimento romântico entre colaboradores, embora a repressão caia cada vez mais em desuso. Vale a pena estar atento a cultura da empresa.

E o mais importante é separar as esferas e não deixar a sua vida profissional atrapalhar seu relacionamento ou o seu relacionamento, atrapalhar a sua carreira profissional.

Conte nos comentários suas experiências com namoro no trabalho e não esqueça de assinar nossa newsletter e acompanhar as novidades do Blog Mulherão!

Imagem Instituto do Casal

(Visited 40 times, 1 visits today)

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES