05/05/2022 Saúde

Transtorno alimentar no Met Gala: Kim Kardashian e a luta para entrar em um vestido

Aconteceu essa semana, na cidade de Nova Iorque, uma das festas mais importantes do mundo da Moda, o Met Gala 2022. E se você é presente nas mídias sociais, foi muito provavelmente bombardeado pelas roupas mais sensacionais – e estranhas – que você jamais imaginaria usar e o estranho caso de transtorno alimentar exposto por uma das estrelas.

Lizzo veste Thom Browne (📸Getty Images)

O Met Gala é um ‘fundraiser’ que rola todo ano no Museu Metropolitano de Arte de Nova Iorque e costuma reunir celebridades e personalidades da indústria fashion de todo o mundo.
Para vocês terem uma ideia da grandiosidade do Met Gala, um ingresso para participar da festança pode ultrapassar os 300 mil dólares (QUASE UM MILHÃO E QUINHENTOS MIL REAIS, MORES), o que faz do acontecimento um evento superexclusivo, e consequentemente, um ícone da cultura pop.

Dentre as centenas de looks desfilando no tapete vermelho do Met Gala, uma chamou a atenção de todos: Kim Kardashian.
Já acostumada a ser o centro das atenções, Kim prometeu entregar E ENTREGOU TUDO!

transtorno alimentar - kim k após dieta usando vestido icônico

Kim Kardashian no vestido feito por Jean Louis em 1962 exclusivamente para Marylin Monroe (📸Google)

A estrela de reality show passou com um rolo compressor por cima de todas as expectativas (inclusive a minha, sempre tão pronta a criticar haha), e apareceu no tapete vermelho exibindo uma joia histórica: o ICÔNICO vestido usado pela atriz Marilyn Monroe, em 1962, no aniversário do então Presidente JFK.

Sim, amor. Estamos falando do infame episódio em que Marylin Monroe cantou aquele ‘Happy Birthday Mr. President’ todo sensual para John Kennedy, levando o país todo a loucura.

O vestido feito pelo estilista Jean Louis nos anos 60 e hoje avaliado em 4,8 milhões de dólares, era tão justo que na época teve de ser usado por Monroe sem nenhuma peça de lingerie e costurado diretamente NO CORPO de Marylin. Ahan, justo NESSE TANTO!

Marylin e Jean Louis no Aniversário de JFK em 1962 (📸 Google)

Como todo bom drama fashion o vestido não entrou em Kim, e daí veio a questão: Como resolver esse problema se o vestido bordado a mão com 2.500 cristais não pode ser adulterado? Yeah. Eu acho que vocês já sabem a direção que esse texto vai tomar a partir de agora.

Vestido de Marylin Monroe em exposição (📸Google)

Até quando vamos normalizar um transtorno alimentar perigoso em nome da moda?

Se você segue (ou já seguiu) a família das Kardashian/Jenner já está acostumada as alegações de fotos ‘photoshopadas‘, transformações cirúrgicas e comentários sobre hábitos alimentares capazes de soar o alarme de toda e qualquer pessoa capaz de reconhecer sinais de distúrbios alimentares sérios.
Esse tipo de comportamento, vindo delas, já é rotineiro… logo, ninguém se surpreendeu quando Kim falou abertamente sobre a dieta restritiva feita com o intuito de perder peso o suficiente para entrar no vestido que ela e sua equipe escolheram para o maior evento fashion do ano. Ela usou o vestido por aproximadamente 5 minutos. Tempo o suficiente apenas para passar pelo tapete vermelho.

“Eu tentei experimentar e não me serviu. Então eu olhei para o vestido e disse ‘me dê três semanas’. Tive de perder 7 quilos para caber nele, mas foi um enorme desafio. Eu estava determinada em colocar esse vestido.”, disse Kim Kardashian a um correspondente da Revista Vogue.

Aquilo me fez revirar os olhos, e pensar em quantas pessoas se espelham em situações como essa achando que não tem nada de errado com esse tipo de medida drástica.

Transtorno alimentar - Kim K após dieta para entrar em vestido

(📸Google)

Por favor, não me levem a mal. Não é inveja e não estou fazendo chuva em um copo d’água. Mas Kim – ao meu ver uma das grandes responsáveis do padrão de beleza atual – passou fome, LITERALMENTE, para conseguir perder de um corpo já magro, quilos o suficiente para caber em um vestido. E isso NÃO é glamouroso! Precisamos parar de ignorar um transtorno alimentar e comportamentos perigosos por conta da moda.

Ok. Não posso ser injusta e vir aqui atacar a Kim K. jogando tudo nas costas dela, até porque, no fim do dia, elas são um produto do próprio ambiente em que vivem (é… é… nós também). Mas chega uma hora que temos de reconhecer certas coisas e a responsabilidade social que alguém tão visado como ela deveria ter com quem a segue.

‘Ah, Preta. Mas a vida é dela e ninguém tem nada a ver com isso’. Sim! Concordo que ela tem o direito de alimentar ou não o próprio corpo da maneira que quiser… mas falar abertamente e cheia de orgulho da relação desordenada dela com a comida é algo extremamente prejudicial. Se eu tivesse visto essa entrevista aos 14 anos teria com toda a certeza entrado nessa mesma dieta sem nem pensar em consequências, e acredito que muitas de vocês também. E é sobre isso que estou falando quando digo que essa glamourização toda deveria ter ficado já lá nos anos 2000.

Marylin em 1962 durante a apresentação que deixou um marco na cultura pop (📸Google)

Kim ficou esplêndida. De cair o queixo REAL! Um vestido MARAVILHOSO, em uma mulher lindíssima. A personificação do Glamour. Mas por favor, não se amarrem em cintas dolorosas e desconfortáveis, ou caiam em algum transtorno alimentar para entrar em vestido. Se uma roupa não te cabe, o modifique ou compre um maior. É a roupa que tem de te servir, não o oposto. (E isso não é sobre pessoas gordas e auto aceitação, mas senso comum)

Aos impressionáveis, jovens ou não, que de alguma forma lutam com problemas de imagem e distúrbios com a comida: Por quanto tempo ainda vão engolir essa glamourização de hábitos absurdos em nome da moda? Comida acima da moda, sempre!

ps: Enquanto escrevia esse texto cheguei à conclusão que: Vira e mexe Marylin Monroe costuma ser apontada como ‘símbolo Plus Size’ e do ‘corpo feminino real’, mas ainda assim, a Kim Kardashian quem teve de perder peso para caber no vestido da Marylin Monroe. Essa ideia de padrão de beleza é ou não é fora da casinha?

(Visited 156 times, 1 visits today)

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES