30/01/2023 Eventos

Pretinhas da Brasilândia: Meu novo desafio em 2023

Já anotem na agenda. Em 11 de março acontece o Pretinhas da Brasilândia, meu primeiro evento para meninas pretas.

Durante a Pandemia, sentia a necessidade de investir em novas áreas. Em 2022, consegui a aprovação do projeto BABADÓ, Mostra LGBTQIA+, por meio de um edital do Proac, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. Vocês se lembram?

Já para 2023, inscrevi 10 projetos no PROAC, em diversas categorias, cada um contando com um parceiro especial e apenas um foi aprovado, o Pretinhas da Brasilândia, que apresentei em parceria com minha amiga Vilma Queiroz. Se fiquei chateada de só ter um projeto aprovado? Claro que não! Ficamos entre 30 projetos entre mais de 500 inscritos na categoria de cultura urbana.

O que é o Pretinhas na Brasilândia?

É um evento cultural em única data que reúne 6 oficinas (grafite, dança tribal, amarração de turbantes, leitura e teatro, modelos e artes plásticas) e um show com Fanieh, cantora e atriz da Série Sintonia, da Netflix. Todas as oficinas são gratuitas.

Pretinhas da Brasilândia foi idealizado para proporcionar um dia diferente, com muita cultura, entretenimento e empoderamento para meninas pretas periféricas de 8 a 14 anos. O evento visa reforçar a autoestima, o poder e a força das mulheres negras de amanhã, nossas meninas pretas.

Tragam suas crianças para participar!

Confira a programação:

9h às 11h Oficina de Grafite

Arte-educadora Aryane keyla Jose Santos

Na oficina de grafite, o público será incentivado a formar grupos para criar um mural com grafite em um dos muros da Fábrica de Cultura. Serão utilizados modelos de máscaras africanas para a arte, que será reproduzida utilizando tinta PVA, corantes, pincéis e spray. A arte-educadora ensinará sobre a importância da representação das máscaras na cultura africana, estreitando os laços das pequenas meninas negras com suas raízes ancestrais.

11h às 12h Oficina de Dança Tribal

Arte-educadora Luana Caruzo

A arte-educadora explicará a origem e importância das danças tribais e ensinará na prática passos para as pequenas dançarinas. A aula também envolverá o emprego da dança tribal em ritmos atuais, com as quais as garotas se identificam, como hip hop e demais danças urbanas. Com isso, elas perceberão que muitos dos artistas da atualidade que elas muito admiram, sejam brancos ou negros, reproduzem passos que foram criados por seus antepassados.

12h às 13h Oficina de Modelos

Arte- educadora Joy Carol

Joy é uma famosa modelo, negra e gorda, moradora da Zona Norte, e que além de desfilar nos maiores eventos plus size do Brasil, ultrapassou barreiras integrando desfiles em que antes predominavam pessoas brancas e magras, como por exemplo, a Casa de Criadores. Embora tenha ouvido muitos “nãos” ao longo de sua carreira, ela persistiu e estrelou campanhas de publicidade de marcas de moda, telefonia celular, bancos e produtos de beleza. Na oficina de modelos, todas poderão ser modelo por um dia, aprender a desfilar e fotografar e acreditar em sua real beleza.

14h às 15h – Oficina de Leitura e Teatro

Arte educadora: Aline Caruzo

A arte-educadora trabalhará na oficina alguns capítulos do livro “Omo-Oba Histórias de Princesas” de Kiusam de Oliveira. Com um acervo de fantasias e acessórios, estimulará que as meninas leiam trechos do livro, que fala sobre princesas africanas e, por meio de jogos educativos e dinâmicas teatrais, reproduzam e criem novas cenas com as personagens. Elas se reconhecerão como protagonistas e viverão personagens incríveis.

15h às 16h – Oficina de amarração de Turbantes e tranças

Arte- educadora: Palomah Coelho

O cabelo faz parte da identidade de todas as pessoas. Mas para garotas negras que crescem escutando que tem “cabelo ruim”, essa relação com a própria aparência pode vir repleta de dores e frustrações. Na oficina de Amarração de Turbantes e tranças, as pequenas aprenderão a importância dos penteados e dos turbantes na cultura
africana. Aprenderão que não se tratam de artifícios para disfarçar “um cabelo ruim”, mas para ressaltar a beleza e identidade das mulheres pretas.

16h às 17h – Oficina de Artes Plásticas

Arte-educadora: Erika de Souza

As meninas confeccionarão seus auto-retratos, trabalhando a percepção que têm sobre si mesmas. Nesta oficina serão usadas sulfites, lapis, canetinhas, gizes de cera e materiais como botões e retalhos de tecidos.

17h às 18h – Palestra/ Show

Artista: Fanieh

Com apenas 21 anos, de Guaianases, extremo leste de São Paulo, vem se destacando na cena musical por suas letras e posicionamentos sempre fixados nas suas raízes. A artista recentemente soltou sua voz na primeira faixa do projeto idealizado majoritariamente produzido por mulheres, o Hervolution. Ela também estrelou a série da Netflix: Sintonia, um sucesso entre o público adolescente. Elka construiu a carreira de forma autônoma, independente, como uma verdadeira gestora. Além de ser rapper, ainda é co-fundadora do Instituto Izaias Luzia, em Guaianases, que trabalha com cultura, esporte e educação.

 

Renata, você não vai fazer mais eventos plus size?

Claro que vou continuar, gente! Já já vocês terão novidades. Eu simplesmente queria fazer coisas novas e ajudar, de alguma forma, a minha comunidade. Tanto o Babadó, como o Pretinhas da Brasilândia, são eventos que foram idealizados para atender a região em que moro.

Além disso, consigo provar para mim mesma que não sou boa só em uma área específica, que posso criar, desenvolver, produzir e executar projetos culturais para diferentes públicos e em diferentes áreas.

Para completar, nesses dois projetos incluímos oficineiras gordas, tantas vezes esquecidas por outros produtores. Foi assim na Babadó e será assim no Pretinhas e em todos os outros projetos que nós fizermos. Também incluímos nossa equipe de produção, assessoria de imprensa e comunicação. Mais trabalho para todos!

Mas, olha, não se preocupem. Dá para perfeitamente eu continuar fazendo o que já fazia antes e ainda assim viver novos desafios, ok? Estaremos juntas pra sempre, gordas do meu Brasil!

Serviço:

Pretinhas da Brasilândia

11 de março – sábado

Das 9h às 18h

Fábrica de Cultura da Brasilândia

Av. General Penha Brasil, 2508 – Brasilândia

Mais informações: www.pretinhas.com.br

 

(Visited 109 times, 1 visits today)

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES