19/04/2010 Comportamento

Por Renata Poskus Vaz

Na fase do namoro, a maioria dos jovens casais mora em casas separadas e a distância e expectativa pelo reencontro faz com que o eles praticamente entrem em ebulição quando se vêem. Neste caso, a saudade é praticamente um elixir da sexualidade. E é por isso que vemos tantos jovens casaizinhos no agarra-garra em pleno shopping Center, ou aquela fila de carros com vidros embaçados nas pracinhas… Eles têm pressa! Pressa porque sabem que logo cada um terá que voltar para a sua casa e só se reencontrará após dias.

Até que o casamento os separe

Com o casamento, a primeira idéia que passa por suas mentes é que poderão, finalmente, ficar sozinhos. Mas junto com a liberdade e privacidade, surgem novas responsabilidades e a correria do dia-a-dia. Com a falta de tempo, o casal deixa para fazer depois algumas coisas como: arrumar o armário, passar roupa ou, até mesmo, manter relações sexuais. Não que falte desejo… Falta tempo!

Sem perceber, passa em suas cabeças que agora que estão casados e vivendo sob o mesmo teto terão todo o tempo do mundo para transar. Para eles, adiar isso em horas ou dias não gerará prejuízo ao relacionamento. Acontece que, às vezes, os dias se transformam em semanas, depois em meses e até anos. E o casal se transforma em apenas “bons amigos”.

Quando a vida sexual da gordinha passa por crise

 

Uma de nossas leitoras escreveu a seguinte mensagem: “Enfrento uma crise em meu casamento. Meu marido perdeu o interesse sexual por mim. Por ser gordinha sou meio sem jeito pra essas coisas. Por favor, me ajudem. Estou desesperada e minha autoestima virou pano de chão.”

Temos a mania de achar que tudo o que dá errado em nossas vidas é pelo fato de sermos gordas. Como descrito no começo do texto, muitos casais, compostos por parceiros gordos ou magros, após os primeiros anos de casamento, passa por uma crise sexual. E quando se fala em crise não quer dizer que aquela situação esteja fadada ao fracasso. Muito pelo contrário. Crises acontecem para que se reveja a relação e adote medidas para recuperar o mesmo vigor de quando se era apenas um casal de namorados.

Dicas para recuperar o relacionamento

 

Diálogo, diálogo e diálogo. É necessário deixar a vergonha e constrangimento de lado para salvar uma relação. Às vezes a mulher se culpa pela diminuição do interesse sexual do parceiro, mas se conversar direitinho com ele, pode descobrir que o problema seja outro. Afinal, fatores externos também podem atrapalhar a relação. Já pensou, por exemplo, se ele estiver passando por dificuldades financeiras ou desentendimentos no trabalho, que inibem o desejo sexual masculino, mas está com vergonha de dividir isso com você? Por isso, converse.

Em contrapartida, vale investir em alguns truques para apimentar a relação. Faça a sua parte, não espere que ele tome o primeiro passo:

–  Cuide mais de você: uma mulher bem arrumada, que está sempre cuidando da saúde e da beleza, mostra que se valoriza e que também merece ser valorizada. Você pode ser gordinha, mas largada nunca! Nem sempre se pode renovar o guarda-roupa, mas não custa nada aposentar o moletom e as calcinhas rasgadas e colocar uma roupa bonitinha e uma lingerie sensual, igual você usava no namoro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Onde comprar: 1. Cinta da Camomilah/ 2. Sutiã da Yasyl/ 3. Calcinha da GG Sexy Lingeries/ 4. Camisola do Clube da Lingerie/ 5. Conjunto da Daira.

 

– Seja mais agradável: Tanto as mulheres que trabalham fora, quanto as que são donas de casa, com a correria do dia-a-dia, têm muitos problemas para contar. Aí, é só o maridão chegar em casa que logo mandamos que ele tire o lixo de casa, que coloque o filho de castigo e que ligue para cobrar favores à sogra. Tudo isso enquanto desabafa as mazelas de sua vida para ele. Ninguém agüenta tanto baixo astral! Prepare um bom jantar, esqueça algumas horas dos problemas, pergunte como foi o dia dele. Este já é um bom começo!

– Não se deprecie: Pare de dizer que é feia e gorda a todo o momento. Se reparar bem, seu marido também envelheceu, ficou careca, barrigudinho… O tempo chega para todos. Sensualidade, carisma e charme não se perde nunca. Basta apenas você reencontrar tudo isso dentro de você e colocar para fora.

Prontinho! Você pode ser uma gordinha feliz em todos os aspectos de sua vida, inclusive no seu casamento. Coloque essas dicas em prática e depois volte aqui e nos diga como está o seu relacionamento.

 

(Visited 172 times, 1 visits today)

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES